Palavra(s)...


Hoje apenas se escreve um pouco de sentir,
Um sentir diferente, que vai para além de sonhar,
Sonho que me faz seguir, caminho que me faz lutar,
Lutar por uma vontade, lutar por um existir.
Aqui, hoje, não se esperam as grandes vitórias,
Vitórias almejadas num tempo atrás,
Atrás ficam as recordações de um passado,
Passado que se perde no meio de um presente vivenciado.
Vivenciadas são as memórias que ficam,
Ficam os sabores de um homem em construção,
Construção de uma vida repleta de verdade,
Verdade de um sentimento que cresce na sua simplicidade.
Simplicidade revestida de força,
Força que move mundos, que quebra a maior barreira,
Barreiras transpostas em direcção a um futuro,
Futuro vivido num olhar de uma guerreira.
Guerreira que chama mesmo sem chamar,
Chamar intenso que grita num silêncio que se faz quebrar,
Quebrar de amor que o meu corpo faziam prender,
Prender de sonhos que me fazem viver.
Viver sentido de quem vive o momento,
Momento presente de quem alcança o firmamento,
Firmamento de distâncias que nada são,
Partidas e chegadas numa história de paixão.
Paixão que não morre quando tudo é verdadeiro,
Verdadeiro o sentir num agarrar derradeiro,
Derradeiras são as escolhas que temos de tomar,
Não partas sem lutar, não vás querendo falar.
Falar o querer em palavras simples,
Simples vocábulos que mostram um amor,
Amor que entra para habitar o nosso coração,
Coração que sente para lá da visão.
Visão de olhares trocados esperando o abraçar,
Abraçar de vontades mesmo em frente ao mar,
Mar de vivências em melodias por viver,
Viver no presente com aquilo que se quer...




Comentários

  1. Adorei, está simplesmente lindo! Gostei bastante da música, não conhecia.

    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Olhar, abraçar, mar, presente, querer - são as palavras simples, mas também são as palavras-chave, não?

    Tem uma boa noite, and always keep your faith*
    bjinho

    ResponderEliminar
  3. Adorei.
    Excelente imagem que o teu blog teu =) *

    Abraça tudo o que escreves, num uníssono pensamento, numa única e derradeira vontade.

    ResponderEliminar
  4. Oláaa, então André como vai isso?
    Bem, as minhas sinceras desculpas, estou para lá de ausente de tudo referente ao Mundo da internet, porque ainda estou sem pc pelo que fico super limitado a tudo, a modos que idas ao blog e amigos é muito raro.

    Mas aproveitei agr este tempo para me justificar a todos os amigos do blog.

    Bem, falando agora do teu texto: Acho muito interessante a tua forma de escrever neste texto e acima de tudo o tema em si, hoje ja se fala, escreve e se canta pouco sobre o sentir ou até mesmo já se sente pouco. As pessoas estão mais frias mas felizmente há esperança e ainda ha quem acredita e nos faça acreditar! É preciso ter um coração que consiga ver para lá da visao como dizes-te, gostei da frase ;)

    Forte Abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário