A simplicidade de amar...


Na vida, nesta vida, dás por ti a amar, a querer, a pedir, a sonhar. Independentemente da tua vontade começas a sorrir com um olhar, a sentir com mais intensidade, a dormires mais agitado(a), a saberes ainda menos de ti. Chega sem bater à porta, o amor, invade o teu peito, fazendo-te chorar, fazendo-te sorrir. Começas por duvidar, por sentir emoções que desconhecias, por rires que nem um perdido(a) e por corares mesmo sem querer. Podes nem saber o que é paixão, podes nem conseguir exprimir o que é amor mas quando dás por ti, estás apaixonado(a). Engraçada esta forma de vida, engraçado como descobres por ti o que antes desconhecias, quando começas a sentir um turbilhão de sentimentos e aquele frio na barriga que tantos te diziam que eram “borboletas”. De um instante para o outro começas a conjugar tudo de outra forma, começas a ver outras cores, a olhar outros pormenores e, nesse instante, encontras-te em ti, encontras-te numa outra pessoa também. Começam assim a não existir desculpas, a não existirem barreiras e o que era errado passa a certo, ao teu, ao vosso momento certo. Finalmente, após tanto tempo sem saberes o que é amar, o que é ser amado(a), tudo entra pela tua vida, acomodando-se ao teu corpo, prendendo-se à tua alma e descansando na tua almofada. Tu, tu nunca irás saber de onde o amor veio, a razão do amor em ti ter ficado, melhor dizendo, tu nunca irás saber nada de amor, mas ele, ele saberá sempre tudo de ti...





Nesta vida tudo pode começar num café, num sorriso, num olhar, tudo pode acabar numa bela história de amor. Basta querer, basta acreditar, basta lutar...


Comentários

  1. É bom ler e reler, sempre, estas tuas palavras . Neste teu texto a harmonia é completa e, como te tinha dito, vejo-me a sorrir ao imaginar os momentos que vais descrevendo como sendo possiveis de acontecer. A magia de amar e de ter paixão dentro de nós é tão encantadora não é?
    Espero que o amor se cole em ti, se prenda, te amarre e te faça ter um delicioso sorriso, tão maravilhoso como o Homem que consegues ser!
    Que o amor te invada diariamente.

    Com amizade, um enorme beijinho *

    ResponderEliminar
  2. "Nesta vida tudo pode começar num café..." Tu não sabes o quanto esta frase, hoje faz sentido na minha vida. :)
    E deste-me uma vontade enorme de me apaixonar outra vez, e por uma pessoa "do café". Hoje, soube-me mesmo bem ler isto :) Obrigada.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  3. Revivi tudo o que senti quando me apaixonei, quando descobri o que era o amor. E que bom que é! As borboletas na barriga, os sonhos de olhos abertos. Mas mais que isso o que é continuar a saber onde está o nosso amor e saber que ele realmente, como tu disseste, sabe tudo sobre nós. :)

    ResponderEliminar
  4. Que palavras tão verdadeiras! Levaram-me até ao momento em que me apaixonei através das palavras que li de alguém neste mundo do blogue. Começou de uma forma simples e arrebatou-me por completo. Depois, bastou lutar. Luto até hoje, lutarei sempre :)

    ResponderEliminar
  5. E de repente fiquei com muitas saudades de voltar a amar.
    Um texto simples, mas extremamente verdadeiro e lindo. Parabéns

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. QUE PERFEITO ANDRÉ, este texto encaixa perfeitamente no meu (: muito bom

    ResponderEliminar
  7. Adorável. O amor é mesmo assim, simples. Sem mais e sem menos, as pessoas que fazem questão de complicá-lo!

    ResponderEliminar
  8. São os simples e ternurentos gestos que fazem a diferença :)
    Muito amor neste ano de 2013*

    ResponderEliminar

Enviar um comentário