Sentidus...


Encontros e desencontros, vidas perdidas e horas alcançadas. Vivemos na correria dos dias, no olhar sem ver, esquecemo-nos do amor, e ele? Será que ele se esquece de nós?
Preocupamo-nos com pequenos pormenores, com horas perdias e com histórias ultrapassadas. Preocupamo-nos tanto que acabamos por perder o que a vida nos oferece, os sorrisos presentes, os amores que nos habitam e os destinos que, delicadamente, vão se cruzando com os nossos.
Sobrevivemos demais e vivemos de menos, somos a mistura de ter e não ter, copos cheios de tanto e vazios de uma série de coisas. Amamos silenciosamente, sonhamos e cortamos o sonho, fugimos em distância mas será que isso faz a recordação dissipar-se? Não, certamente, a resposta será “não” quando o sentimento cresce em vez de diminuir, quando sentimos a saudade de um olhar, de uma presença que está tão perto mesmo que o toque seja adiado.
Acredito que tudo tem um tempo mas, que somos nós que o criamos, que o vivemos, que o cuidamos e que fazemos com que ele perdure no tempo, no nosso tempo, naquele que vive por si, que nos alimenta o acreditar. Ama-se e nem se vive, vive-se e nem se sente e, o que resta? Resta o vazio, a vontade de ter, a suposição de como seria se a história fosse vivida e não apenas adiada. Ama, vive, sonha, agarra e nunca largues, num mundo tão mutável, de pessoas tão esquecidas de si, quem se difere tem brilho, quem ama é raro e quem vive em nós é, e sempre será, o amor da nossa vida e sem ele, sem ele, jamais seremos felizes verdadeiramente...



Tenham um óptimo fim-de-semana e aproveitem a vida antes que ela passe por vocês...

Comentários

  1. "quem vive em nós é, e sempre será, o amor da nossa vida e sem ele, sem ele, jamais seremos felizes verdadeiramente..."
    a maior verdade que já li. Sinto-a, letra a letra.
    Um texto lindo, como sempre. Parabéns :)
    e força*

    ResponderEliminar
  2. Mais um excelente texto, parabens!
    votos de um excelente fds

    ResponderEliminar
  3. Revivemos demasiado o passado e vivemos muito a imaginar o futuro...e esquecemo-nos de viver o presente...

    Belo texto! ^^

    Abraço :3

    ResponderEliminar
  4. "Acredito que tudo tem um tempo mas, que somos nós que o criamos, que o vivemos, que o cuidamos e que fazemos com que ele perdure no tempo, no nosso tempo, naquele que vive por si, que nos alimenta o acreditar. " Sem dúvida alguma.

    Um bom fim de semana e um beijo.

    ResponderEliminar
  5. Olá, olá

    Regressei :P

    E novamente nos apresnetas com um grande texto, muito sentido ou deverei dizer sentidu?! :P

    Achei brilhante a citação "Sobrevivemos demais e vivemos de menos" na verdade esta grande verdade, infelizmente resume muita gente eu até arriscaria a dizer todos nós, muitas vezes nos limitamos a sobreviver, a respirar, como se isso fosse viver. Como sempre interessante todas as tuas ideias, sempre dão que pensar com todos estes pontos de vista encruzilhado :P

    E para qd mais um texto em que parecia tirado de um livro, um dialogo entre personagens e uma cena especial? :P

    Forte Abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário