Tão teu...

Peço desculpa pela ausência nos comentários. Só tenho a agradecer a vossa presença, amanhã já conseguirei responder a toda a gente. Sejam felizes =)


Podes enganar-te, deturpar o teu sentir ou camuflar o teu amar. Podes tentar deixar de sonhar, dizer que o amor é uma mentira ou que as pessoas não são verdadeiras. Podes encher-te de vontade e partires dizendo não olhar para trás ou, então, podes negar viver o que o teu coração tanto pede para ser vivido. Podes não sorrir e seguir tentando  encontrar outra pessoa, podes percorrer o mundo com o objectivo de seres feliz. Podes traçar roteiros que te afastem de quem te prende, podes aumentar a distância em quilómetros ou até mesmo em barreiras que, por momentos, te convençam que deixarás de ver. Podes nem ser tu, podes copiar uma nova pessoa e dizer que o cupido só se engana para o teu lado. Podes dizer tanto mas esse tanto nada muda dentro de ti. Quando falas de amor, quando sentes amor não há como fugir, esquecer ou até mesmo substituir. No amor é assim não queres amar e, num segundo, dás por ti a sentir o amor crescer, a ver que o teu olhar volta a brilhar e que o teu corpo desperta  numa mistura de adrenalinas cruzadas. Dizes que ser forte é não amar mas quem sabe amar são os fortes, aqueles que se entregam à vida vivendo-a, perdendo e ganhando, beijando ou até mesmo chorando. Não digam que o amor não é chorado porque é, mas quando falo, num amor chorado, falo daquele que te faz sentir mais tu, que te faz ver que a outra pessoa vale a pena, que te faz rir até verteres lágrimas de um contentamento tão vosso. Dizem que devemos permanecer nas histórias mas, a realidade, é que, primeiramente, temos de saber ouvir-nos, saber o que nos faz bem. No final não é o onde que interessa mas, sim, com quem estás. Digas o que disseres quando amas, descobres em ti tanto que antes nem pensavas existir. Se o amor desperta o melhor de nós então que continue amando desta forma, tão minha, tão tua, tão nossa...


Que o Verão seja apenas mais uma estação de um amor cheio de descobertas...





Comentários

  1. (E as lágrimas rolaram face abaixo a perceber que tudo quanto dizes acima é tão mas tão verdade. Fantástico como consigo encaixar aí quase tudo o que sinto... :') )

    Nunca importa onde estamos. Lar é onde o nosso coração estiver, não me canso de repetir.. :)
    kiss kiss

    ResponderEliminar
  2. Que belo. Cheio de sentimento de amor e vida! A casa que nunca nos desfazemos é o nosso coração, aí habitam as pessoas especiais, aquelas que queremos para sempre guardar connosco, aquelas com quem queremos viver a vida... Coração é a nossa casa, é onde a vida começa e onde acaba... é onde o amor nasce e vive... é quem faz de ti, a pessoa que és hoje. Sempre palavras encantadoras. Uma boa noite. Um beijinho

    ResponderEliminar

Enviar um comentário