O teu eu que habita em mim...

Entraste sem pedir, sem bater à porta deste meu lar e aqui ficaste. Percorres todos os cantos deste meu sentir, peito que te chama, chama que me mantém quente. Olho-te sem te tocar, olho a alma que visito todas as noites em que o sono demora em chegar, em que a tua imagem permanece nas paredes desta minha casa. Ouço-te, ao longe ouço a voz do teu ser, independente, livre pássaro portador de uma diferença que tanto me faz acreditar. São horas de tudo, momentos vividos, um sentimento crescente que encontra o seu refúgio neste meu pedaço de chão, neste pequeno grande mundo de projectos projectados em que tu és a peça que completa esta minha história. Rios de distância, fragrâncias e sabores que me fazem recordar-te, que me fazem ter-te. Vidas cruzadas, destinos entrelaçados em finos dedos que se juntam, em mãos que se agarram, em abraços que apertam. Tu vives cá, vives em mim, vives nestas linhas desenhadas nos minimalismos do teu rosto, na percepção invisível de quem não olha para dentro de ti. Gosto de viver assim, de ser homem que luta pelo sentir, homem vivo com coração flamejante que dita o caminho de um seguir que vai ao encontro do teu ser, que penetra na vida revivendo folhas que tantos se esquecem de ler. Gosto desta simplicidade, deste amor que me dá rumo ao viver, gosto de ter-te em mim, de sentir-te presente na ausência de uma distância que nada é quando dois corações são tudo. Hoje estás em mim, não uma sombra e muito menos um vulto, hoje vejo o teu sorriso, hoje vejo o teu caminho, hoje vejo o que eu preciso...


Vem não demores, o tempo voa, as horas passam e o sentimento cresce pedindo por ti, almejando um presente que se faça futuro numa união de dois corpos que entrelaçam as suas almas...


Comentários

  1. Já não te visitava à algum tempo, mas vejo que continuas o mesmo romântico de sempre :) Um texto lindo, cheio de amor e carinho ;)

    ResponderEliminar
  2. Adoro vir aqui ler estas cartas de amor ao som de música deliciosa.
    Descobri o Ed Sheeran há poucos dias e tem-me acompanhado.

    ResponderEliminar
  3. Impressão minha ou este texto foi MUITO sentido? :)
    Adorei.

    ResponderEliminar
  4. Tenho vários blogs que sou seguidora, que passo e leio algumas linhas, podes não acreditar mas o teu é o unico que leio desde a primeira palavra ate à ultima... eu explico porque, porque cada palavra que leio, fico com a curiosidade de ler a outra e assim sucessivamente. Consegues "prender" o leitor aos teus textos, nem todos são capazes de o fazer. Não me canso de passar aqui para ler e sentir cada palavra, porque para alem de prenderes o leitor também transmites sentimenos nas palavras, fazendo-nos sentir, talvez o que tenhas sentido a escrever. Beijo

    ResponderEliminar

Enviar um comentário