"Sou o homem mais feliz do Mundo!"

Lembras-te da primeira vez em que te segurei a mão? Em que o meu corpo termia, em que o meu nervosismo tanto se via, em que não sabia o que fazer? Lembras-te quando os meus lábios tocaram os teus? Quando nos perdemos no olhar? Foi nesse instante que soube o que era amar, foi nessa mesma hora em que nos perdíamos a ver o mar… que pude dizer que era feliz, que pude saber o que era sentir-me completo. É esse mesmo momento, esse momento que jamais consigo esquecer, em que nos demos ao prazer, em que nos findamos no querer. A espera já tinha sido tanta, tanta que eu não me lembrava do que era esperar, do que era contar os segundos para que os meus impulsos não fossem mal interpretados, para que os meus sonhos não fossem mal sonhados. Recordo tanto daquilo que vivi contigo, de um passado que parece tão recente, mas que já conta tanto daquilo que somos. Enquanto passava as minhas mãos pelo teu cabelo, passava os meus lábios nos teus, sentia o sabor dos teus beijos, a textura da tua língua… na minha. Parecia que o Mundo iria acabar naquele momento. E se acabasse… morreria feliz: a teu lado. Posso parecer louco ao amar-te como te amo, ao sentir-te por maior que seja a distância, ao querer-te por mais tempo que passe por nós. A verdade é que te amo ainda mais do que naquele dia, e naquele dia eu já te amava tanto. Recordo hoje tudo o que vivemos, e tu sabes que é nas palavras que consigo dizer-te tudo, porque sempre que estou contigo… perco-me. Atrapalho-me. Vivo-te. Não me peças para dizer-te nada nos olhos, lá eu quero saber das palavras, lá eu quero saber das promessas. Eu quero é dar-te tudo o que mereces! Dar-te o que precisas, saciar o que eu preciso. Viver-nos e usar-nos. Sim, meu amor. Eu recordo-me de tudo. Tudo vive em mim da melhor forma. E rio-me, de tão feliz que era e que sou. Lembro-me dos teus olhos a brilharem, lembro-me de esperar por aquele momento. Demorámos muito a amar-nos, o tempo foi ingrato e não nos quis juntar. Mas o amor foi mais forte. E eu fortaleci-me a teu lado. Porque juntos somos tudo. Porque juntos somos apenas... amor.


Comentários

Enviar um comentário