Uma outra razão...


Hoje deixo-vos uma história, um outro momento que nos faz pensar e agir. Nunca se esqueçam, para sermos felizes, basta que se saiba dar o primeiro passo, os restantes, são dados em conjunto...
Não tinha surgido, naquele dia dissipou-se sobre o olhar daquele homem. Era uma partida, uma partida que não contemplava o retorno da sua alma àquela terra. Momentos esquecidos, fragmentos de histórias revistas em fotografias espalhadas pela memória, ancoradas a verdadeiros corações. Um amor perdido, esquecido de si, entregue a uma aragem que levava dois corpos a separarem-se, que levava uma vida a desmoronar-se nas fracas mãos de quem não conseguia agarrar o resultado de uma vida de lutas. Paixão ardente, fantasia ali presente, era o ter e não ter, o surgir de um novo destino, de um caminho que passava no meio da escuridão.
Foram anos a receber migalhas de quem tanto ele esperava, foram eternidades em nada passageiras, negrumes olhares que não exteriorizavam o brilho de uma vitória. Era o cair, o cair sem forças para se levantar, era o fado triste apoderando-se daquele corpo, roubando a sua alma. Uma vida composta de ganhos e perdas mas de perdas que o enchiam de força para caminhar, de força para recuperar tudo aquilo que um dia foi seu. Um caminho solitário, um caminho que tantos de nós devemos seguir, porque somente com a perda, passamos a valorizar o que tanto queríamos, o que tínhamos, quem acompanhava o nosso viver.
Ele assim o fez, segui, em passos pequenos mas consistentes, viveu, errou, pediu perdão e perdoou. Nunca se saberá o dia de amanhã e ele sempre acreditou que o sol voltaria, que a chuva acabaria e que retomava a dançar sob a calçada daquele jardim. Acreditou, rabiscou em folhas os projectos que tinha para o seu futuro e juntou ao coração, foi nessa hora que viu que não poderia ali estar parado, que tinha de seguir, que tinha de lutar pelo que queria e assim o fez. Voltou a viver, saiu do caminho em que tantos anos andou e chegou àquela avenida, àquele destino repleto de sol, repleto de viva, repleto de uma vida inteira para ele viver. O tarde de mais, o tempo que passa, são pequenos pormenores aquando decidimos lutar pelo que realmente queremos...


O tempo faz diferença, o olhar faz diferença, o sentimento faz diferença e o dizer, o partilhar, o arriscar será sempre aquela diferença pela qual todos esperamos e eu, eu não sou excepção...


Entenderás tu palavras de amor? Entenderás tu que um sinal é e sempre será o que se precisa? Entenderás que a vida se forma de riscos? Entenderás que o que se almeja são vidas repletas de sorrisos? Entenderás?...


Comentários

  1. Lindo! ^^

    Espero que a mensagem chegue a quem tu almejas! :3

    Abraço :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário