Copo meio cheio...

Segurava-se as tormentas, oceanos de um desejo sentido, era tanto em tão pouco dito, tão pouco dito esperando ser vivido. Seguranças firmes de âncoras assentes em baías que refugiam sentimentos, em sentimentos que olvidam mudança. Gritos mudos, mudas esperanças de um homem que se mostra nas melodias que larga ao vento. Vento de vontade, correntes e oceanos de um peculiar sonhar, de um sonhar em prosas escritas ao final da tarde. Tarde vencida, dia quase acabado em que restam as horas tiradas para sentir, em que os olhos percorrem as folhas escritas e as fotografias sobrepostas. Resta a falta, a saudade de um momento que se constrói num futuro tão seguro nas mãos de quem sabe lutar. Criança que se viu crescer, crescentes segredos revelados em copos cheios de gelo embebido numa mistura de sabores que convida os dois a sentarem-se. Conversas adiadas, ou então conversas desejadas, no jogo do sentir, nada é certo porque é, no incerto, que as pessoas se reencontram. Reinventam-se caminhos, os atalhos são contidos e os erros tornam-se ensinamentos de quem avança descurando esperar que o tempo lhes dê um futuro. Futuro retratado em projectos, dias aproveitados até à última gargalhada dada antes de se serenar num leito quente, num leito aquecido por dois corpos que se encontram depois de um dia de aclamada vontade de ficar. São guerreiros de uma vida real, almas que se transcendem de um mundo, ouvindo, as vozes que se complementam uma na outra. Um homem e uma mulher, um tanto a acontecer num lugar que tanto importa, porque no final de tudo isto, no princípio de tanta coisa, os tempos nada são, quando os sentimentos se tornam tudo...



Comentários

  1. Gosto da nova casa. E da ideia de calor que este texto transmite.
    beijinho

    ResponderEliminar
  2. podes me dar o link da foto pf?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. http://indulgy.com/post/toJDdBQ5W1/owl-love

      Aqui vais encontrar várias imagens

      Eliminar
  3. Quem serão os 12 finalistas? Confere aqui:http://oburguessocial.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Enviar um comentário