"Pensa em mim... "

Segura-me o medo... 
Este que me faz esconder na solidão da saudade que sinto em mim.
Liberta-me destes pensamentos, desta espera em que espero por ti, destas noites que parecem não querer ter um fim.
Sem ti... tudo parece tão vazio, parece um rio de desejo, os gritos mudos que abafo em sorrisos, as fantasias que me fazem sonhar com o nosso abraço.
Pensa em mim... 
Muito para além desta distância, destas pontes que nos separam, destes sentimentos que nos agarram (um ou outro - para sempre...).
Tudo aqui parece tão pouco... tão pouco como as horas que não passam, como os segundos que me abraçam - que me levam à certeza de quem és e sempre serás... parte de mim.
Não sei viver sem ti... 
Sentir-te em tudo aquilo que sou, em tudo aquilo que vivemos juntos. 
E só te peço que me segures... que me agarres de vez!
Conto até três e deixo-me ir no sono.
Talvez seja ele quem me conhece, quem me embale nesta falta que sinto, neste meu peito tão destemido - e que hoje parece tão pequeno.
Só penso em ti... 
Só penso que quero sair daqui...
Lançar-me à estrada, esquecer-me de cada escolha errada - e ser teu... por inteiro!
Segura-me este medo... 
Este segredo que tenho e que só tu conheces.
Tal como reconheces quem sou, tal como sentes tudo o que te dou.
Amor... espera por mim...


Comentários

  1. Adorei :)

    Não sei se é real ou não, mas senti muita sinceridade em cada palavra que escreveste. Parabéns! ;)

    ResponderEliminar
  2. Nossa!!! Como dói ler tudo isso.q amor sofrido...sempre achei q o amor fosse só de felicidade incontida.Mas quando ele vem proibido...como é doído. ������������������

    ResponderEliminar
  3. Muito bom, lindas palavras, que retrocedem a vida!!!

    ResponderEliminar
  4. Muito bom, lindo mesmo, palavras que retrocedem a vida!!!

    ResponderEliminar
  5. Continua actualizado! Poucos são aqueles que seguram na mão as estrelas e as partilham dia a dia, por aqui, por ali...neste pedacinho de mundo.

    Obrigada! Vou ter de por em dia estas leituras :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário