Flexa de gestos mudos...


Olá Seguidores, este post é partilhado automaticamente, responderei a todas as vossas palavras no Domingo. Até lá sejam felizes e lutem pelo que, realmente, querem...

Roupas caídas pelo chão,
Firmes mãos que seguravam aquele coração,
Um Corpo repleto de paixão,
Dois amantes naquela cama, naquele colchão.
Risos embebidos de satisfeita tesão,
Olhares penetrantes em que se revia a excitação,
Corpos contorcidos nos lençóis cor de carvão,
Cama desfeita banhada pela emoção.
Gestos descompassados no correr do sentir,
Insanes pessoas que não pensavam no agir,
Sexo revestido de sonhos por descobrir,
O amor chegava no segundo a seguir.
Gritos mudos e gemidos de prazer,
Mãos firmes em abraços de querer,
Momentos rasgados por tanto a acontecer,
Era o culminar da ansiedade que os via correr.
Depois de tudo passar,
Do lençol quente da cama, começar a esfriar,
Trocaram promessas de amor que tinham para dar,
Do sexo virou amor e era esse que os fazia continuar...




Comentários

  1. solo tu puedes escribir esa forma simple, sexy y sublime. Es grato pasar aquí y llenarse de pasión. Saludos :)

    ResponderEliminar
  2. mais que perfeito! os teus textos, poemas, são sempre lindos de morrer que nos tiram a respiração, adoro imenso, amo!

    ResponderEliminar
  3. Que lindo! A descrição perfeita! :)

    Abraço e bom domingo! ^^

    ResponderEliminar
  4. São momentos em que as palavras nos escapam e só podemos sentir, entregar... :)

    Lindo o teu textinho :)

    Um beijinho*

    ResponderEliminar

Enviar um comentário