Mentira...


Deixo-vos um texto alusivo ao dia das mentiras, com isto não procuro mentir nem distorcer nada, mas pretendo mostrar como a palavra “mentira” pode originar sentimento em quem lê, em quem sabe amar. Espero que gostem desta história, deste desabafo ditado na primeira pessoa para que se possam envolver com mais vontade...

Não minto quando escrevo para ti, quando acrescento mais uma série de palavras a tantas outras que te vou endereçando.
Não te minto quando te quero ter, quando em cada música te revelo um desejo meu.
Não minto quando te confesso que o sentimento se torna crescente e que a saudade é tanta mesmo sem te tocar.
Não te minto, não te minto que já fui um ser errante e que hoje almejo a tua presença.
Não minto, não minto quando passo horas a pensar qual será a melhor forma de te mostrar, a melhor forma de a ti chegar.
Não minto quando te sinto perto mas receio que a distância nos acabe por separar.
Não minto quando digo que luto, que cuido, que desejo, não minto e mentira seria se negasse isso a mim mesmo.
Não minto quando olho para ti e no meu corpo revela-se aquele sentimento verdadeiro, quando o meu nível de sonho alcança as borboletas que o meu corpo percorrem.
Não minto quando te peço segurança, quando busco em ti um porto de abrigo.
Não te minto com o meu olhar, os meus lábios procuram os teus, a minha vontade é de te abraçar.
Não minto mesmo tentando acalmar o meu coração, não minto quando te lembro a todas as horas, quando tu preenches todo o meu imaginário.
Não minto que tenho receio de te contar, que tenho medo que o meu olhar me deturpe a realidade.
Não minto quando vejo tu ires e a minha vontade é que fiques.
Não minto quando vejo que tudo isto não tem explicação mas que o amor é mesmo assim, inexplicável.
Não minto que te quero, não minto que para mim és um sonho que eu tanto gosto de sonhar.
Não minto, apenas não minto...


Não minto neste sentimento, neste momento, não minto sabendo de ti, não minto vendo-te partires e a vontade permanecendo em mim. Será mentira minha? Olhar distorcido o meu? Será apenas fantasia? Mentira seria se naquele dia eu não confessasse o meu sentir...





Comentários

  1. um dos melhores que já li teus, amei mesmo! é tão bom lermos e sentir o que estamos a ler, e identicar-me em todas as tuas palavras, adorei! Beijos, Pandora.

    ResponderEliminar
  2. Adorei este teu texto! É bom esse sentimento não ser mentira, infelizmente há muitos que partilham um "amor" não verdadeiro.

    um beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Hoje bem que podia ter sido eu a escrever algo assim. Porém cansei-me de escrever.. Simplesmente cansei-me...
    Não sou de inexplicáveis.. Procuro explicações, razões em todo lado.. E a distância vai matar tudo, se é que alguma vez existiu um "tudo".. There's no going back now.
    A verdade é que o sentimento já é enorme e perdi por completo a coragem de o olhar..
    Engraçado.. Como tudo por vezes começa com uma curiosidade, uma implicância até.. E quando damos por isso estamos completamente perdidos..

    (ainda bem que no teu caso não é real :)
    bjinho e tem uma boa noite*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, agora infelizmente, já não consigo entrar no teu blog, se poderes me dar o link eu agradecia mesmo muito.
      E sabes, são essas as coisas melhores, quando tudo cresce de uma forma repentina, aí é que está a verdade mas eu acho que poderás estar enganada nisso, porque pode existir um "tudo" só tu é que preferes ver "nada"

      Um beijinho :)

      Eliminar
    2. Eu preferia mesmo ver tudo, acredita. Mas só o vejo na minha cabeça.. Que está uma confusão enorme.. Estou a fazer grande filme nela.. Um romance épico.. E afinal, todos os dias quando acordo o que vejo é apenas a realidade.
      It was just a dream

      "I dreamed a dream in times gone by
      When hope was high
      And life worth living
      I dreamed that love would never die
      I dreamed that God would be forgiving
      Then I was young and unafraid
      And dreams were made and used and wasted
      There was no ransom to be paid
      No song unsung
      No wine untasted
      But the tigers come at night"

      Podia ficar a sonhar para sempre.. mas .. E a vida fica por viver?

      Eliminar
  4. "Quem fala a verdade não merece castigo" :D
    Gostei do teu texto e estou a torcer por ti ;o)

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  5. Ouve sempre o que o teu coração te diz. Ele é sempre o mais sincero e verdadeiro possível e não fala o que é mentira...
    Sê transparente no amor, não tenhas medo, e nunca mintas :)

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. É que é tão fácil identificar-me com o que escreves :) está perfeito mais uma vez. Volto cá sempre que posso :)

    ResponderEliminar
  7. Belíssimo. Cada dia é mais evidente a mulher por detrás das palavras!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário