"Sendo um do outro"

Somos a memória...
A história que se completa.
O choro e o sorriso,
O sonho de que preciso,
Uma mão - cheia de tudo.
Somos o mundo,
As palavras escritas,
Nas paredes,
Nas ruas,
Da cidade.
Somos o certo e o errado,
O início sem fim,
A descrição da paixão.
Somos o expoente da loucura,
A ternura de um beijo,
A força de um lutar,
Sem parar.
Sem esquecer.
Sem desistir.
Somos o que há para vir,
O enfrentar do medo,
O nosso segredo.
Somos a vida em construção.
Somos a partilha.
Aquele olhar que tudo fala.
Somos a estrada.
A que seguimos juntos...
Os dois.
Somos o antes e o depois,
O presente que agarramos,
Somos o abraço em que estamos,
Somos nós e um coração.
Somo o sentimento em erupção,
A adrenalina de ter,
De tocar,
De agarrar!
Somos apenas a liberdade,
A eternidade que formamos,
Sendo o que somos,
Sendo um do outro,
Não sendo de ninguém.



Não se esqueça de deixar o seu voto no poema "Não quero ser quem não sou!"
A sua ajuda é necessária. 
Para votar, apenas basta clicar no link que se encontra na barra lateral direita do meu blogue.
Muito mas muito obrigado. :)

Comentários