Um carta largada ao vento...

Sinto-te por mais longe que estejas, por mais perto que te veja, por menos distância que exista entre nós. Sinto-te em cada toque que não sinto, em cada batimento do meu peito, em cada sonho que me faz sorrir. Sinto-te em mim, aqui, agora ou num sempre que eu não sei quando irá terminar. São oceanos de vontade, vidas cruzadas, destinos revelados e uma cumplicidade que encontro num simples olhar. Tornaste-te vida, de tão pouco te fizeste em tanto e aqui habitas, neste homem de carne e osso, neste peito feito de vontade, de uma vontade de ti. Sinto-te nas histórias que leio, nos romances de outrora, nas melodias e nas imagens que me prendem a este sentimento que é a liberdade que eu tanto prezo. Sinto-te no areal da praia, no mar salgado que me banha os pés, nos raios de sol e nas mantas que esperam pelo teu corpo numa noite fria de Inverno. Tornei-me, com este amor, insane, tornei-me um louco de Lisboa, uma criança que arrisca dar os passos seguintes desconhecendo o que é o medo de falhar, o que é o receio de perder. Conto as horas, o tempo avança e tanto cresce, cresce a vontade, cresce a verdade e, a saudade, só revela o que o coração me mostra em segundos que compõem uma eternidade ancorada a ti. Sorrisos que me tornam um homem melhor, um sonhador, narrador de mim mesmo, repleto de tanto, de um tanto que é a simplicidade de um sentimento quando esse cresce de forma natural. Sou amante desta minha forma de vida, destas ruas percorridas e das escolhas contidas num destino vivo de mim, de um destino que espera pela tua chegada. Escrevo-te nesta esplanada em que tantas vezes te sentas-te, espero-te agora, amanhã ou então, quem sabe, sempre. Espero-te como incessantemente esperei o verdadeiro, para mim, não interessa nada mais que o amor, nada mais que a verdade do nosso ver, do nosso tocar, do beijar em nos perdemos, do abraço em que nos encontramos. Espero-te e não me canso de esperar-te, espero-te como quem espera o ar que respira, espero-te como se um puzzle fosse em que a peça que falta és tu, apenas tu sem o restante interessar. Hoje recordo o tanto que vives em mim, a tua presença que me corre as veias, a tua imagem que se esboça no meu sorriso. Se um dia esta carta te fosse enviada, por correio ou por um mensageiro que nas tuas mãos a depositasse, diria que sou apenas uma brisa fresca, aquela que sentes ao sair de casa, que te toca o rosto, que te arrepia a pele. Sonhos meus ou sonhos nossos, nada mais me importa, nada mais me cativa, os olhares são sentidos, os momentos são pedidos, apenas, se pede um momento de amor. Agora fecho este papel numa carta selada pela vontade que me fazes ter, deixo-a aqui, nesta mesa, debaixo desta chávena de café na esperança que ela chegue a ti, sem tempos, sem barreiras, sem nada. O destino nada mais é, do que o acaso em que nos cruzamos e, se te cruzares com este pequeno papel, agarra-o, prendo-o a ti, procura por estas ruas a presença que há de mim...


“Em tudo o que é dito, escrito, nada mais é que o sentimento, que o sonho ou então que uma vontade duradoura. O homem espera por viver o verdadeiro, o homem procura mais que uma aventura, ele procura uma história para mais tarde poder contar. Eu procuro a minha, a tua ou a nossa. Procuro-te por todo o lado e encontro-te em cada recanto da minha vida. Todos dizem que é paixão ou delírio então, eu prefiro chamar-lhe amor, não um pequeno, não um passageiro amor, eu chamo um amor conselheiro, um amor amadurecido, um amor vivido num tanto que te amo...”



Comentários

  1. Já não tinha dias assim há imenso tempo, por isso é que fiquei mesmo feliz acredita! Ficarei a contar com a tua visita, a sério :')
    Sigo *

    ResponderEliminar
  2. Lutar é bonito... Mas por vezes a verdadeira força está em saber desistir

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Saber desistir é uma força mas a desistência surge quando o amor não era tão forte como se esperava.

      Uma Boa noite :)

      Eliminar
  3. Boa noite,
    Não concordo que se deva desistir. Ainda hoje, disse a uma amiga minha que quando o amor é verdadeiro e entre almas, nada neste mundo o fará derrubar. As almas sentem-no, numa energia maravilhosa que nos incentiva ir em busca dele. E sei do que falo e houve momentos que pensei que não estaria bem da cabeça com o que sentia. Hoje, sei que é real e muitas vezes, quem está com um passo adiante consegue entender, só que muitas vezes o outro lado, devido a medos gerados pelas circunstancias de vivências, não está preparado e prefere esconder a cara em vez de ir ao encontro do que tanto deseja. A mente é um chamariz e quando bem direcionada nesse amor, consegue puxa-lo que nem um imân. e penso, que quando menos esperar, vai-se cruzar com esse amor se é se não se cruzou já.

    Beijinhos
    De Liberdade

    ResponderEliminar
  4. Boa noite Liberdade,

    Tenho a dizer que as tuas palavras hoje encaixaram na perfeição no meu dia, sei que os amores devem ser lutados, que deveremos tentar sempre, que deveremos sonhar, que deveremos avançar.
    Como dizes e bem, nem sempre as pessoas conseguem ver e quem vai mais à frente tanto puxa que há dias que a vontade de deixar tudo para trás acorre.
    Mas acredito que quando seja verdadeiro que o tempo acaba por chegar, o tempo acaba por criar o destino que tanto se espera.

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  5. Sim, o verdadeiro amor deve ser lutado. E passar do sonho para a realidade. E sei, do que fala, a espera é desesperante. Já me aconteceu inúmeras vezes isso. Só que isso depressa me passa e como sou de garra, não desisto muito facilmente. Muitas vezes, fico em pausa ao sabor do vento (destino) e fico à espera para ver onde me leva. Só que tudo, é muito mais forte e deixo-me ir até que esse tempo chegue e crie o encontro. Só que muitas vezes, somos burros com palas e aparelhamos ali, feitas crianças birrentas e lá vem uma rajada de vento e tira-nos as vendas. Eu falo por mim, e há bem pouco tempo, coisas que me aconteciam e fui em busca de respostas e realmente estava sentadinha, caso contrário tinha caído de costas. Fazemos descobertas surpreendentes. E o destino somos nós ou avançamos e vamos á luta ou então deixamos passar as oportunidades. cada um tem um papel muito importante nesta vida e os milagres jamais acontecemse não fizermos por isso.
    Beijnhos
    De Liberdade

    ResponderEliminar
  6. Que nunca percas a coragem de lutar, a vontade de ter ao pé de ti quem mais desejas. Porque se for para dar certo, se for para estarem juntos, eu acredito que o destino se encarregar-se-a de vos cruzar, de vos juntar. Nada nesta vida é por acaso, assim acredito. Tem esperança no novo amanha. Gostei muito de todo o texto, especialmente das ultimas palavras. Um beijinho de boa noite e uma optima semana

    ResponderEliminar
  7. carta linda...de santa paciência (como aguenta?).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia,

      Tudo isto é uma história ou então uma realidade, quem sabe?
      Quando o amor existe, quando ele se torna verdadeiro não se fala em aguentar fala-se, sim, em lutar, arriscar, dizer, sonhar.
      Do que vale a vida sem o risco? Sem a entrega? Sem que se tente a cada dia sermos felizes? Certamente nada, andamos por este mundo a sobreviver, a respirar o ar e a passar ao lado de uma vida que é suposto ser vivida.

      :)

      Eliminar
    2. para mim é uma história!

      :)

      Eliminar
    3. Para si é uma história porque não acredita num amor assim?
      Só não vive um amor deste jeito quem não luta por aquilo que mais acredita.
      São escolhas :)

      Eliminar
  8. Admiro sua força de vontade, a perseverança que se mantém mesmo a tempos de tempestade, mas é assim... nada se vêm fácil e convenhamos ninguém gosta de nada fácil. Linda carta!

    ResponderEliminar
  9. Quem não sonha fica longe de alcançar o que tanto deseja, o que tanto quer para si.
    é uma história, mas entre ser uma história e uma realidade está um passo, está em cada um de nós fazer da história realidade e lá está, tudo começa com um primeiro passo, neste caso, com uma carta, uma simples folha de papel mas que tem consigo o querer de um amar.
    O amor é a força mais poderosa do mundo e apesar de ele se ter banalizado nas mãos de muita gente, ainda há gente que o preserva bem como tu, que não desiste do amor verdadeiro.
    E esta carta não fica esquecida, mas sim é vista por todas as pessoas que vêm aqui, portanto não é uma carta em vão. Sempre que escreves estás a dar passos.
    Parabéns pelo texto.
    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  10. Grande densidade textual. Intenso. Gosto. ;)

    ResponderEliminar
  11. Pois bem anónimo, eu tenho que discordar contigo porque as "condições" somos nós que as criamos quando estas não estão a nosso favor, com a nossa força de vontade, com o amor que temos em nós.
    Digo-te mais, que o essencial entre um casal é sim o amor, isso é o fundamental.. para que independentemente de tudo, as coisas dêem certo, mas antes tens de saber o que é amar de verdade alguém...
    Claro que o mundo real não é um conto de fadas, muito pelo contrário, as x até é um pesadelo e nem por isso nunca deixei de querer fazer da minha vida um conto de fadas à minha maneira porque sei que que vale a pena lutar pelo verdadeiro amor...há que sonhar, acreditar...é o único que vale a pena, que te garante uma pessoa ao teu lado para sempre...aquela de quem um dia irás precisar ao teu lado..
    Eu digo-te o que são causas perdidas, causas perdidas são homens e mulheres que não sabem amar, que não dão valor aos sentimentos da outra pessoa, que não são capazes de lutar por alguém por causa da uma distância...ou outra coisa qualquer...
    O destino encarrega-se de juntar as pessoas e por vezes há que lutar, nem tudo é fácil e não me digas que o que tem de ser para nós vem facilmente porque então és daqueles que pensas que tudo cai do céu.
    Um conselho, vai primeiro descobrir o significado do amor verdadeiro e depois volta aqui... Porque quem me parece ser imaturo aqui és tu...
    Eu não vou por ti, vou por mim, por aquilo que acredito e que a vida já me mostrou!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Liliana,

      Certamente não diria melhor, aquilo fala-se de amor, aqui identifica-se quem sabe o que é amar, quanto ao restante... pois é claro que as letras e os textos não vão surtir o mesmo efeito :)

      Eliminar
  12. porque "amar é uma arte e nem toda a gente é um artista". :)

    ResponderEliminar
  13. ainda agora comecei e estou adorar todos os post's que já li :)
    um beijinho

    ResponderEliminar

Enviar um comentário