Prazer(es)...


Hoje deixem-se ir pela música, pelo querer, pelo sentir. Sejam felizes com o que, realmente, querem. Beijos e Abraços

Eufemismos de sentimentos pertencentes,
Chamas vivas, sentidas, ardentes,
Escarlate sentimento vivo naquele momento,
Prosas entrelaçadas em dedos que vivem o contentamento.
Olhares vividos, sentidos, erguidos,
Canções infames de quem ama sem pudor,
Lençóis usados, gastos no calor do momento,
De quem fez do prazer um acto de amor.
Sombras, espectros de um esquecido passado,
Palavras ditas no calor de um momento partilhado,
Sussurros vivos em desejo carnal,
Gestos, gemidos de duas almas em querer intemporal.
Minimalismos de traços que os seios dela contornam,
Corpos contorcidos que aquele quarto adornam,
Braços agarrados em manifesto tesão,
Lábios mordidos querendo mais daquela paixão.
Sorrisos, vícios, uma sede matada a dois,
Uma garrafa de vinho, o descanso depois,
Abraço sentido, refúgio criado,
Numa noite saciada, num sentimento apertado...



Comentários

  1. uma noite cheia de sentimentos...adorei como sempre!

    um beijinho *

    ResponderEliminar
  2. Não duvides pequeno. É sempre bom quando encontramos o caminho, o que vele a pena ser percorrido. Tu sabes, tu sabes o quanto as tuas palavras valem. Beijo enorme*

    ResponderEliminar
  3. Oláa! E finalmente estou de volta, e vou poder acompanhar mais ao pormenor e deixar aqui o meu comentário como sempre gosto de fazer, hehe!

    Entao rapaz, como vai isso? tens inspirado este leitores e espalhado amor por entre os blogs, aposto que sim!

    Bem, mas uma vez encontro aqui inspiração, mas isso já é habitual, pois a forma como escreves e tudo o que escreves abre-nos sempre portas para um mundo mais feliz e encantado! Aposto que aqui vou econtrar muitos momentos e inspiração para o meu novo projecto coma AOA. Continua a fazer aquilo que de melhor fazes, a escrever sobre o amor

    Forte Abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário