"AGORA"

Hoje a noite não caiu em mim, o sono não chegou e tu viveste no meu imaginário. Não sonhei contigo, apenas fiquei a imaginar-te, apenas te desejei de forma que nem consigo entender. O dia foi preenchido pela tua imagem, pelo teu olhar, hoje prendi-me à tua vista e tão bem soube sorrir imaginando-te em mim. O beijo prolonga-se até aos meus lábios, a minha pele pede a tua, as minhas mãos procuram as tuas, eu procuro-te! No meio da gente que emerge destas pedras que me levam até casa, procuro imergir em ti, em mim, em nós, talvez hoje se tu me quiseres. Pode o tempo nada ser, posso eu ter enlouquecido, ser um louco varrido mas, na verdade, quero-te num desejo tão inteiro. A noite passada fizeste-me perder o sono, durante todo o dia de hoje fizeste-me perder o juízo...


Comentários

  1. É fascinante ler o que escreves. É de louvar, como consegues escrever assim, de forma tão leve, tão simples, mas ao mesmo tempo rica, em sentimentos, em gestos, em acções... nao te esqueces de um pequeno pormenor, e isso torna-te diferente, torna-te um homem mais sensível à vida e aos outros.Um beijinho

    ResponderEliminar

Enviar um comentário