(Des)Continuo...


Somos carne que erra, sonho que faz acreditar,
Somos feitos de sentimentos, somos o reflexo dos caminhos que seguimos,
Somos a partida, somos a chegada, somos a palavra calada,
Somos o sentimento em gestos cúmplices, somos o olhar que fala por si,
Somos quem não esquece, quem não apaga e muito menos quem ignora,
Somos um pouco de tudo, resultado das acções que tomamos,
Somos o sorrir, o chorar, o lembrar e o saudar.
Somos livres, somos feitos para voar, para explorar, para sentir,
Somos o que nunca ninguém foi, somos únicos, somos diferentes,
Somos quem quer um futuro feliz, uma história sem fim e um amor verdadeiro,
Somos quem sabe o que é melhor para si, somos quem se perde nas melodias,
Somos quem tem frio, quem tem calor, quem vive de amor, quem alegra a sua alma...

Somos tudo isto e tanto mais, somos humanos, coração que sente, gesto que pede, olhar que chama, força que determina, vontade que desenha, tela que pinta, livro que se escreve, recordação que tatua. Somos os detentores da nossa própria felicidade, os narradores das nossas próprias vivências, os contadores dos nossos próprios contos. Somos quem escolhe, somos quem quer, somos quem deseja por isso nunca haverá força maior do que a nossa, aquela que cresce dentro de nós, aquela que guardamos em segredos nossos. Tudo o que é sentido só ganha vida quando é partilhado, dividido, quando arriscamos avançar um pouco mais, sorrir um pouco mais, amar um pouco mais. Não há histórias que cresçam sem obstáculos, não há sonhos que se sonhem independentes da nossa vontade, não há palavras que suprimam o que os gestos teimam em calar, não há amores que vivam sem ser cuidados, não há verdades conhecidas se, constantemente, se ignore o que vemos, o que sentimentos, o que tocamos. O que é nosso será vivido, o que é nosso é sentido, todo o resto, todo o resto será parte residual da nossa história...


Todo o príncipe tem a sua princesa, o que há é muitas bruxas fazendo-se passar por rainhas e muitas princesas perdendo tempo com o príncipe errado. Há sempre quem complemente, há sempre quem seja personagem principal juntamente connosco numa história que se quer feliz...


Há sempre dias de mudança, dias que sabem tão bem sorrir e respirar vida :D

Comentários

  1. Muitíssimo obrigada!
    Gostei muito do teu texto, como sempre aliás. A tua forma de escrita é bastante cativante. <3

    ResponderEliminar
  2. Era tão bom que fosse igual aos contos de fadas, em que tudo parece mágico e acaba feliz para sempre :)
    Mas não acontece dessa forma e enquanto não encontramos a pessoa por quem vamos nutrir verdadeiro amor, vamos então andando sozinhos ou a tentar com as pessoas "erradas" que um dia olharemos para trás e diremos apenas que não passou de uma relação do passado.
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. Cada um faz de si exatamente aquilo que cria e toda agente recebe na proporção daquilo que é semeado. Pessoas como tu, com essa sensibilidade e extraordinariedade de ser, merecem ser sempre os protagonistas da história, serem os principes porque o encanto já é teu * Um beijinho*

    ResponderEliminar

Enviar um comentário