"TEU"

Sou teu… por mais que o tempo passe,
Por mais que a tempestade me abrace,
Sou teu - até ao fim dos meus dias.
Sou teu… sempre que o meu peito bate,
Sempre que a chama arde,
Nos meus desejos mais reais,
Nos meus sonhos… tão sonhados.

Sou teu… em cada pedaço do meu corpo,
Agora vivo – antes morto!
Tal como o medo que me invadia o peito,
E que tu rompeste… em amor.
Sou teu… sou teu com todo o fulgor,
Com a intensidade que me corre nas veias,
Com o meu engano e as minhas tão desejosas ideias.
Sou teu… por completo.

Sou teu… nas horas em que indago por ti,
Numa paixão sem fim,
Que me assola a alma. A vida. O peito!
Sou teu… mesmo sem ser perfeito,
Sendo o homem errante que sou,
Não prometendo o que não tenho,
Não vindo de onde não venho.
Sendo teu… na simplicidade do beijo.

E…
Sou teu mesmo sendo livre,
Sendo capaz de voar, para longe,
Para perto porque…
Sei que é a ti que retorno,
Que é este amor que me alimenta,
Na tormenta desta vida que tantos não vivem,
E que eu abraço…
Desde o momento em que me fiz teu,
Para ser teu… eternamente!


Comentários

Enviar um comentário