O sermos em palavras comuns...


Somos o instante, sangue que corre nas nossas veias, sonhos que preenchem o nosso imaginário e um sentimento que nos faz acreditar. Somos um pouco do mundo, somos o nosso mundo, narradores de lutas e vitórias, de derrotas e de perdas. Todos nós procuramos o nosso momento, todos nós procuramos fragmentos de uma felicidade que se encontra constantemente em construção. Somos actores, encenamos, fazemos o papel de fortes onde queremos chorar, fazemos o papel de insensíveis onde, na verdade, vivemos repletos de amor dentro de nós. Somos sonhadores, por natureza, somos sonhadores, esperamos um dia melhor amanhã, esperamos uma nova aventura amanhã, esperamos um novo rumo amanhã, mas para que esse amanhã exista, não podemos esquecer-nos de nós, de quem queremos, de quem somos, para onde desejamos ir. Seremos sempre o que fazemos, seremos sempre o que palavra que proferimos, o risco que corremos e o erro que nos ensina. Seremos sempre o que nunca ninguém foi, porque somos nós, no meio das imitações seremos sempre nós, diferentes mas tão iguais, distantes mas tão apegados...




Se uma coisa a vida me ensinou é que nada se esquece, nada se substitui, nada é vivido sem lutar, nada é nosso sem cuidar, nada cresce sem "regar" e não há acasos mas sim resultados daquilo que fazemos diariamente. Todos os dias contam, não apenas amanhã, mas sim hoje...



Comentários

  1. Tornei-me uma fã incondicional dos teus textos. Adoro ler-te. Impressionas-me todos os dias com as tuas palavras.

    ResponderEliminar
  2. Soube muito bem passar hoje por aqui e ler as tuas palavras. Gostei muito :)

    ResponderEliminar
  3. excelente texto acompanhado de uma optima música

    ResponderEliminar
  4. Olá Olá,

    bem, somos isto tudo e muito mais e ainda assim, somos tão pouco. Somo a ausência na presença, o sussurro no silêncio, uma contradição de negações, afirmações e magia!

    Somos um tudo do nada, a verdade é esta: Somo complicados xD

    Mas a sorte é que as tuas palavras "descomplicam" e desmistificam muita coisa =D

    Já agora deves ser a pessoa certa para fazer esta pergunta, ando aqui a pensar em comprar um livro para ler, o que aconselhas?! Obrigado

    Forte Abraço

    ResponderEliminar
  5. Basta um vento movediço, cheio de ternura, que nos desdobra exatamente naquilo que somos. Somos tudo, sempre tudo, porque cada um contrói aquilo que quer ser e viver. Todos temos nas nossas mãos a capacidade de sermos mais e melhores!

    Beijinho*

    ResponderEliminar

Enviar um comentário