"2014"

Aprendi... com o que vivi...
Que amar é viver para além da vida que conhecia,
Que esperar é sentir o nascer do dia,
É recordar o passado e construir um futuro
(em imagens que podem ser partilhadas pelo coração).
Aprendi...
Que o tempo passa e o verdadeiro fica,
Que o destino existe e que a chuva não serve apenas para molhar.
Aprendi que sentir é sentir-nos por dentro,
Que escrever é partilhar - com os outros - amor,
Fulgor, sorrisos, lágrimas e desabafos.

Aprendi... com o que vivi...
Que o destino existe para nos mostrar que vale a pena lutar,
Perseguir os sonhos e confiar em quem nos quer bem.
Aprendi...
Que podemos ir muito mais além,
Além do que vivemos, do que conhecemos, do que queremos.
Aprendi... com os erros, com os enganos, com os desenganos,
Com os caminhos trocados, com os rumos traçados e...
Aprendi que não vale a pena fazer planos.

Aprendi... com este ano,
Que tudo pode mudar num piscar de olhos,
Que podemos ter e não ter, viver e perder, agarrar ou não lutar,
Aprendi... a amar... verdadeiramente...

Aprendi... com o que vivi,
Que a recordação ficará em nós, que tão pouco importa o que tens,
Comparado com o que dás - com o que te dão.
Aprendi...
A ouvir-me mais, a rir de mim próprio, a abraçar com firmeza,
A pedir... com delicadeza.

Aprendi... com este ano,
Que vale a pena viver, viver tudo o que queremos,
Com quem queremos, independentemente,
Do tempo, do espaço, do lugar.
Aprendi... que o tempo certo não existe,
O que existe é disposição, vontade, verdade e isso...
Isso faz mover montanhas.

Aprendi... neste ano, com o que vivi,
Que quero mais, mais amor,
Mais olhares trocados e abraços apertados.
Aprendi... que não há fim,
Quando podemos ser o princípio todos os dias,
Quando podemos ser eternos,
Quando podemos ser imortais...

Sabendo, somente, amar.


Comentários

  1. Verdade... é mesmo assim. ..
    Está muito bem escrito! PARABÉNS

    Tão simples e tão complicado :)

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas suas palavras e pelo seu apoio.

      Espero que tenha um bom ano.

      Abraço :)

      Eliminar
    2. Obrigada, para si também. Que seja um ano de poesias. ..

      Eliminar
  2. Obrigada, André :) Um óptimo ano para ti, que seja repleto de coisas boas!

    Quanto à tua escrita, uma vez mais nada há a apontar! Tens sempre as palavras certas no momento exacto.

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Pedacinhos de mim (André),
    Intenso e sublime. Um deleite !

    Desejo-lhe um Novo Ano de ternas concretizações e inspirações.
    Com admiração,
    Ana

    ResponderEliminar

Enviar um comentário