"O amor... é mais forte do que a morte"

Enquanto a noite cai fria lá fora... escrevo para ti.
A saudade em mim é maior do que os meus próprios sonhos,
E as memórias invadem o meu coração, ferindo-o.
Sinto-me cansado. Sinto-me esquecido.
O destino fez com que o teu corpo voasse para longe de mim,
E nas minhas mãos só encontro um fim... de tudo aquilo que já fui.
Em segredo ainda tento procurar-te,
Pelos corredores vazios desta casa, deste pedaço de nada,
Em que me afundo no sentimento que dividimos um dia os dois.
Enquanto a chuva bate na janela deste quarto... danço na minha solidão,
Na imensidão das dores que sinto, das angústias que tomam conta da minha pele,
Da vontade que um dia desvaneceu - ao partires por aí.
Não sei ficar aqui sem ti. Sem que me toques e me abraces,
Sem que te enlaces nos meus braços... enquanto somos mais do que dois amantes.
Enquanto tu não voltares... eu não voltarei a ser teu.
E eu sei que partiste numa viagem sem regresso, e eu fiquei aqui sozinho.
E enquanto a noite cai fria lá fora... existe a tua falta que me devora,
Que me mostra que o amor... é mais forte do que a morte.
Mais eterno do que nós.

Resultado de imagem para pedacinhosdemimparati

Comentários