Jogo de palavras...


É o viver, o rasgar, o queimar, o parti, o ficar. É o sentir, o insistir, o sonhar, o amar, o sorrir, o chorar. É apenas expressão inacabada, partida em forma de chegada, é apenas isso, apenas e somente isso. É o desejar, o pedir, o respirar, o sentir. É palavra condensada, textos escritos e prosas difusas. É o ver, o olhar, o tocar, o sentir, o apertar, é o tatuar. É o sonho que invade de noite, é o significado dado, o beijo roubado. É o saber, o crescer, o errar, o aprender, é apenas mais um pouco, mais um pouco que tudo muda. É o perder, o ganhar, o respeitar, o cuidar, o mimar. É o momento, o segundo, a palavra, o silêncio, o barulho, a melodia, o eco. É o que chamo de vida, é o que chamo de meu, esboçando em mim um sorriso. É o contar, o esperar, o ficar, o mudar, o acreditar. É aquela forma de vida que falo, aquele caminho que traço, agarrando o que é meu, aprendendo com o que é nosso. É o recordar, a saudade, a vontade, o desejo, o beijo. É tudo, é tudo isto e mais um tanto, é esse tanto que falo aqui. É o querer demais, o sorrir demais, o sentir demais, o saber demais, é o amadurecer demais. É o que é meu, é o que é teu, é o que é nosso, porque no fim de contas, não se vive sem ele e ele é...O Amor...




Os momentos certos são o resultado da vontade que temos de viver, de agarrar, de ter, de falar, de amar. 
O momento certo somos nós que criamos, ele não se cria sozinho...


Hoje pararei o tempo, voarei sobre as horas para poder visitar e retribuir as vossas palavras neste meu cantinho. 
Desculpem a ausência mas parece que o dia não tem as horas certas que eu precisava para fazer tudo o que gosto. 

Um Bom fim-de-semana.

Abraços e Beijos, Pedacinhosdemimparati...






Comentários

  1. O amor... Não se vive mesmo sem ele. Ou então estamos incompletos. Parabéns por mais um lindo texto :)

    ResponderEliminar
  2. olá olá, tenho a dizer que o texto não podia começar melhor, "É o viver, o rasgar, o queimar, o parti, o ficar. É o sentir, o insistir, o sonhar, o amar, o sorrir, o chorar" basicamente definis-te todos os momentos da vida de uma pessoa, os altos e baixos, tudo pelo que passamos. Muito interessante, nao admira o titulo, é que é mesmo um jogo de palavras.

    Mas tenho a dizer que esta parte: " Os momentos certos são o resultado da vontade que temos de viver, de agarrar, de ter, de falar, de amar.
    O momento certo somos nós que criamos, ele não se cria sozinho..." está fantástica, na verdade é isto mesmo, ele nao se cria sozinho e nao temos de esperar por ele, temos de chegar até ele.

    Forte Abraço

    ResponderEliminar
  3. O Amor...o Amor.. que nuca se acabe! :) beijo e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  4. Muito gosto eu que escrevas sobre amor, adoro. Beijinhos e bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  5. Tantas palavras tão fortes e verdadeiras, mas quando se fala em amor parece que falta sempre dizer mais alguma coisa...mas ele é mesmo cada palavra que aqui deixas, cada sorriso que provocas e cada reflexão que suscitas.

    ResponderEliminar
  6. Ai o amor, como tu gostas de viver nele! Ai o amor...
    Sabes? É bonito este texto, sim de facto é...transpões palavras sem medo, deixas-as sair a medida que sentes e isso é tão belo!! Não sei, mas ... este amor deixa-me imaginar um amor teu por alguém muito importante para ti!!

    Espero por ti no meu espaço,
    Penando com Arte.

    ResponderEliminar
  7. O Amor é a panóplia perfeita de todos os sentimentos, verbos conjugados... é a forma de vida que os Humanos tem impregnados em si. Amar é viver e viver é amar !

    Gosto muito do que escreves, e tenho ido aos textos antigos, comentando alguns !
    Beijinho*
    DanielaC

    ResponderEliminar

Enviar um comentário