Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2015

"Magia"

Imagem
Foi quando me dei, quando tu te deste, Que o amor cresceu em nós, Que o sonho passou a ser real, Vivido a dois - a um só coração. Foi no nosso abraço, apenas no nosso beijo, Que os dias passaram a fazer sentido,
O medo viu-se desaparecer e
Os dois... nos amamos em verdade.

Foi quando me dei...
Que a força em mim cresceu,
Que passei a acreditar no sentimento,
Agarrando todo o firmamento,
E as estrelas que te ofereci, em segredo.

Foi quando tu te deste...
Que me tornei num homem melhor,
Num lutador que faz tudo para te proteger,
Para te fazer sorrir.
Nas horas em que nos amamos loucamente,
Em que nos cuidamos incessantemente.
Em que somos... unos batimentos.

Foi quando nos demos...

Que a magia passou a ser real,
Que largamos o passado e todo o mal,
Descobrindo que amar é bem mais que amor,
É um sentimento tão superior...
Que só nós o sabemos conhecer.
Amo-te.




Não se esqueça de deixar o seu voto no poema "Não quero ser quem não sou!" A sua ajuda é necessária.  Para votar, apenas basta clicar no link que se…

"Molda-te no meu abraço"

Imagem
Molda-te no meu abraço, Fica para além das horas... no meu corpo, Habitando cada recanto do meu coração, Cada sonho que partilho, contigo. Perde-te no meu olhar e desvenda... Cada segredo que só a ti sei contar, Cada memória que coleccionamos em sorrisos, Nas noites em que adormeces no meu peito, Contando cada estrela que se ergue... Ao nosso sonhar. Envolve-te no calor da minha pele, Marca-me em beijos e abraços, Enrosca-te no desejo que não consigo negar,
No prazer de te poder tocar,
Fazendo de ti... parte do meu ser.
Ouve-me no silêncio das minhas palavras,
No batimento deste meu peito pujante,
Na chama que nos torna amantes,
Muito mais que simples metades.
Sê a minha complementaridade,
Por mais que o tempo passe,
Por mais que a saudade se enlace,
Me trespasse.
Te embarace.
Molda-te apenas ao meu corpo.
Eu, eu moldo-me para sempre...
Em ti.



Não se esqueça de deixar o seu voto no poema "Não quero ser quem não sou!" A sua ajuda é necessária.  Para votar, apenas basta clicar no link que se encontra na b…

"Melodia"

Imagem
Vem... enlaça-te no meu corpo e dança ao som da melodia, Do batimento dos nossos corações que se expressam em sintonia, Na magia dos sonhos em que embarcamos,  Fazendo do nosso âmago a carne vivida do desejo que sentimos. Ouve-me... ouve o som que emana do meu peito, Deste sentimento refeito que coloco nas palavras que te escrevo, Nos versos mudos e calados - sussurrados ao teu ouvido.
Embarca comigo... nas ondas deste meu oceano de vontade, No som que arde à clareira do destino que se trespassa em saudade, Fazendo de nós complementaridade (compassos perfeitos que se conjugam, em canções). Revolta-me! Seremos muito mais que multidões, Quebatutas pujantes que marcam o tempo, que alcançam o firmamento, De quem se entrega ao amor - como verdade vivida, por completo. Então vem... vem, e ouve-me... O meu peito será a caixa demúsica que te enche de vida, Os tambores que ecoam na partida - Na esperança de ser muito mais do que a morte, De ser a eternidade de tudo o que somos, De tudo aquilo por que lutamos, Na

"Foi no tempo, e apenas no tempo..."

Imagem
Foi no tempo e apenas no tempo, Que o nosso destino se cruzou, Entre medos e feridas marcadas. Deixámos o passado e despimo-nos de segredos
(sendo apenas nós: por inteiros).
Foi nesses dias em que desacreditava no amor,
Que tu revoltaste o meu peito, mostrando o sentimento -
Revelando que podemos ser mais do que fomos,
Que poderemos ser amados - como sonhamos.
Foi no tempo, e apenas no tempo,
Que rompeste a minha solidão,
Que penetraste no meu coração e...
Fizeste de mim um homem vivo: por dentro.
Foi com esse sentimento, com toda a minha paixão,
Que arrisquei entregar-me nos teus braços,
Que envolvi o teu corpo no meu abraço,
E partilhei contigo... os meus sonhos.
Foi no tempo, e apenas no tempo,
Que esperei por um amor maior,
Um ser superior com quem pudesse respirar,
Amar na liberdade do meu ser,
Na verdade de tudo o que sou: contigo.
Foi a teu lado que enfrentei o perigo,
Que derrubei todos os meus fantasmas,
Que rompi com todas as barreiras,
Que atravessei fronteiras.
Foi no tempo, e apenas contigo,
Que ac…

"Matem-me"

Imagem
Roubem-me o coração… as palavras que escrevo, Os sonhos em que sonho – o que vejo: ao sentir. Roubem-me o respirar, o acreditar de tudo o que vivo, O futuro por que luto – sem nunca desistir. Roubem-me a esperança e lançem-me na escuridão, Digam que não existe paixão… Que o amor é quem nos mata... quem nos impede de viver. Roubem o meu sorrir, deturpem-me a face, Envolvam-me em saudade e deixem-me partir. Roubem-me a vida, coloquem o meu corpo às balas, Matem-me o sentimento! Rasguem-me o contentamento! Façam de mim… esquecimento. Roubem-me as memórias que guardo, o fogo que arde, O desejo que sinto e… Não minto – ROUBEM-ME O RESPIRAR! Roubem-me as melodias e os cheiros, Tudo o que vejo e em tudo o que acredito. Roubem-me o momento, o tempo e os segundos, Em que sou tão pouco (como os erros que cometo). Roubem-me o mundo. As pessoas. Os lugares. Façam tudo isso sucumbir, partir e largar-me, Largando-me no nada e… Nesse nada em que ficarei. Nada posso ter, nada por ser mas… CONTINUAREI A AMAR-TE – mesmo que m…

"Amor maior"

Imagem
Há dias em que custa ser forte, em que acreditar no sonho… É acreditar numa força maior - que nos faça arriscar o coração. Somos convidados a saltar, a fechar os olhos e atirarmos o corpo, Num precipício sem fundo, no desconhecimento do vazio. O amor é mesmo assim, uma flecha que nos atinge o peito, Que nos fragmenta em desejos e em memórias que nos marcam… A alma. Talvez nem sempre seja fácil amar, nem sempre seja fácil sermos amados, Daquela forma verdadeira que tanto sonhamos e pela qual lutamos (todos os dias… da nossa vida). É tão mas tão bom quando amamos um sentimento real, Quando temos umas mãos que seguram todo o nosso coração, Que nos apertam junto a si e… connosco partilham um só respirar. Há dias em que tudo pode custar, em que a saudade seja maior, Em que gritamos a falta, a falta do abraço e o calor do beijo que não conseguimos… Alcançar. Amar não é apenas isso, é muito mais do que as palavras que se escrevem, Muito mais do que os olhos conseguem ver.

Contigo, aprendi isso mesmo – amar é …

"Desculpa-me"

Imagem
Custa-me a distância e a saudade, Ter de partir enquanto o tempo arde, Na falta do abraço (que me mata). Dói-me o corpo ao não sentir-te, No meu peito, no meu coração, Em respirações partilhadas, Em beijos dados – na cumplicidade do olhar. Custa-me ter de partir, De deixar o que é viver e sentir, De te ver a olhar e as minhas lágrimas… Caírem pelo meu rosto: em dor. Custa-me! Custa-me não ser mais do que sou e… Deixar-te sem abrigo, Partir neste caminho, pensando somente… Em voltar. Desculpa-me… Perdoa-me ter de ir, De ir para onde não quero. De estar onde desespero.
Custa-me a distância… Custa-me não te ter aqui. Custa não estar ai. Apenas quero que saibas… Que te amo.



"As palavras que são somente... tuas"

Imagem
Amei-te, desde o primeiro momento... meu amor. Nas memórias que assolam a minha alma,
Revoltando o meu peito - enchendo de lágrimas o meu olhar.
Preciso que me digas que este amor será eterno,
Que sou o único homem que amas,
Que sou eu quem te faz sorrir para além das horas tardias.
Amei-te em tantas noites frias, nesta cama embebida com o teu cheiro,
Dos momentos em que nos entregamos sem medos
(cuidando das feridas de que éramos compostos,
Dos passados negros - que apagámos em fantasias).
Amei-te, desde o primeiro toque e do primeiro beijo,
Quando te confessei que o todo o meu sentimento era teu,
Que jamais abandonaria todo o nosso destino - 
Fazendo de ti a metade deste meu coração que te dei.
Amei-te, desde o instante em que rompi as amarras,
Em que a teu lado conheci a liberdade de amar, e ser amado,
De entregar tudo o que tenho, de me tornar vulnerável ao querer.
Foi contigo, e somente contigo, que passei a viver,
A conjugar uma vida a dois corpos, a um abraço e
A uma eternidade de promessas cumpr…

"Não me deixes partir..."

Imagem
Não me deixes aqui... nesta espera, No meu peito que grita por ti, Na noite em que a saudade chora, Em que o meu corpo se revolta, Em que o sonho... parece faltar.
Não me deixes partir... meu amor,
Embarcar nesta viagem que me mata,
Na ausência do teu coração,
Na falta do teu ser - para abraçar.
Não me deixes... não me negues este amor,
Agarra a minha mão...
Sente apenas o meu coração,
E deixa-te ficar em mim.
Não me deixes aqui... nesta cama,
Entre estas quatro paredes que me prendem,
Nas memórias que abraço,
Nas lágrimas que me escorrem pelo rosto.
Não me deixes partir... Segura-me!
Enlaça-te no meu destino, 
Devolve-me o acreditar e faz-me amar...
Amar-te ainda mais que te amo.
Querer-te ainda mais do que te quero.

Não me deixes aqui... fica comigo.
Mais cinco minutos...
Uma vida inteira.


"Pontes"

Imagem
Amar-te-ei neste meu peito que grita, Na noite em que a saudade aperta, Em que do meu olhar... escorrem sonhos. As lágrimas doem, doí sentir-te longe,  Separados por pontes, rios e mares - Por oceanos de pedidos de abraço. Amar-te-ei nos medos que enfrento, Nas lutas que travo todos os dias,  Só para que que te possa ter nos meus braços, Ver-te adormeceres no meu peito e... Sorrires para mim. Amar-te-ei, para além do fim, Para lá das palavras que só nós entendemos, Que só nós escrevemos - na cumplicidade do sentimento. Amar-te-ei no firmamento. Amar-te-ei sempre. Amar-te-ei... ETERNAMENTE.

"Esquecimento"

Imagem
O destino que me leve... que me revolte o corpo,
Morto pelo cansaço e faminto de sentimento.
Que me rasgue, que trespasse o meu peito em lâminas,
Em ardentes desejos, insanos beijos.
Loucos segredos...

O destino que faça o que quiser de mim...
Que me leve para um lugar em que não estive,
Que deturpe o meu olhar em negros presságios,
Em desditas promessas - esquecidas no tempo.
Eu irei...
Seguirei o rumo que o sonho me leva,
No erro de ser humano (na imperfeição do meu corpo).
O destino que me leve... que dissipe todo o meu querer,
Que me jogue ao fogo, que me faça arder em labaredas
Em oceanos imensos - que tantos desconhecem.
Eu irei no destino... sem temor e sem medo,
Amando quem amo e vivendo tal amor,
No melhor e no pior - como a certeza que amo.

Então...
Rasguem-me a pele e arranquem-me o coração,
Façam da minha carne esquecimento,
Das minhas palavras firmamento. Que eu...
CONTINUAREI A AMAR QUEM AMO!



"As palavras que te escrevo..."

Imagem
Não partirei... não irei,
Nesta viagem que me rouba o sonho,
Nesta despedida que me sufoca a alma.
Amar-te-ei neste momento,
Em tudo o que tenho, 
Com tudo o que sou
(com a força que em mim... desconhecia).
Desculpa-me...
Por vezes ter de ir e dizer-te adeus,
Agarrar o meu destino e...
Adiar o nosso beijo.
Não partirei... não irei mais!
Porque mesmo que me vejas ir,
Todo o meu viver estará contigo,
No coração que te entreguei,
No sentimento que te dei...
Para o viveres a meu lado.
Hoje e sempre
Eternamente...
Amo-te.



"Perde-te comigo... para sempre."

Imagem
Não vás… fica em mim. Apenas mais um momento, Uma eternidade que vivemos Nas lutas que lutamos, Na saudade que matamos… Em abraços apertados - fica no meu peito. Não vás… não sigas outro caminho, Fica no meu abraço, Enlaça-te no meu destino. Faz de mim o teu herói. Não partas… fica! Já me basta a dor das despedidas, As horas vazias, Em que não estas a meu lado. Não vás… não me deixes no sonho, Na falta do teu corpo, Na falta da tua alma
(na falta de tudo). Não partas… fica em mim, Não apanhes esse comboio, Não embarques no desconhecido. Perde-te comigo…
Para sempre.

"Dor"

Imagem
A nudez... doí-me.
Doí-me o fado - o fardo - o olhar.
Doí-me o respirar.
A saudade - que arde,
Que não me queima.
Doí-me a espera,
O tempo - o firmamento,
De tudo o que sinto e...
Não minto. Doí-me!
A falta... doí-me.
No corpo que pede,
No desejo que clama.
Nesta cama... doí-me o peito.
Refeito.
Em jeito de carne
(em jeito de nada).
O medo... doí-me.
A perda - a despedida - a (não) chegada.
Na minha pele usada,
Na alma rasgada,
Num coração... teu.
O amor... doí-me.
Porque doí-me amar-te,
Doí-me aguardar-te.
Doí-me tudo...
E todo o meu tudo - só sabe querer-te.
Doí-me...











"Foi a teu lado!"

Imagem
Foi contigo e apenas contigo... Que descobri o que é amar, Sonhar muito para além do sonho, O que é lutar em prol de um desejo maior.
O que é entregar-me: por inteiro. Foi contigo e apenas contigo... Que enfrentei os meus maiores medos, Que curei as feridas de um passado, Que esqueci e deixei de ser errado. Foi a teu lado!  A teu lado... que passei a viver. Foi contigo e apenas contigo... Que senti a dor da saudade, As palavras que me escorriam pelos dedos,
Que senti as lágrimas que não contia...
Ao esperar-te.
Foi a teu lado...
Que as despedidas ganharam sentido,
Que as chegadas fizeram o meu coração bater,
Que foi no teu abraço que me perdi.
Que me envolvi!
Que matei a solidão.
Foi a teu lado e apenas a teu lado...
Que despertei a paixão,
Que abracei a imensidão do querer,
Que adormeci em desejo,
Que renasci num beijo.
Foi contigo e a teu lado...
Que passei a acreditar na eternidade.

Amo-te.




"Quando partir..."

Imagem
Se um dia partir... Não te esqueças que te amei. Por toda uma vida. Por toda esta vida. Não te esqueças de mim. Se um dia for.. Se o destino arrastar-me,
E eu dissipar-me no sonho...
Sonha comigo na noite em que não estou.
Fica comigo no teu peito,
Fica connosco... no coração.
Se um dia partir...
Saberás que te amei sem razão,
Que te amei na imensidão do que fomos,
Dos suspiros que demos e...
Dos beijos que nos roubaram o ar.
E, se for...
Deixa-me ir para te encontrar num outro lugar,
Numa outra vida em que o nosso destino se cruze -
Em que sejamos de novo um,
Em que sejamos de novo nós.
Em que sejamos eternos...
Na eternidade de tudo o que somos.

Amo-te.