Mensagens

Não percas os teus sonhos pelo caminho...

Imagem
Porque é que nem sempre valorizamos? Passamos ao lado de todos aqueles que são importantes,
Esquecemos os sentimentos que temos no coração...
E desistimos de tudo aquilo que nos faz felizes.
Porque é que temos medo de voar?
De agarrar o destino? De experimentarmos o proibido?
De beijarmos quem nos faz suspirar?
Porque é que não acreditamos tantas vezes no nosso valor?
Sujeitamo-nos aos restos de quem não nos ama,
A cada palavra calada que não nos aquele a alma, 
E nos entregamos a uma cama vazia.
Porque é que só damos valor quando perdemos?
Porque é que só lutamos quando nos arrependemos?
Porque é que só pedimos desculpa quando já tantas vezes errámos?
E falhamos...
Tantas vezes falhamos...
Sempre que não nos damos, sempre que nos anulamos...
Nos calamos...
Não nos amamos...
Não nos desejamos...
Não nos respeitamos!
Porquê?
Porque é que adiamos tudo aquilo que queremos fazer?
Porque é que seguimos caminhos que não queremos?
Estradas em que não nos revemos?
Histórias que depressa se tornam em pesadelos?
Não ent…

Vem matar-me o desejo...

Imagem
Mata-me o desejo que sinto de ti... Aquele que me faz despir a roupa,
Que me faz entregar,
Que me leva a dar-te tudo aquilo que sou.
Vem...
Sacia o meu corpo,
No meio da cama, tanto e pouco,
No meio de tudo aquilo que somos...
Só nós dois.
Dá-me muito mais do que a tua pele,
Do que aqueles beijos molhados,
Do que aqueles sonhos acordados,
Do que aquela cama desfeita por nós...
Não me tentes negar aquilo que desejo,
Aquela vontade de te ser,
De me perder...
Nos orgasmos que temos os dois,
Na vontade que temos depois...
De voltarmos a repetir só mais uma vez.
Mata-me nesse teu desejo...
Nesse corpo que é meu,
Neste meu corpo que é teu,
Neste Homem que te ama...
Assim como te deseja...
Todos os dias da sua vida.



Sabes o que é morrer de amor?

Imagem
Sabes o que sinto? Que nem sempre somos tão fortes como deveríamos ser.
Que fraquejamos, que sofremos, que tantas vezes perdemos... e nem sequer conseguimos ver o que ganhamos.
Olhamos as nossas dores e esquecemos os nossos sonhos, entregamo-nos à dor e nem sequer vemos o amor.
Somos apenas... sombras dos nossos medos.
Sabes o que sentimos?
Que tantas vezes nos descobrimos e nos perdemos,
Que ficamos parados com medo de falhar, erramos por não querermos errar, choramos só para ninguém nos ver sorrir.
E nem sequer sabem o que custa partir...
Partir sempre quando queremos ficar.
Enganas-te se acreditas que podes fugir do amor,
Se podes largar tudo aquilo que conheces e entregares-te ao destino.
Esse destino... vive dentro de ti,
Desse coração que bate, dessa tua carne que sente, dessa tua boca que deseja beijar.
Por isso... entrega-te,
Liberta-te de pudor. Faz amor com quem quiseres,
Rasga a tua roupa, marca a tua pele, tatua o teu sexo,
Mas nunca te enganes!
Nunca passes ao lado da tua vida!
Nunca sejas …

Dói ver-te morrer... em mim...

Imagem
Por vezes dói sentir... Sentir a despedida. Despedir-nos de quem tão importante é para nós...
Sentimos aquela dor que não conseguimos explicar,
Agarramo-nos às memórias que ficam... e tentamos enganar-nos ao pensar que um dia voltaremos a sentir aquele abraço.
Vivemos uma despedida que jamais conseguiremos esquecer...
Calamos o sofrimento e tentamos sorrir para o mundo,
Enganando todos aqueles que acreditam que somos mais fortes do que aquilo que conseguimos ser.
Vemos partir um pedaço de nós... o nosso coração grita...
O nosso peito sangra e a nossa alma morre aos poucos... 
Sempre que nos morre alguém... é como se nos matassem por dentro.
Olhamos o horizonte... limpamos as lágrimas, 
Prometemos que vamos seguir em frente mas alguma coisa nos empurra para trás,
Para baixo, tão baixo que conseguimos sentir o cheiro da terra que cobriu aquele corpo que arrefeceu - mesmo que nós tantas vezes tentemos voltar a chamar à vida.
E dói...
E essa dor, por mais que se tente explicar, não se explica,
Sente-se …

Nunca tenhas medo de ser quem ÉS!

Imagem
Por mais que sinta medo de ir... Sei que está na hora de despir todo o receio que tenho de falhar,
De rasgar todas as imagens de um passado, de curar todas as feridas de um coração mal amado...
Que chegou o momento de... seguir,
De agarrar o presente, de eu próprio ser o futuro...
Do meu sorriso ser maior do que as minhas lágrimas.
E não minto que queria ao menos saber se tudo irá valer a pena,
Se ir por este caminho é um erro... ou um feliz acaso,
O resultado dos meus sonhos, da força que guardo em mim,
Daquela minha certeza que tenho de que ser diferente jamais será mau.
E errei.... confesso que já errei,
Quando sufoquei tudo aquilo que mais queria, quando chorei em noites em que vivia na fantasia...
Quando pensava que fugir podia resolver alguma coisa.
Por isso, agora estou aqui...
Este sou eu. Despido de tudo, aberto de braços para o mundo,
Na esperança de que o caminho me leve até aos meus sonhos,
Que a vida seja o espelho de tudo aquilo que eu tanto luto e lutei.
Porque, por mais que se falhe no…

"Adeus..."

Imagem
Há dias em que temos de saber desistir... Deixar de seguir um caminho que nos faz magoar,
Uma incerteza que se torna na certeza de que o destino não é por ali.
Há dias em que as lágrimas escorrem pelo rosto,
Enquanto a caneta passa por uma folha gasta,
Por uma série de sonhos que se perdem na neblina do olhar.
É nessa altura que se vê que é melhor parar,
Estancar o choro e acalmar o coração -
Porque não vale a pena ficar mais,
Porque já nem sequer tudo isto tem mais sentido.
Há dias em que temos de aprender a virar as costas,
A largar tudo e a todos os que nos fazem e fizeram mal,
Perdoar as falhas de quem nos infligiu dor
E dar amor a quem nos abraça com todo o sentimento.
É nisso que acredito:
Que mais cedo ou mais tarde a vida nos mostra por onde seguir,
Qual o rumo que temos de saber tomar.
Hoje vejo que o meu não passa por estas linhas,
Não passa por estas palavras,
Não passa por estes sentimentos que nem eu próprio mais quero sentir.
Porque a vida não é nem nunca será um mar de rosas,
Mas também jam…

Talvez isso do amor também faça doer...

Imagem
Talvez isso do amor também faça doer - Sempre que o nosso coração se parte em mil pedaços,
Sempre que coleccionamos um mar de desilusões.
Somos empurrados para o vazio dos nossos sentimentos,
Para um coração que se veste de negro e que nos faz adoecer.
Talvez o amor também nos sirva para crescer - 
Sempre que a saudade se agarra ao nosso ser,
Sempre que o nosso corpo se perde naquelas aventuras perdidas em que acreditamos que podemos esquecer.
Somos largados assim ao destino: perdidos em pensamentos, em fragmentos, em memórias que tentamos apagar.
E talvez seja aí que falhamos - 
Sempre que acreditamos que conseguimos deixar para trás tudo aquilo que não conseguimos largar,
Sempre que defendemos que o amor é uma merda,
Sempre que afogamos as nossas mágoas em alguém que nem sequer desperta em nós amor.
É tão tramado amar...
Quando o amor nos causa dor, quando o sentimento nos faz desacreditar,
Quando fazemos de tudo para sermos felizes,
Mas ao mesmo tempo só nos sabemos magoar...