No teu poema...

Acreditar, viver um presente desenhado à nossa maneira. Viver, construir história onde apenas existem dias. Sentir, pintar de todas as cores os segundos em que damos tudo de nós. Amar, algo tão simples, algo tão esquecido. Viver, tudo o que se quer, tudo o que se ambiciona. A força que temos determina o nosso caminho, os amores que se vive moldam o nosso amar, as pessoas que marcam permanecem em nós, nós permanecemos nelas. O que vale a pena deve-se agarrar, segurar, plantar e fazer amadurecer. Uma história não será igual duas vezes, uma oportunidade não se encontra todos os dias e um grande amor, um amor de verdade, reside em quem luta, em quem acredita, em que faz da música, poesia, do sentimento, vida, do sonho, realidade...





Comentários

  1. Olha nem mais, acreditas que hoje à coisa de 20 minutos, coloquei um post com fotografias do Amor Electro, e tive o prazer de ouvir esta musica ao vivo, faz precisamente hoje uma semana :P

    Quanto ao teu texto, como sempre impecável, nem há muito a dizer, se não a dar os Parabens! continua.

    P.s: Nao é a priemira vez que refiro isso, mas mais uma vez adoro a forma como conjugas a musica aos teus post, formas o casamento perfeito

    Forte Abraço

    ResponderEliminar
  2. As pessoas permanecem em mim, mas não eu nelas, acho que estou amando errado. Uma oportunidade não se encontra todos os dias.
    Retratar-te bem o que sinto agora. Gostei muito de ler-te. Beijo grande!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário