Aquele recomeço...


Outono de um amor vivido, outono de uma história real, seres humanos unidos, sentidos, sonhos dispersos na mão de quem os agarrou. Palavra dita entre sorrisos envergonhados, olhares trocados e um momento, um momento de viragem numa história, na minha história. Finos toques, humildes sentimentos, tudo unido num viver, tudo presente numa verdade que deixa de ser ausente ocupando o lugar centrar de tudo isto. Histórias de amor, histórias de um único amor, vivido, sentido, presente, ausente, agarrado, livre como dois pássaros, como dois amantes que se desejam, que se cuidam, que, no final, sorriem na presença um dou outro, no coração um do outro. Há momentos destes, há momentos que nos fazem acreditar, que valem a pena serem vividos, agarrados com todas as forças que temos, com toda a vontade que possuímos. Amores de verdade não se encontram todos os dias, pessoas que sabem amar não se encontram com facilidade, sorte de quem aprendeu por si o que é sentir, de quem é amado, todos os dias, a todas as horas, nas palavras, nos gestos, na cumplicidade do que se pode chamar de nossa. Amores, amores que nos compõem, que nos fazem viver, vivendo uma vida apenas amando, amando o que é nosso, amando o que sempre pertenceu ao nosso coração, que sempre esteva tatuado na nossa alma. Assim é, assim é mais um conto que vos conto, uma história que nos faz sonhar, porque sonhando vamos acreditando em nós, porque sonhando vamos vendo que somos diferentes e que, nessa diferença, somos quem somos, vivemos com o que temos...




Há palavras que não podem ficar caladas, há sentimentos que não podem ser esquecidos, há sonhos que não podem ser adiados, são eles que nos dão significado à vida, são eles que nos tornam as pessoas que somos...


Bom feriado para todos e hoje conseguirei passar pelos vossos blogs para agradecer as palavras.
Beijos e Abraços :)


Comentários

  1. Bonito texto :)
    No amor gosto bastante de sentir saudades, acho que as saudades fazem crescer o amor, depois o reencontro é bem mais belo do que possamos imaginar. Sentir falta da outra metade pode ser em momentos algo que nos coloca impacientes, mas é tão bom sentir depois um abraço apertado e um beijo desejoso, tem outro gosto, outro sabor :)
    A despedida então essa é dolorosa, mas contar as horas, os dias para um novo encontro é o amor a falar mais alto. É bom e tenho saudades disso :)
    Beijinho e adoro as tuas músicas* Bom feriado.

    ResponderEliminar
  2. Adorei o texto, escreves mesmo muito bem (;
    http://pontasdeternura.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Uma das bases da minha vida é algo de que falas-te aqui: O Sonho ! Já lá diria o poeta que "o sonho comanda a vida" e este faz-nos ir mais longe que a realidade, mais longe qe aquilo que é permitido, mais longe que o nosso próprio "EU" !

    É em pessoas (raras) como tu que vejo o sentimento de amar tão bem delimitado e transmitido !
    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  4. É impossível ficar indiferente ao que escreves. Gostei mesmo muito. Adoro a música :)

    ResponderEliminar
  5. As amizades tem várias formas e várias faces e eu devo ser daquelas pessoas que nunca vai conhecer uma verdadeira amizade. A qualquer momento fogem-me todas pelos dedos.
    Também gostei muito do teu blog e espero visita-lo mais vezes (;
    http://pontasdeternura.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. és um terapeuta do alma, um rouxinol das letras doces, simples e verdadeiras, obrigado por entregar tanta inspiração, um abraço.♛☺♣

    ResponderEliminar
  7. oláaa!

    Estou feliz por estar de volta!!! Peço desculpa pela minha ausência, mas foi uma semana complicada, e ainda vai piorar, mas .... que se há de fazer xD

    Bem, antes de mais deixa-me falar daquela musica, ADORO! sabes ando para colocar no blog à uns tempos, quando mudar curiosamente vai ser para esta, hehehe

    Bem, falando agr do que interessa os teus textos como sempre são impressionantes, fazem uma pessoa gostar de ler e querer ler mais, acho que isto é essencial para quem escreve e tu tens este dom. Por isso terei sempre o prazer de ler os teus textos.

    Hoje tocas-te num tema interessante, a nossa vida na verdade resume-se a recomeços, começos e finais. Não é verdade?! é a nossa forma de colocar todos os sinais de pontuação numa só vida que é nos sabe a tão pouco

    Forte Abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário