Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2017

"Dói-me ter de existir"

Imagem
Dói-me o peito inflamado pela dor - Por me olharem como um senhor,
Sendo eu, apenas, o vazio.
Dói-me ver este rio que passa por mim,
Que me revela que estou próximo do fim,
E mesmo assim ainda sei acreditar nos meus sonhos.
Dói-me ser o silêncio,
E finjo nem querer saber, nem saber de ti.
Visto-me de escravo e de parvo.
E saio para a rua... sem saber mais de mim.
Engano tudo, o mundo, a saudade, 
Engulo um copo de insanidade e nem sequer olho para trás.
Dói-me não ter paz.
Viver nesta agonia de não ter
E ter muito mais do que aquilo de que eu preciso.
Perco o juízo e nem quero mais olhar,
O amor acaba por se dissipar e eu nem sei o que é sentir.
Dói-me ter de existir.
Se tudo o que eu mais quero é nem sequer contar,
Esquecer-me de tudo o que vivi. De quem conheci.
Ser escravo de uma paixão ruim,
Ou olhar nos olhos de uma prostituta que nem sabe de ti.
Dói-me olhar isto tudo,
E ver que o mundo não me pertence. E ver que eu não quero estar assim...
Porque enquanto eu me lembrar que não somos um fim,
Serei pedaç…

"Enquanto formos paixão... é no nosso olhar que vive o futuro."

Imagem
Enquanto este amor bater no meu peito... amar-te-ei de verdade. Amarei o teu corpo, a tua pele, a tua alma - sempre que a calma da noite cai sobre nós,
Sempre que não estamos sós... sendo um do outro.
Enquanto formos paixão... é no nosso olhar que vive o futuro, é nas nossas mãos que encontramos o destino, é em ti que encontro o sentido do meu viver.
Enquanto a chama arder... iremos fazer de tudo para vivermos a intensidade,
A vontade que nos corre nas veias, o desejo que nos invade as artérias
E que nos leva à loucura de nos apaixonarmos todos os dias da nossa vida.
Enquanto formos esta fantasia... teremos sempre a capacidade de sonhar,
De amarmos muito para além de nós mesmos, muito para além dos medos passados - 
Daqueles que ficaram encerrados... na certeza de que agora estamos a viver tudo o que sempre quisemos.
Enquanto este amor bater no meu peito... sei que não serei perfeito,
Que te amarei na imperfeição de tudo aquilo que sou, nas palavras incompletas, 
Nos poemas que te escrevo nas hor…

"O amor... é mais forte do que a morte"

Imagem
Enquanto a noite cai fria lá fora... escrevo para ti.
A saudade em mim é maior do que os meus próprios sonhos,
E as memórias invadem o meu coração, ferindo-o.
Sinto-me cansado. Sinto-me esquecido.
O destino fez com que o teu corpo voasse para longe de mim,
E nas minhas mãos só encontro um fim... de tudo aquilo que já fui.
Em segredo ainda tento procurar-te,
Pelos corredores vazios desta casa, deste pedaço de nada,
Em que me afundo no sentimento que dividimos um dia os dois.
Enquanto a chuva bate na janela deste quarto... danço na minha solidão,
Na imensidão das dores que sinto, das angústias que tomam conta da minha pele,
Da vontade que um dia desvaneceu - ao partires por aí.
Não sei ficar aqui sem ti. Sem que me toques e me abraces,
Sem que te enlaces nos meus braços... enquanto somos mais do que dois amantes.
Enquanto tu não voltares... eu não voltarei a ser teu.
E eu sei que partiste numa viagem sem regresso, e eu fiquei aqui sozinho.
E enquanto a noite cai fria lá fora... existe a tua falta que m…

"Se um dia nós os dois formos saudade... há quem ficará a saber que sempre fomos amor."

Imagem
Se um dia nós os dois formos saudade... há quem ficará a saber que sempre fomos amor. Que a vida passou pelos nossos dedos. Pelas mãos entrelaçadas e pelos abraços que nos uniram para sempre.
Que aproveitamos cada momento. Todos os segundos em que ganhamos e perdemos. Em que acertamos... e falhamos.
Se um dia nós os dois partirmos... ficará para sempre a nossa história,
Nas palavras escritas que te deixei. Nos poemas de um amor mais forte que tu me escreveste. 
Porque seremos sempre imortais para quem se lembra de nós. Estaremos sempre vivos... para quem nos sente.
Se o dia chegar e os dois passarmos a ser pó...
Seremos o pó das estrelas. O brilho de uma paixão que nos fez sentir mais completos, a pureza de um oceano de vontade que agarramos sem ter medo de perder.
Se um dia nós os dois formos saudade... é porque deixamos a nossa marca.
É porque passamos e olhamos, é porque tocamos e sentimos. É porque sonhamos e dividimos...
Esse sonho tão bom - que partilhamos com todos os que sabem... amar.



"Se partires... leva-me contigo. Leva-me o coração."

Imagem
Se um dia tiveres de partir... espero que vás com todo o amor que poderias sentir.  Com todo o sentimento que te dei, com todas as noites em que vivemos o amor.  Espero que vás na certeza de que foste feliz, de que a meu lado a vida foi vivida, sentida, repartida - em cada sonho que sonhamos os dois. Se um dia tiveres de ir... saberás que o meu coração irá contigo, Para qualquer que for o destino. Para mais longe que a vida te levar. Saberás dentro de ti tudo o que é amar, amar muito para além do corpo, amar cada saudade.  Amar cada silêncio... que nos diz a verdade. Se um dia tiveres de partir... quero que saibas que eu não sei ficar, Porque se ficasse seria para te ter, e se não te tiver nos meus braços nada mais fará sentido. Nada terá o mesmo significado. Por isso... Se ires... leva-me contigo.  Para onde fores. Para onde te levarem.  Leva-me o coração.  Deixa em mim a nossa história. 

"Quero que saibas que te amo tanto..."

Imagem
Não consigo deixar de te sentir... O meu coração pertence-te em qualquer lado que estejas, 
Em qualquer caminho que sigas. 
O meu amor por ti é mais forte que tudo, 
Mais forte do que o próprio mundo... ou do que a distância que nos separa.
Quero que saibas que te amo tanto...
Tanto que não consigo dizer-te tudo o que sinto,
Sempre que te olho nos olhos, sempre que te abraço,
Antes de partires.
Não sei viver-me sem viver-nos,
Sentir-me sem sentir-te. ser-me sem ser teu.
Sem dar-te o meu coração, sem dar-te todo o meu amor,
Sem pedir nada em troca.
Não consigo ver-te ir sem deixar o meu coração ir contigo,
Para poder bater no teu peito, para fazer de nós liberdade - 
Em cada segundo em que somos saudade.
Não consigo deixar de sentir-te...
Porque se o deixasse deixaria-me morrer,
Para nunca mais amar...
Como te amo a ti. 



"Serei teu... por toda esta vida!"

Imagem
Serei teu... por toda esta vida. Por todas as vidas que podermos viver.  Serei o que sempre sonhaste, quem te segura nos momentos em que o teu mundo parece desabar, nas noites em que a saudade escorre pelo teu rosto num choro descontrolado.
Serei o teu herói.
O teu companheiro das aventuras mais loucas, daqueles momentos em que nem sequer se olha para trás.
Quero ser a tua paz. 
Quem aquece a tua cama nas noites frias de Inverno, quem te sara cada ferida do passado. 
Eu quero ser mais do que um simples namorado. 
Eu quero ser o teu porto-de-abrigo!
Serei o teu melhor amigo... 
A mão que te agarra. Quem te faz acreditar que podes viver os sonhos que tens em ti.
Quero estar contigo até ao meu fim... 
E sei que esse fim será sempre pouco tempo. Porque a teu lado tudo passa a correr. 
Os segundos não são sentidos e tudo o que mais peço é que as horas demorem a passar.
Serei o teu respirar. O teu acreditar. O teu mais altruísta acto de amar.
Porque contigo tudo é tão intenso. Porque contigo eu sou tão e…

À Mulher da minha vida... a minha Mãe.

Imagem
Aprendi a amar no dia em que ensinaste o que era o amor, no instante em que me abraçaste nos teus braços e ficaste em silêncio – enquanto as minhas lágrimas escorriam pelo rosto. Foi a teu lado que já enfrentei tanto na minha vida, tantas voltas e reviravoltas, tantos instantes em que o tempo parecia correr contra mim, ferindo-me o corpo, marcando-me… o coração. Aprendi a sorrir ao ver-te sorrir, ao olhar-te nos olhos e sentir todo um mundo para além deles, todo um segredo só nosso, meu e teu, teu e meu. Tantas são as horas que partilhamos juntos, tantos projectos e tantos choros – e tu sempre me abraçaste, e tu sempre me ouviste, e tu, minha mãe, sempre me confortaste. Tens um coração de guerreira, talvez o coração mais verdadeiro que algum dia vou conhecer, que algum dia vou sentir – porque foi com o bater dele que o meu começou a bater, porque foi com todo o amor que habita nele… que eu gerei-me: dentro da tua carne, dentre de ti. São tantas as memórias e tantas as recordações que …

"Por mais que tentes... os verdadeiros amores nunca se esquecem."

Imagem
Se um dia fores… leva-me contigo no coração, Na memória de tudo o que vivemos, dos beijos que demos, dos abraços que nos juntavam um ao outro.
Se um dia partires… não partas sem mim,
Sem este coração que te ama, sem este homem que luta por nós – 
Em todas as horas da sua vida.
Se um dia decidires ir… não te esqueças do que fomos,
Das promessas que fizemos, das noites em que nos amamos, do desejo que sempre sentimos.
Porque não existe histórias que se apaguem, 
Porque existem amores que ficam para sempre cravados no nosso coração.
E o nosso amor é um desses, daqueles que vivem para além do nosso próprio viver.
Que resistem a qualquer barreira que possa surgir. 
Se um dia fores… lembra-te de tudo o que te disse,
Dos nossos olhares, dos nossos lugares, dos nossos segredos.
Lembra-te que estarei contigo, por mais que me tentes apagar da tua memória,
Por mais que sigas com a tua história…
Existem tempos em que a saudade vem nos abraçar.
Por isso…
Se um dia partires… eu irei contigo,
Segurarei na tua mão, cu…

"Porquê que tudo é complicado?"

Imagem
Porquê que não posso ir se só quero ficar? Ficar onde não sei, acompanhado de quem nem conheço,
Lembrado de me esquecer.
Porquê que não posso correr se só sei andar?
Andar por lugares que não são lugares, por caminhos que não são caminhos,
Por saudades que não sabem morrer?
Porquê que tenho de ser se não o quero?
Querendo, apenas, existir sem saber o que é existir,
Sentir sem sequer ter coração, viver a paixão que não sei conhecer.
Porquê que tenho de ficar se quero ir?
Para onde nem sei seguir, por onde não sei existir,
Existindo só porque sim...
Porquê?
Porquê que tudo é complicado?
Se no simples é mais fácil, ou então é mais fácil acreditar que simplesmente nada é difícil.
Porquê que não posso, somente, não ser?
Não ter de sentir sem o querer, não ter querer para sentir.
Apenas deixem-me ir...
Ir para não querer mais voltar. Ou voltar para nunca mais partir.