Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2012

Versos dispersos esquecidos de nós...

Imagem
Tempo de parar, pensar, sentir e agir nesta história desenhada por mim, lida por tantos. Tempo de fechar este livro, de sentir de outra forma, de amar outra personagem. Chega ao fim este sentimento há muito perdido nas vielas da fraca força, da ausência de sonhos sonhados, de projectos vivos. Ponto final, folha rasgada e um destino que se vê construído perante o meu olhar, um destino que não contempla o passado, que nem nos cruza mais o olhar. Partida para nunca mais encontrar chegada, hoje é o fim, o fim do princípio de algo que agora a mim chegou, que agora aqui encontrou um refúgio no meu peito. A vida é feita de escolhas, escolhas demarcadas que trazem consigo perdas, que trazem consigo ganhos. A vida hoje faz-me ser homem, homem que ama sem receios, que vive sem bloqueios, que sonha de forma intensa, que luta até que a força falte, até que o sentimento deixe de encontrar significado. Será uma nova etapa e, confesso, que há imenso tempo que procurava esta reviravolta no meu mundo,…

Recortes que perduram...

Imagem
Hoje deixo um caminhar, pedaços de mim e de tanta gente que por aqui passa. Se acreditar é viver, então acreditaremos e lutaremos por a nossa felicidade, amando, querendo, sentindo, porque hoje podemos viver, porquê deixar para amanhã?
Canção de amor, recordação ancorada à história de quem viveu uma despedida, de quem fugiu do sentimento ignorando a voz do coração. Sentimentos dispersos, sonhos vividos, tanto por ser dito, um silêncio no lugar da melodia que agora ecoa na recordação, na saudade que fica sempre que a imagem aparece, que a sombra teima em tocar. Olhar sem olhar, sentir sem tocar, tudo em gestos cúmplices de um sentir diferente, de um querer amadurecido com o passar das horas e com o tomar de consciência de um sentimento, de um sentimento que cresceu independentemente das vontades, dos caminhos traçados. Amores reais devem ser vividos, sentidos, queridos dentro do peito de quem o quer, dentro dos capítulos que formam histórias, dos dias que deixam recordação tatuada nas p…

Escuta-me...

Imagem
A vida é repleta de etapas, de sonhos e despedidas, de vivências e de erros cometidos. A vida é uma mistura de tanto, uma mão repleta de nada. Depende de nós a pintarmos de todas as cores, enchendo-a de magia, recheando-a de sentimento. Tanto se perde, tanto se ganha e o que hoje parece tão presente nos nossos dias, amanhã poderá ser a maior ausência que sentimos. E porquê que tudo isto acontece? E porquê que só damos valor ao que partiu da nossa história? Vive-se na busca de mais, de mais de tudo, um mais que nem se sabe o que é e, nessa mesma procura, perde-se o que se tinha, um amor, uma amizade, uma história ou até mesmo um projecto. Agarrar, viver é tudo o que escrevo, porque na verdade eu acredito, acredito que somos nós que desenhamos o nosso, dito, “destino” com as nossas acções, com as nossas escolhas, com as nossas lutas. Se ama-se, vive-se esse amor, se quer-se, mostra-se esse mesmo querer, se sonha-se, persigam o sonho não deixem ele morrer em vós. Todos temos o dom de ama…

No teu poema...

Imagem
Acreditar, viver um presente desenhado à nossa maneira. Viver, construir história onde apenas existem dias. Sentir, pintar de todas as cores os segundos em que damos tudo de nós. Amar, algo tão simples, algo tão esquecido. Viver, tudo o que se quer, tudo o que se ambiciona. A força que temos determina o nosso caminho, os amores que se vive moldam o nosso amar, as pessoas que marcam permanecem em nós, nós permanecemos nelas. O que vale a pena deve-se agarrar, segurar, plantar e fazer amadurecer. Uma história não será igual duas vezes, uma oportunidade não se encontra todos os dias e um grande amor, um amor de verdade, reside em quem luta, em quem acredita, em que faz da música, poesia, do sentimento, vida, do sonho, realidade...




Não esquecer faz em nós lembrança...

Imagem
Sentimentos são voláteis, são efémeras poesias que temos de agarrar enquanto temos, que deveremos viver sendo felizes, fazendo alguém feliz. Um “tarde demais” existe no discurso de quem não luta por o que quer, todos erramos, mas nem todos conseguem ver e corrigir o erro. Sejamos humildes, sejamos sentimentais, que nos critique quem não gosta de falar de sentimento, que nos critique quem não entende um rapaz que gosta de falar de amor. Somos diferentes e isso sabe bem, sabe bem preservar essa diferença num tempo em que se vive relações de plástico, relações esporádicas. Saber amar toda a gente o sabe, mas saber viver uma história de amor nem todos têm esse dom, construir algo forte, forte de verdade, é dar e receber, respeitar e sentir sem desculpas, sem demoras, sem vergonhas. Amar é um sentimento forte ainda no meu coração, não uma palavra banal que todos têm o prazer de ouvir...

Somente para não ficar esquecido...

Imagem
Em cada história reside, pelo menos, um sonho. Em cada sorriso habita uma vontade incontrolável de ser feliz. Em cada querer há sempre um amor nos torna melhores, que nos faz ser mais humanos...



Não se sabe o que se viverá amanhã, não podemos adivinhar os suspiros que detemos no segundo seguinte, mas podemos ser melhores a cada dia, podemos acreditar, lutar, viver um amor, construir uma história...

Uma paragem, uma partida ou até mesmo uma despedida...

Imagem
Hoje deixo-vos o espelho da minha alma, partir ou ficar? Não se sabe, apenas um intervalo longo ou um até amanhã, quem sabe?...
Réstia de tudo, pedaço de nada que fica sem tocar, que marca de uma forma estranha entranhando-se na pele, agarrando-se à alma. Falam que se chama saudade, mas que saudade é esta? Que sentimento é este que se desenvolve de uma forma tão peculiar deixando nas pessoas o sabor amargo de uma partida? Tudo se torna insubstituível sempre que é importante, cada momento é único, cada sentimento é especial e cada pessoa não tem outra igual. Tudo adquire uma forma, tudo desperta uma emoção. Felizes, todos queremos ser felizes, mas parece que nem todos conseguem chegar ao que tanto querem, que há quem batalhe uma vida inteira recebendo os restos em vez do que tanto merecem, daquilo que tanto proclamam existir. Acreditar no sentimento é acreditar nos sonhos, naqueles mesmos que nos invadem a alma, que nos aquecem o coração em noites alegres que nos possibilitam ser felize…

Habita nesta nossa casa...

Imagem
Fala-me das palavras que em ti ficam caladas, fala-me desse teu receio de amar, de sentir, de viver uma história que vive tão presente no teu sonhar. Abraça-me, conta as horas de uma saudade que tanto se sente, de um querer fugidio que parece não parar, não saciar este desejo, este querer tão gracejo. Conta-me os sonhos que vais colecionando, conta-me os teus maiores segredos, partilha comigo os dias da tua vida, as noites das tuas mágoas. Sussurra-me ao ouvido o que ainda não foi dito, fala-me, fala-me apenas de ti porque é somente isso que importa, és somente tu que importas. Agarra-me a mão, eu mostrar-te-ei as cores que ainda não viste, agarra-me a mão que eu te seguro e amparo de cada queda, de cada erro que possa ser cometido, porque somos humanos e isso, é tão natural de acontecer. Não fujas mais daquilo que sabes que te apanha, não fujas mais refugiando-te nas recordações, naquelas mesmas que te chegam todos os dias, a todas as horas. Hoje conta-me o que te fez seguir por esse…

Farpas de verdade...

Imagem
Forma a vida de sentimento, forma o teu viver de alegrias. Ama, ama intensamente cada fragmento da tua história, cada pedaço do teu ser. Dá de ti, recebe dos outros, sonha e vive cada sonhar, cada dia em que te levantas e acreditas na força que deténs nas mãos. Percorre mundos a fio, o que é verdadeiro permanece em ti, deixa marca no teu coração. Dá cor a cada palavra proferida, não encenes, mostra as tuas fragilidades, enaltece as tuas virtudes. Faz de ti personagem principal, faz de ti luz que banha-te o rosto, que te rasga um sorriso. Não estagnes na vida, não te prendas a um passado, o que é teu fica, não vai e volta certamente. Faz da vida uma chegada permanente, sorri, chora mas sê tu mesmo(a), sê o que ninguém mais foi. Terás em ti o poder de decidir, terás no teu caminhar as oportunidades de agarrares amores, de despertares paixões, de viveres sem guiões. Fica com o que te faz feliz, não vivas um orgulho ferido, não impeças de aceitar um perdão, não te falte a humildade para a…

The last night...

Imagem
(Hoje deixo um pouco de força, um pouco de vontade de arriscar, de viver, de agarrar e amar com a máxima intensidade que têm. O que será de nós sem amor? O que será de nós sem acreditar? Amem, amem de verdade, lutem por o que querem, sejam felizes, façam alguém feliz. Haverá sempre o dia da partida, porque não fazer da nossa história uma eterna chegada? Hoje vivam, hoje provem, hoje alcancem. Têm uma história pela frente, escrevam-na feliz, escrevem-na à medida do vosso sonhar, do vosso querer...) Será a última noite, o ultimo momento de um querer diferente, de uma história tão igual. Será partir ou apenas ficar, será o agarrar ou o largar de forma tão definitiva, de mágoa na voz e aperto no coração. Desenha-se, assim, uma vida, um caminho que pára ou um longo caminhar que se fará de mãos dadas, unidos, juntos. Tudo tão diferente, tudo tão igual, engraçado tudo depender de um momento, tudo depender de uma vontade que existe, mas que teima em resignar-se a uma insignificância que consom…

Descomeço...

Imagem
Batendo à porta perguntaram-me quem era. Mas que era eu mesmo? Esquecido de mim cheguei aquele lugar, aquele lugar em que as palavras ficaram caladas dentro do meu ser. Mistura de vento e sonhos, assim me designada, mas que nome me dar? Por que nome queria eu ser conhecido? Não tinha respostas mas sim uma quantidade de questões que segurava nas mãos, que juntava ao peito. Com as mãos trémulas escrevi naquele papel que era o André, aquele mesmo que acredita em amor e que vive de sonhos. Não sabia mais porque nome me chamar, apenas era eu e o silêncio tão cravado na minha alma. Sorri, bati novamente à porta e respondi o meu nome, respondi com a minha voz, aquela que se cala, mas que não esquece. O tempo passou, fez de mim outra pessoa, fez da minha história bastante diferente daquela que outrora conhecera. Feliz de mim, feliz do dia que parti sem o rumo que acabei por encontrar, agora, nesta casa, neste mar. Não, não me perguntem a razão, apenas deixo a janela desta minha vida aberta, t…

Ponto de viragem...

Imagem
Firme aquele pegar que deixou nela marca, aquele abraço apertado, sentido, num amor vivido naquele mesmo lugar, naquela cidade que o viu partir. Sons saudosos ficam daquela história marcante, um partir repentino de gente que não soube amar, de um querer mais, um mais que ele tanto dava, que ela tampouco via. Os dias passaram, as lembranças ficaram e o querer voltar atrás era tão grande, era tão crido.Momentos perduram nas melodias, nas fotografias e até mesmo nos sonhos sonhados de olhos abertos, ou até mesmo fechados.Canção e poemas dispersos de um querer viver, ele ali, cheio de sentimento, ela, por outro lado, tão imune ao sentir. Sempre que se ama, sempre que se sente, o medo é presente mas tão indispensável, o perdão torna-se perdoável e o “tarde demais” só surge na história da quem não lutar. Amores, amores que vão e que ficam, amores que partem mas que acabam sempre por permanecer. Deve-se viver cada capítulo, salientar cada vitória, devemos ser nós, nunca a voz dos outros, nun…

Vive por ti...

Imagem
Rasga a pele dos fantasmas que se agarram a ti, esquece passados, vive o presente que está perante os teus olhos assistindo à tua passiva forma de amar. Agarra o sonho, luta um pouco mais por ti, um pouco mais por esse sentimento partilhado, sentido, correspondido sempre que fechas os olhos e tens o dom de sonhar. Escuta cada palavra, cada frase deitada ao vento que te agracia o rosto, que te limpa as lágrimas que por ele escorrem. Acredita mais em ti, acredita mais em alguém, acredita no sentimento e não fujas querendo ficar. A vida mostra que há sempre um tarde demais, mas que nunca haverá um momento certo se não viveres para ele, se não mostrares o que tanto queres. Custa tão pouco ser feliz, mas complica-se tanto não é? Adia-se o inadiável, foge-se do verdadeiro e procura-se sempre um mais com tanto que temos na vida. Pára, hoje ouve o que te diz o coração, tem um diálogo com o que queres, com o que sonhas e com o que te faz verdadeiramente feliz. Hoje vive a tua história, diz que…

A carta que ficou...

Imagem
(Leiam a carta de um amor que foi presente, que foi vivo, real e verdadeiro. Partiu, decidiu esquecer esse amor e o “tarde de mais” chegou, independentemente da vontade dele, dela, deles. O tempo passou, a história, assim, se dissipou. Um História tão imaginada, tão verdadeira. Espero que gostem!)

Vida, simples fracção de tempo em que tanto se vive, em que tanto se deixa por viver. Amores, amores reais aos olhos de quem os vê, de quem segura sonhos dentro do peito e sentimentos ancorados ao coração. Escrituras percorrem as folhas viradas de uma história, de um viver em que tanto damos, em que tando recebemos. Espelho da alma, reflexo translucido das nossas fraquezas, das nossas forças, assim é o nosso viver, tão complexo, tão claro. Sonhos projectados, dias repletos de tanto que nos mistura os sentidos, que nos tira a própria razão. Amar é o que fica, aquele amor que alimenta quem vive do mais verdadeiro, de olhares cruzados, de gestos cúmplices que não ficam nas palavras vãs outrora d…

Palavras que ficam em dia lutado...

Imagem
Condensa em ti a força que deténs nas mãos, ama intensamente, cada pormenor, cada pedaço de tudo que aos olhos de outros parece nada. Vive a tua vida, cada dia, cada hora em que te sentes feliz e queres gritar ao mundo. Segue o caminho da tua felicidade, insiste e persiste, fica e guarda. É do sonho que avanças, é de projectos que constróis um futuro que é espelho daquilo que queres, da forma como lutar. Sê simples e acredita em ti, acredita que conseguirás o que queres, que terás e viverás uma história repleta do que tanto ambicionas. Nunca te enganes, nunca mesmo porque, deste forma, estarás a contribuir para que os caminhos se tornem erramos, os amores amargurados e as histórias efémeras como a fraca força que tudo tem. Ama sem medos, vive sem receios, hoje pode-te faltar algo, amanhã podes ter de mais, depende de ti, depende daquilo em que acreditas. Segue os caminhos verdadeiros, de atalhos está repleta a vida, aqueles atalhos que te empurram, que te dão mas que tão facilmente te…

Promessa vã...

Imagem
De promessas se cria um adiar de sentimento, um esquecer partindo na direcção oposta da própria felicidade. De sonhos faz-se a vida de quem dá de si a simplicidade do gesto, a essência de um amor que se torna partilhado, que é repartido. Palavras voam com o vento, gestos permanecem, tão ancorados, tão presos a uma história que se desenha a cada dia que vamos vivendo, errando, aprendendo. As mágoas sempre farão parte de nós, os arrependimentos de um perder, de um fazer ou de um acontecer que não pertence aquele lugar, aquela pessoa, aquele mesmo sentimento. Querer é uma arma que temos nas mãos, um poder que uns descuram, que outros tantos procuram e que outros fazem como filosofia de vida. Amores e desamores, vivemos sempre dualidades o que nos torna tão humanos, fazemos realidades e ficamos na irrealidade de sonho que se guarda apenas para nós. Será justo? Será injusto? Depende de cada pessoa, de cada melodia que emana de si e que ganha a forma de um outro alguém. Amar é um dom, ser a…

Para...Ter...

Imagem
Para DARES, dá por inteiro. Para AMARES, ama sem reticências. Para FICARES, fica sem olhares para trás. Para SONHARES, sonha mesmo de olhos abertos. Para LUTARES, luta com a força toda que tens. Para VIVERES, dá de ti. Para CONSTRUÍRES, constrói sobre bases firmes. Para VIVENCIÁRES, vivencia o mais verdadeiro. Para PARTIRES, parte quando já não há sentimento. Para ESQUECERES, esquece o que te faz mal. Para AGARRARES, agarra com a garra do teu querer. Para DIZERES, segreda ao ouvido da pessoa e não dos outros. Para SENTIRES, abraça quem te quer não quem te vê passar. Para AMARES, ama por ti não pela voz de outrem. Para SERES AMADA(O), respeita o teu coração não te dês com facilidade. Para APROVEITARES, aproveita cada pequeno pormenor porque eles fazem toda a diferença. Para CORRERES, corre com intensidade na busca do teu ideal. Para PROJECTARES, projecta no infinito e não no virar da esquina. Para POSSUIRES, tens de mostrar e não guardar os desejos para ti. Para REALIZARES, vive sem gu…

Espelhado sentir...

Imagem
Em palavras tudo se diz, tanto fica por dizer. Em gestos tudo se mostra, tanto se esconde na esperança de não revelar um amor que transparece por entre o olhar. Vivemos na dualidade de tudo, num antagonismo entre o que se sente e o que se cala, entre o sonhar acordados e o esquecer como forma de fugirmos às nossas próprias fragilidades. Proclama-se os valores, procura-se as verdadeiras pessoas mas somos constantemente enganados por falsos profetas que dizem sem sentir, que falam sem pensar. Há amores e amores, aqueles de uma vida inteira, tatuados no coração, vivos nas recordações. Depois há os outros, amores que nem assim deveriam ser chamados, simples enganos em que muitos dão tanto esquecendo-se do que é receber. Agarrar o mundo, condensar tudo apenas num viver único em que de sonhadores passamos a personagens reais, presentes naqueles momentos, vivos naqueles instantes. Tanto procuramos, tão pouco se encontra. Assim vamos vivendo, no erro humano de se dar valor ao que se perdeu, d…