"Teu"

Queria que sentisses que te amo, mesmo em silêncio.
Que sonho contigo, muito mais do que sonho, com tantos outros sonhos meus.
Queria que acreditasses que espero-te, sabendo que o tempo...acabará por nos unir.
Queria que me soubesses esperar, que me soubesses amar,
Por esta e outra vida, neste momento, em todos aqueles em que...
Fujo, em que te confesso sem confessar.
Queria que visses em mim, o teu porto de abrigo,
Que sentisses que eu sou feito de medo mas...que sei lutar contra ele.
Enfrentando barreiras, rompendo amarras.
Apenas queria que tudo fosse nosso agora, mas sei...
Que o agora demora, e que eu irei demorar para te ter.
Queria que acreditasses no amor como eu acredito,
Que te deitasses comigo no pensamento, tal como adormeço contigo.
Queria que um dia...nos pudéssemos abraçar,
Nos pudéssemos beijar,
Nos pudéssemos amar.
Livremente, sendo o que nunca fomos.
Queria que acreditasses que eu acredito em ti,
Que aposto toda a minha estabilidade na instabilidade que o teu sorriso me causa.
Queria apenas que soubesses, que o nosso tempo ainda não chegou.
Queria que acreditasses que luto todos os dias,
Que vejo-te em todos os momentos,
Que mudo tanto que definia como certo...em toda a certeza de que te quero.
Queria apenas que estivesses em mim, como eu te pertenço,
Sem questionar porque te amo,

Apenas amando-te...


Comentários

  1. deixas-me sempre a pensar em cada coisa que escreves... beijinho *

    ResponderEliminar
  2. Kate (alguresentreoceueomar)25 de junho de 2014 às 13:51

    Speechless*
    Aprendi que questionar também é bom, ajuda-nos a mudar de rota
    bj

    ResponderEliminar

Enviar um comentário