Sentimentus...


Hoje volto a pedir o vosso apoio nos votos para esta final do concurso. Divulguem pelos vossos blogs é uma grande ajuda que me dão e não se esqueçam hoje por mim, amanhã por vocês. Abraços e Beijos. Sejam sempre felizes
Sentimentos voláteis, presos ao vento, suspensos pelo sonho, instáveis como a força do nosso corpo. Sentimentos perdidos, outros encontrados, sentimentos que vivem em nós, que se alimentam do nosso caminhar. São amores vividos, transcritos em histórias reais de quem luta por um querer intenso, de quem faz de si personagem principal do seu viver. Horas de vida, vida de momentos, são instantes marcantes e pequenos pormenores que diferenciam pessoas.
O acreditar será sempre a maior razão que nos faz seguir, que nos faz lutar por momentos únicos, aqueles em que duas pessoas se olham, se beijam entrelaçando as suas mãos para permanecerem juntos no tempo, unidos na distância. Tudo o que é forte permanece, vive em nós, fica tatuado no nosso peito e origina aquele sentimento inexplicável a que tantos chamam de saudade.
Seremos sentimentos, repletos de vontades, de forças antagónicas que nos fazem chorar, rir, querer um pouco mais ou partir virando costas ao passado, começando a reerguer um novo futuro. Temos o poder de nos adaptar, moldamo-nos à vida, aprendemos com erros e sabemos sempre recomeçar mesmo que a queda nos deixe mais uma escara no corpo, por mais que o nosso olhar pareça ter perdido o brilho. Possuímos uma grande força em nós, somos detentores de memória, compostos de carne que erra mas de uma carne que sabe pedir perdão. Podemos fazer tanto da vida mas o principal é não parar, não nos entregarmos ao medo que nos prende os passos, que nos estagna num tempo que passa por nós não esperando pelo nosso caminhar. Façam hoje da vossa vida o que querem, sejam livres, respeitem o vosso coração, amem a vossa pessoa. Sejam o que nunca ninguém foi, sejam o que sempre sonharam ser...




Comentários

  1. Tens mais uma vez o meu voto. Desejo-te muita sorte :)

    ResponderEliminar
  2. O melhor é sermos nós próprios sempre, com os nossos sentimentos e sem medo de os demonstrar (o que nem sempre é fácil). Mais um texto lindo :)

    ResponderEliminar
  3. bonito,
    gosto da imagem do barco a remos
    vê o meu blog:
    http://risingbelow.blogspot.pt/2013/01/seco-e-frio.html

    ResponderEliminar
  4. Adoro a força que encontro em teus textos! É sempre um jato de ânimo. Tem meu voto novamente, boa sorte.

    Agradeço o carinho que tens para o meu blog, e como sei que gostas de música, te convido a conhecer a nova tag, compartilho minhas músicas favoritas. Espero você por lá!

    Um super beijo

    http://venenosemacas.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  5. "Nós somos o que somos, não o que queremos ser", li isto no outro dia. E não deixei de concordar. Quantas vezes eu não quis ser forte e no final, cai na cama a chorar por não ter conseguido encarar o sentimento? Mas quando te estou a ler, sinto que tenho forças para tudo, que realmente tenho forças para me levantar quando a queda acontece e isso é optimo, porque me lembro destas palavras na queda..e faz-me realmente levantar e seguir.

    Então, obrigada por isso :)

    Um beijinho

    ResponderEliminar

Enviar um comentário