Minimalismos Desejos...


Hoje espero que gostem deste texto repleto de paixão, repleto de desejo. Sejam felizes...

Luz, brilho intenso em que os teus braços repousam, em que o teu corpo beijo. São gestos cúmplices de uma cumplicidade desnuda de barreiras ou fronteiras desta vida meio vivida. Escarlate o coração que almeja a tua presença, a chegada da tua alma vazia de espectros passados de uma memória ancorada ao peito. Sinto-te livre, pássaro livre de escolhas feitas em que a tua cama grita a saudade de um desejo entregue a dois amantes perdidos, a dois insanes aventureiros. Histórias irreais de pessoas normais, são melodias que te formam, que os teus seios contornam em gemidos e corpos contorcidos numa noite qualquer. Luz apagada em que o fogo de uma acção sentida ilumina aquelas quatro paredes em tamanha safadeza que nos faz sorrir. Sou louco, seremos loucos e assim seguimos neste rasgar de roupas que cobrem o soalho desta casa à beira mar, esta loucura de uma noite de sexo em que o amor fica para a manhã seguinte. Entre lábios mordidos e abraços apertados com uma intensidade voraz, sente-se a adrenalina a correr pelo corpo, a vontade de que o prazer se torne eterno entre promessas desfeitas ou fantasias realizadas. Eu e tu, tu e eu, uma mistura de tanto em pedaços de nada, lençóis quentes, uma cama desfeita. Hoje apenas viveremos este desejo pudico que nós tornaremos público num baú de memórias em que a nossa história se desenha...



Comentários

  1. Olá,

    E lá está mais um texto repleto de paixao, sentimento, emoção e romance! Textos ao teu jeito, á tua medida! Definitivamente a tua praia, sabes mesmo como "contar" uma história e fazer passar sentimentos, aposto que ganhas esta sensibilidade através das tuas escolhas musicas, que são sempre muito boas ;)

    Hoje achei o texto bastante complexo e com muitas mensagens por descodificar, interessante.

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. O amor tudo vence, o amor tudo cura. E só um coração com amor pode escrever algo assim. Parabéns. :)

    ResponderEliminar
  3. o amor é uma coisa muito grande uma coisa linda e tu transmites isso aqui neste post gosto muito gosto muito mesmo é sp bom ler-te o prazer e amor sao muito bons aliados

    ResponderEliminar
  4. Vou-te mostrar uns versos do Fernando Pessoa adequados ao texto:

    "Porque quem ama nunca sabe o que ama
    Nem sabe por que ama, nem o que é amar...

    Amar é a eterna inocência,
    E a única inocência é não pensar..." Fernando Pessoa

    Já postei um texto hoje :) *

    ResponderEliminar
  5. Está intenso e com imensa paixão!

    ResponderEliminar
  6. Vejo que mudas-te a imagem, gosto mais desta :P

    Obrigado pela tua visita e comentário, como sempre, muito presente =D

    Tens razão, neste novo projecto sou mais livre, consigo fotografar coisas que eram dificeis de fazer com as sapatilhas, agr posso fazer angulos mais abertos e mais amplos, e até mesmo focar me noutros detalhes. Claro, que agora estou dependendo dos meus amiguinhos do blog, mas vou sempre tentar dar o meu ponto de vista sobre o tema proposto (prometo tentar sempre inovar perante o dito ponto). Fico á espera do teu "wish", Abraço

    ResponderEliminar
  7. Adoro! O texto (real e intenso) e a música então.. sou uma viciada nela xp

    ResponderEliminar
  8. Eu não sei em que te inspiras, mas é uma inspiração e tanto. E parece que lês a minha mente e adivinhas o que eu penso. Amanhã vou publicar um texto também "assim intenso" :)

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  9. A mostrar que um homem pode ser ousado, pode mostrar o que sente, o seu desejo mas sempre com classe ;)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário