1º Momento...

Hoje deixo-vos algo diferente, o primeiro momento de uma canção, espero que gostem, liguem a música e imaginem. Beijos e Abraços.

Eufemismos, de palavras vividas,
São prosas, sentimentos, pelo chão caídas,
Espelhos de mil sois em assassinos anzóis,
Caminhos traçados entre ruas e girassóis.

Abundante sonhar em palavras de amor,
Ar comprimido em sentimento de fulgor,
É o querer agarrar uma canção despida,
Mais que uma chegada é a possível partida.

Olhares trocados na imensidão de um querer,
Folhas rasgadas e outras tantas a arder,
São os retratos de uma vida seguida na multidão,
De quem forma o destino nas mãos da paixão.

Áridas estradas que nos fazem tremer,
Momentos vividos e outros tantos a acontecer,
É o agarrar da vida em forma de prosa,
É o acto representado de uma vida chamada de nossa.

Beijos dados no silêncio de uma voz,
Guerreiros calados em vocábulos que falam de nós,
É a mão estendida que chama alguém,
Almejado amor de um querer de ninguém.

Ruas despidas de rostos desconhecidas,
Falta de sentimento presente de pessoas esquecidas,
São a vida a florir numa espécie de vitória,
De quem faz de si parte principal da sua história.

É a chama que queima, que faz acreditar,
De quem abre o peito para o que tantos dizem representar,
É a espera de um momento, de um eterno viver,

Palavra dita, melodia escrita e um amor por acontecer...



Comentários

  1. Fico cada vez mais apaixonada pelo que escreves....mais uma vez, surpreendeste-me, pela positiva claro!

    um beijinho* :)

    ResponderEliminar
  2. Ah desculpe, fiz o comentário com o meu outro blog. Estou a usar é este blog: http://doiscorpos-umaalma.blogspot.pt/ :)

    ResponderEliminar
  3. Oh, muitooo obrigado mesmo. É sempre bom saber que a nossa escrita faz bem a alguém. Espero que continues comigo. Beijinho :)

    ResponderEliminar
  4. ... e continuo a encantar-me com as tuas palavras. É(s) fantástico.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  5. Acho que me vou repetir, mas "adorei"!
    Adorei o piano, adorei o texto e adorei os sentimentos trasmitidos.
    Bem sei que passei imenso tempo sem cá vir e ultimamente venho cá apenas para procurar uma inspiração; uma luz; algo que me faça acreditar (...).
    Acho que tanto haveira para escrever sobre o que aqui deixas-te. Mas apesar de já ter lido umas quantas vezes esta canção/poema, preciso de mais tempo para o interpretar convenientemente.
    Uma coisa podes ter a certeza, ao lê-lo, fiquei mais aliviado por saber que os teus ideais os que quero e continuo a acreditar e que me fazem muitas vezes perguntar sobre a minha sanidade e sobre se alguma vez me deixaram viver e alcançar algo verdadeiro e real...

    Espero que continues as escrever assim, de forma tão encantadora.
    Obrigado por isso e muito mais! ;)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário