Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2016

"Somos maiores... quando sonhamos!"

Imagem
São tantas as vezes em que pedimos uma só oportunidade, um momento só nosso... Lutamos que nem destemidos, enfrentamos barreiras e perigos... e somos tão altruístas na forma de sonhar. Não pedimos muito... apenas o nosso lugar. Um sítio em que possamos sentir, em que possamos viver, em que podemos sentir a liberdade de tudo aquilo que temos em nós. São tantas as noites em que as lágrimas escorrem pelo nosso rosto, em que caímos no desgosto de tudo aquilo que perdemos, de tudo aquilo que nunca tivemos. De tudo o que tanto queremos alcançar. Apetece-nos desistir.  Esquecermos tudo aquilo que queremos, entregarmos cada pedaço do que conseguimos querer. Querermos, somente, que o destino olhe uma vez para nos. E sentimo-nos sós. Tão despidos. Tão perdidos. Tão entregues ao desconhecido dos nossos próprios medos. Dos nossos mais terríveis fantasmas.  Esquecemos cada vitória, o que não conseguimos invada a nossa memória - e pensamos não conseguir nada daquilo que nos completa. São tantas mas tantas …

"Quero que saibas que te amo..."

Imagem
Por mais que o tempo nos afaste... que este meu corpo sinta falta do teu, que estes meus lábios procurem os teus beijos... Quero que saibas que te amo. Como da primeira vez, desde o instante em que te dei tudo aquilo que tenho em mim. Por mais que esta saudade não tenha fim... por mais que as minhas mãos só se completem nas tuas, Espero que me esperes, que lutes tal como eu, que acredites em todas as palavras e gestos que te dou sem qualquer temor. Por mais que saiba que isto tudo é amor... que os nossos corações pertencem um ou outro, Fica a saber que cada abraço será sempre tão pouco... para nos dar muito mais do que tudo aquilo que sabemos sentir. Por mais que as horas se esqueçam de nós, por mais que as noites pareçam ser tão sós... Só te posso dizer que aqui tens quem faz tudo por ti... quem luta muito para além da falta, muito para além do medo, muito para lá dos segundos tardios em que escrevo... sobre o que vivemos. Por mais que este tempo nos afaste... que a saliva se gaste em gritos…

"Porquê que partiste?"

Imagem
Talvez seja saudade... isto que sinto. Minto mais um pouco, e engano-me que voltarei um dia a te ter nos meus braços.
Mas os dias passam...
E com eles esta falta só sabe aumentar. O meu coração enche-se de vazio,
E nos meus olhos nasce um rio - de uma dor que não consigo explicar.
Talvez a saudade seja bem maior do que eu.
Talvez o tempo mostrou-me que um dia tudo se perdeu...
No momento em que partiste (sem te despedires de mim).
Não queria este fim...
Tu que sempre me prometeste que ficavas. Que me abraçavas nas noites em que me sentisse só -
Naquelas que tive de aprender a viver... sem ti.
A saudade é tão grande por aqui...
Chega a entranhar-se pela minha pele, a apoderar-se de todo o meu corpo e...
Por momentos... parece que te ouço - mentindo-me que ainda vives na minha vida.
E porquê que partiste?
Porquê que foste?
Porquê que não me levaste contigo?
São tantas perguntas (sem resposta).
 Tantas angustias disfarçadas de sorrisos, tantas memórias que sei que jamais consigo esquece…

"Pensa em mim... "

Imagem
Segura-me o medo...  Este que me faz esconder na solidão da saudade que sinto em mim. Liberta-me destes pensamentos, desta espera em que espero por ti, destas noites que parecem não querer ter um fim. Sem ti... tudo parece tão vazio, parece um rio de desejo, os gritos mudos que abafo em sorrisos, as fantasias que me fazem sonhar com o nosso abraço. Pensa em mim...  Muito para além desta distância, destas pontes que nos separam, destes sentimentos que nos agarram (um ou outro - para sempre...). Tudo aqui parece tão pouco... tão pouco como as horas que não passam, como os segundos que me abraçam - que me levam à certeza de quem és e sempre serás... parte de mim. Não sei viver sem ti...  Sentir-te em tudo aquilo que sou, em tudo aquilo que vivemos juntos.  E só te peço que me segures... que me agarres de vez! Conto até três e deixo-me ir no sono. Talvez seja ele quem me conhece, quem me embale nesta falta que sinto, neste meu peito tão destemido - e que hoje parece tão pequeno. Só penso …

"Se queres... agarra-me de vez!"

Imagem
Nunca gostei de meias palavras, de meios amores, de paixões normais.
Não gosto de desculpas - talvez por preferir viver a realidade do que se sente, e nunca a mentira daquilo que nem sequer se consegue sentir.
Gosto de viver a liberdade... aquela vontade de ter tudo num só abraço, num só beijo,
Numa só... cama!
Agora! Já!
Não me prometam o que não me podem dar, e muito menos me ofereçam algo para me comprar - porque eu já mais me irei vender!
Prefiro viver de pouco, aquele pouco que muitos dizem nada ter, e que eu tanto vejo nisso.
Se pudesse... vivia de pormenores.
São neles que vive a verdadeira essência das coisas, a vontade, é nesses pormenores que vive a insanidade dos nossos desejos mais proibidos, ou das nossas imaginações mais férteis.
Não gosto de meios segredos, de meios momentos, de noites mornas.
Não me contento com restos... e muito menos obrigo alguém a ficar ao meu lado.
Eu gosto é de poder amar sem qualquer barreira, amar como eu quero, amar quem eu quero.
Onde? Isso …

"Quero que saibas que estarei sempre aqui…"

Imagem
Quero que saibas que estarei sempre aqui… neste mesmo lugar. Neste mesmo sentimento que me arrasta contra o teu coração. Estarei presente, seguro de que te amo, muito para além de tudo o que te digo, de tudo o que falo – no silêncio do meu olhar que te confessa esta paixão. Quero que saibas que nada é em vão - cada luta que travo, cada medo que enfrento, sempre que me dou por completo e te pertenço (como me pertenço a mim mesmo). És e serás sempre tu… esta força que me move, este sonho que me acorda, que me revolta, que me leva a caminhos que pensei não existirem. E… enquanto estiveres a dormir, quero que me sintas muito para além das imagens, que sintas o toque da pele, o calor do sentimento, a verdade de tudo aquilo que somos juntos. Quero que saibas que irei correr sempre na tua direcção, que seremos a paixão, o choro e um sorriso – o que for preciso… só para nos sentirmos vivos. Quero-te em cada instante, da forma como és - sem mentiras, sem qualquer máscara, sem qualquer dúvida. Porque é…

"Não esperes que aconteça. Faz acontecer!"

Imagem
O que esperas? Esperas que a vida passe ao teu lado? Esperas perder todo o teu tempo? Esquecer-te de quem és? Viveres uma mentira? O que, realmente, tu esperas? Que o destino se lembre de ti sem que lutes pelo o que queres? Que a vida te ofereça muito mais do que aquilo que tu fazes para ter? Que o dinheiro te encha o coração de amor? O que tu queres? Abdicar de ti para viveres a vida que alguém escreveu para viveres? Venderes a tua alma ao sucesso e esqueceres quem, na verdade, te ama? Caíres na cama e não teres um abraço que te faça sentir calor? O que esperas? Que o teu caminho seja vivido na solidão dos teus próprios medos? Que guardes em segredos o que queres gritar? Que te acobardes ao receio que tens de falhar? Vive! Ama quem queres! Agarra-te ao que poderes - e não te prendas a um só lugar. Atira-te ao mundo, mergulha num beijo profundo e comete todas as loucuras que quiseres (por amor). Atira-te ao desconhecido, quebra o proibido e não vás por caminhos que não queres caminhar. Esquece p…

"Continuo a amar-te... depois de falhar"

Imagem
Se te pudesse dizer tudo... jamais deixaria o tanto que calei e não partilhei contigo. Faria muito mais do que aquilo que fiz, lutaria por nós até ao final dos nossos dias, enchia-te de certeza e não de tristezas. Se eu pudesse... neste mesmo momento, abraçava-te, juntava-te contra o meu peito e dava-te a segurança que sempre me pediste (e que eu não te soube dar).  Perdi-te! Pedi-te no momento em que te passaste a amar mais do que me amavas a mim, no dia em que decidiste colocar um fim. Em que foste, verdadeiramente, ser feliz. E se eu pudesse... Se eu pudesse, agora colocaria o meu mundo nas tuas mãos, colocaria todo o meu sentimento nos nossos beijos, toda a minha verdade naquele olhar em que fugi de ti, em que fugia de tudo o que um dia poderíamos ter sido. E eu fui cobarde... Fui tão cobarde quando te vi saíres e nem consegui dizer-te nada, que te motivasse a ficares nos meus abraços.   E se pudesse... só mais uma vez... Não me calaria mais. Não te causava mais "ais", e dessas …