This is me...

Sou a liberdade, pássaro livre sem ninho, sem direcção, sem destino.
Sonhador, não sou de incertos e a certeza a mais, aborrece-me.
Gosto de espaço, espaço físico, de espaço em que descanse o meu ser.
Sou a liberdade e é nela que me movo.
Vivo de coração, coração habitado, desabitado, de um coração que espera.
Sou uma mistura de tudo, acredito no meu olhar e luto pelo meu sentir.
Rebelde ou acertado demais, não tenho meio-termo mas também não vivo de termos.
Sou um tanto de tão pouco, não sou de pedir demais mas não sou quem se contenta com pouco.
Não gosto de meios sim´s, de meios nãos, de meias palavras, de meios discursos.
Sou livre e continuo nesta liberdade porque ainda não encontrei a minha “prisão”.
Gosto da calma, do tempo. Tudo o que vem e entra depressa com a mesma velocidade vai e eu não sou de efemeridades.
Gosto de bases firmes onde me possa ancorar mas, da mesma forma, gosto da adrenalina que me faz tremer.
Gosto de tudo o que envolve vontade, gosto de conquistar mas, um homem, também gosta de ser conquistado.
Gosto da vida, cativa-me a diferença e, o que me chama a atenção, é um olhar que sorri.
Admiro a simplicidade, a força que cada pessoa tem de seguir os seus ideais, não gosto de desistências principalmente quando se desiste de algo que se diz gostar.
Preservo um pouco de criança em mim, a formalidade a mais sufoca-me e a monotonia para mim é um tédio.
Adoro pessoas que sabem sentir, pessoas que gostam de descobrir, gosto de pessoas que sabem dizer, pessoas que sabem ousar de forma peculiar, gosto de quem arrisca com consciência, de quem se mostra sem pudores.
Na verdade gosto de tudo o que é verdadeiro, sentimentos verdadeiros, sorrisos verdadeiros, olhares verdadeiros mas, principalmente, pessoas naturalmente verdadeiras...





Comentários

  1. Espero que nunca te encontres na posição de encarceramento ou prisão de ti mesmo. És bonito, e deves ser do mundo :)

    ResponderEliminar
  2. Conhecermo-nos a nós próprios é previlégio só para algums... . Agora diz-me onde estás,que também quero;).
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Brincava contigo:). Gosto de ti aí.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Eu também não gosto de efemeridades. Por muito impulsiva que seja por vezes.
    Se é pra ser, então é pra lutar para q seja eterno :)

    Gostei do texto
    bj

    ResponderEliminar
  5. é isso :)
    Espero que o faças, mesmo!
    You're a fighter!*

    bj

    ResponderEliminar
  6. as pessoas verdadeiras lutam pela verdade :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário