Podes ficar?

Podes ficar?
Apenas te pergunto se podes viver, para sempre, em mim.
Envelhecer a meu lado, cometer o pecado,
Ser feliz... sem qualquer medo.
Quero, somente, saber se poderei partilhar contigo a minha vida,
Viver a teu lado os meus sonhos - sonhar a dois. Só nós dois.
Será que podes ficar?
Agarrar-te ao meu peito e nunca mais de lá sair?
Ficar num futuro lutado em que somos um só batimento,
Em que somos dois loucos, em que somos poucos,
Em que somos... um verdadeiro destino.
Podes ficar?
Mesmo nos meus dias menos bons? 
Em que só me apetece deitar, envolver-me no meu abraço,
Fazer de nós a paixão e...
Saciar o desejo que tenho do teu corpo.
Apenas... quero saber se aceitas ficar comigo,
Sem desistirmos. Sem partirmos. Sem... fugirmos
(de tudo aquilo que queremos, de tudo o que nos faz ser nós).
Será que podes ficar?
Amar-me como eu sou, amando-te eu como tu és,
Sem pedir mais. Sem prender de mais. Somente...
A viver de mais.

Podes ficar?

Escrever comigo nas paredes da nossa casa,
O amor que nos corre nas veias e... o carinho que sabemos partilhar?

Podes?

Eu posso. Eu quero.

Porque és só tu... só tu quem eu sei amar.



Comentários

  1. Mais um texto que nos agarra! Fantástica!
    Há muito que já não lia o teu blog com calma, mas não é admiração nenhuma que as tuas palavras continuam brilhantes! Parabéns

    ResponderEliminar

Enviar um comentário