Mensagens

Por mais que custe cair... tu tens sempre o dom de te levantares!

Imagem
Limpa as lágrimas... Levanta-te e olha em frente.
Enquanto tu existires... existe dentro do teu peito cada sonho,
Cada vontade que tens de vencer, cada momento em que tudo pode mudar.
Limpa essas lágrimas...
Vê que em ti vive muito mais valor do que aquele que todos possam imaginar,
Que nas tuas mãos está toda a força que tens para vencer.
E mesmo que caias....
Eu sei que terás sempre vontade de levantar-te,
De agarrares os teus sentimentos, de partilhares sorrisos,
De recomeçares tudo (de novo).
Mesmo que tudo pareça cinzento...
Que o mundo pareça parar, que a vida pareça te sufocar...
Chegará sempre a hora em que todas as perguntas encontrarão a sua resposta,
Em que o amor te bate à porta, em que o destino se desenha bem na tua frente.
E eu sei...
Eu sei que custa esperar, que custa sofrer, que dói perder, que sofre quem mais sabe sentir.
Mas...
O importante é não desistir. É não desistires de ti,
De tudo o que és, de tudo o que podes dar, 
De tudo aquilo que tu quiseres ser!
Porque... enquanto cada um …

Quem ama... nunca esquece!

Imagem
Não vás... Custa ainda tanto despedir-me de ti...
De tudo o que fui contigo, de tudo o que vivemos os dois.
Por mais que os dias passem...
Tento enganar-me ao fingir que ainda estás em mim,
Que te encontras em qualquer página virada da minha história,
Em cada abraço apertado - que hoje não passa de uma boa memória.
Dói-me saber que te perdi...
Que tive de me despedir, mesmo que a partida ainda não tenha chegado ao meu peito,
Que a dor seja maior do que qualquer sentimento imperfeito,
Que viva em qualquer ato de amar para além de tudo aquilo que sou.
Se soubesses a falta que me fazes...
Se ao menos eu pudesse dizer-te tudo aquilo que sempre foste para mim...
Partiste e deixaste-me aqui...
Neste silêncio em que fico a sós,
Nestes pensamentos que me invadem, nesta solidão que me abraça, 
Nesta ausência que não passa - mesmo que negue que algum dia me despedi de ti.
E eu só te peço...
Não vás...
Não saias do meu peito, não saias da minha carne,
Não saias do meu pensamento.
Porque...
Por mais que a vida nos ten…

"Nunca desistas de ti!"

Imagem
Quem Ama Não Esquece - Novo livro de André Sousa Encontre o novo romance de André Sousa em qualquer livraria, como aFnac, BertrandeWook



"Nunca desistas de ti!"

Nunca desistas de ti... e muito menos dos sonhos que sabes sonhar.  Por maior que seja o medo, por mais dores que o passado tenha deixado no teu coração... 
É e sempre será em no teu peito que vive a liberdade.
A vontade de poder ir mais além dos que as tuas próprias barreiras,
Do que os teus piores fantasmas.
Não percas tempo em hesitar, em ficar num mesmo lugar - 
Naquele que conheces e em que sentes que nada vai mudar.
Nunca desistas de tentar...
Mesmo que caias. Mesmo que erres. Mesmo que te arrependas.
A vida é tão curta...
Curta como um simples respirar, um pedaço de ar que nos entra no corpo, que nos rasga um sorriso no rosto, ou uma lágrima que nos faz recordar.
Não desistas de ti!
Não te acomodes a uma vida só porque "sim". 
Não deixes nada por viver. Nem por dizer. Nem por acontecer!
Deixa a tua marca naquilo que …

"Dói ver-te ires... para nunca mais voltares."

Imagem
Custa ter de ver-te partir...  Ires por um caminho em que os nossos olhares já nem se cruzem mais. 
Ires numa viagem em que já não nos fará sentir a firmeza de um abraço apertado. 
Dói ver-te ires... para nunca mais voltares.
Para nunca mais ver no teu sorriso um tanto da minha história,
Para ficares na memória de todos aqueles que pertencem a ti, 
A tudo o que sempre foste. A tudo o que sempre serás!
Custa-me passarmos a ser a distância...
A saudade que não se apaga. Aquela que só sabe crescer,
Que arde no peito, que escorre pelo rosto, que nos invade a alma de um sofrimento maior do que a nossa própria esperança.
Custa-me ver-te ai...
E eu sem conseguir segurar-te. Mesmo que corra não consigo alcançar-te - 
E esse é um sentimento tão grande de impotência que me deixa de rastos.
Dói-me despedir-me de ti...
Ou nem o conseguir fazer. Tentar virar as costas mesmo que o destino me arraste, me gaste por dentro, me mate por fora.
Custa-me tanto ter de ver-te partir...
E eu ficar... 
Nunca história em que j…

"Vai-te embora! Não quero viver um amor por metade."

Imagem
Não fiques por metade... Não quero ficar aqui na saudade, enquanto me engano que me amas, enquanto te espero - mesmo sem tu vires.
Não me prometas que irás ter tempo,
Se agora nem sequer me abraças, nem sequer me beijas, 
Nem sequer me desejas...
O meu corpo sente a falta de ser agarrado, amado, usado!
Ainda te lembras do que é isso?
Será que não te esqueceste de me dar prazer?
Mas nada agora me dás, nada disso me fazes sentir,
Aquele prazer... Aquele nosso prazer...
Fico assim... sem saber o que é esse amor que dizes ter,
Se tudo o que eu mais sei é que nada me dás.
Que não me cuidas, que não me ouves, que não me queres.
E eu peço-te para ires...
Mas que vás para nunca mais voltares.
E que deixes a porta aberta...
Pata entrar alguém que me faça sentir realmente... feliz!



"Não quero viver num mundo como este..."

Imagem
Não quero... Não quero viver num mundo como este. 
Num lugar em que o amor se perde na guerra, 
Em que as lágrimas escorrem dos olhos de quem sofre,
Das almas de quem pede um pouco de compaixão. 
Eu não quero...
Não quero sentir a amargura que tantos sentem,
A frieza de ver uma criança morrer numa praia que deveria ser o seu refúgio,
De ver uma mulher caída na rua... depois de perder uma batalha,
Contra quem sempre lhe agrediu o futuro e o coração.
Não quero ver a fome em cada corpo, em cada rosto que se vê marcado por cicatrizes,
De palavras caladas... de quem apoia a morte desta terra. 
Eu não consigo... por mais que tente não consigo compreender como chegamos aqui...
Como estamos neste fim... sem sequer tentarmos voltar atrás.
Mas que mundo é este em que eu vivo?
Em que as pessoas deambulam pelas avenidas desertas,
Em que os jovens não podem sonhar, em que os homens não podem em amar, em que os idosos só têm de morrer?
Que mundo é este?
Em que a solidão vive na porta ao lado, em que ninguém é respei…

"Aquele amor que nos salva e nos mata (ao mesmo tempo)"

Imagem
Procuro em ti um pouco de mim... De tudo aquilo que um dia fui quando te amei o corpo, quanto te amei o coração.
E dói-me que tenhas ido...
Que me tenhas esquecido nesta cama evacua, nestas vozes que me cingem,
Que empurram o que subsiste de mim... contra a solidão desta inexistência sem fim.
Eu e tu já fomos muito mais do que tudo.
Mais do que o mundo que nos roubava o sorriso, do que aquele destino que nos lacerava o peito em pedaços repletos de medo.
Já fomos o desassossego, espectros de uma paixão que renasceu,
Que nos ofereceu o instinto mais selvagem que alguma vez pudemos os dois conhecer.
E eu indago ainda por ti...
Mesmo a sofrer... insisto que não posso esquecer tudo aquilo que és,
Tudo o que me concedeste em cada palavra que me plenificava o âmago e me extorquia a tormenta, 
Que enfrentava cada descoberta... de um desconhecido que não nos prendia os passos.
E eu continuo a procurar-te...
Em qualquer parte em que a vida seja vivida no expoente de um beijo,
Na epinefrina de um desejo, de um…