A minha própria vontade...


A vida segue o rumo que nós lhe damos, os amores são vividos, as amizades são preservadas e os sonhos começam a ter outro significado. Com o tempo passamos a ver o que é melhor para nós, o que nos faz bem, o que pertence realmente à nossa vida. Há uma altura em que nos tornamos personagens principais das nossas próprias histórias, há uma altura em que apenas vivemos o que sempre idealizamos para nós. A maturidade apodera-se de nós, começamos a ser “sentimentais racionais” e ao mesmo tempo os sonhos começam a adquirir uma consistência que faz com que sejamos pessoas melhores, pessoas mais determinadas. Assim é, recebemos da vida aquilo que procuramos nela, recebemos o que plantamos, ficamos com o que se cuida e vive-se os momentos que lutamos para que sejam reais. Deveremos arriscar todos os dias, nem que seja um pouco, passo-a-passo constroem-se as grandes histórias, aquela que se formam sobre bases firmes que aguentam até a tempestade mais forte. Nunca deveremos esquecer-nos de viver, de viver o que desejamos, o que queremos, com quem queremos porque a vida é tão curta para uma história que queremos que seja tão longa. Hoje agarra o momento, vive o sentimento, preserva o sonho mas arrisca-te a seres feliz, arrisca-te a partilhar um amor que almejas viver...




O que adias na tua história será sempre uma semente que colocas numa terra que jamais te irá dar fruto...



Comentários

  1. Apenas sorrindo :)
    Bonito texto.
    Bom fim de semana*

    ResponderEliminar
  2. Mais uma vez adorei o teu texto! Simplesmente maravilhoso
    Um beijo e um bom fim de semana
    e não te esqueças, sempre com um sorriso (:

    ResponderEliminar
  3. Adorei o texto, tempos que não passava aqui! beijoss

    ps: musica foda

    ResponderEliminar
  4. Olá, como sempre é muito bom vir aqui "beber" da inspiração que nos proporcionas

    Hoje gostei principalmente da referência que fazes ao facto de sermos donos da nossa vontade e que certas vezes somos os personagens principais, é que é mesmo verdade!

    Por curiosidade, quanto tempo demoras a juntar todos estes sentimentos e palavras destas forma tão cativadora? Acho, que levaria uma vida e mais um pouco para escrever algo semelhante xD

    Forte Abraço

    ResponderEliminar
  5. http://followyourdreamsalways00.blogspot.pt/2012/11/desafio-paricipem.html participa ^:p

    ResponderEliminar
  6. A vida é aquilo que a gente faz dela nãe é mesmo? Belos conselhos num belo texto :)

    Um optimo fim de semana!

    ResponderEliminar
  7. é mesmo isso, o amor tem de ser vivido para ser compreendido e nem faria sentido ser de outra forma, não é? o amor é a verdadeira perdição, é o que nos move!

    ResponderEliminar
  8. acredito no mesmo, acredito no amor que move mundos e junta corações, acredito no amor que descongela almas e quebra o escudo que nos esconde dos outros! acredito, acredito mesmo :)

    ResponderEliminar
  9. Por acaso, eu não sou muito de arriscar, não gosto de colocar o pé em falso, mas tens razão. A efemeridade da vida é tão evidente e por isso, vale a pena sentir cada minuto, viver cada suspiro, respirar cada carinho, cada amor, cada paixão ! A vida vale a pena.
    À semelhança do que disses-te, vive, sonha e mantém sempre na tua maneira linda de ser, essa capacidade de jogar de forma tão cumplice com o Amor !
    Beijinho*

    ResponderEliminar

Enviar um comentário