O não existir na tua própria mão...


Nunca haverá um amanhã se desistires de viver hoje,
Nunca haverá uma história se fugires do teu sentimento,
Nunca haverá uma vitória se não lutares pelo que queres,
Nunca haverá um sentimento se preferires passar ao lado da vida,
Nunca haverá um sorriso se prendes a tua forma de sonhar,
Nunca haverá um sonho se desistires de ti antes de tentar,
Nunca haverá uma partida se agarrares o que te faz feliz à chegada,
Nunca haverá uma desilusão se viveres com quem te ama, com quem te respeita,
Nunca haverá um erro se o que fizeste te fez feliz,
Nunca haverá um tempo certo se preferires passar nas horas sem as viver,
Nunca haverá um “Amo-te” verdadeiro se coleccionares pedras em vez do teu diamante,
Nunca haverá um olhar se preferires enganar o teu coração,
Nunca haverá uma mudança se continuares a fazer tudo igual,
Nunca haverá um “nós” se continuares a viver o individual em vez de fomentares o teu amor,
Nunca haverá o teu dia se continuares a seguir os atalhos somente porque são mais fáceis,
Nunca haverá a verdade se procuras tanto a mentira,
Nunca haverá o entender se nem tu sabes o que queres,
Nunca haverá uma vida se escolheres apenas navegar, sem direcção, sem amor, sem lutar.

Nada haverá, nada existirá se tu preferires ficar à espera da vida, ela não chega, ela passa por ti, ou vives hoje o teu amor, ou amanhã viverás a recordação do que nem sequer viveste. Nunca haverá palavras se o sentimento se perder, se a vida avançar e se chegar o esquecimento ao lugar onde antes permanecia a saudade...




Hoje deixei algo diferente, para reflectir, para reflectirmos se o caminho é o que estamos a seguir ou se estamos a perder os melhores anos da nossa vida. São bons dias destes, de reflexão connosco mesmos.



Comentários

  1. adoro imensamente a música e adorei a escrita de hoje :)

    ResponderEliminar
  2. e "ainda existem HOMENS que sentem, que querem verdade e não simples aventuras" como Tu :)

    ResponderEliminar
  3. É um sentimento maravilhoso e é tão bom vivê-lo intensamente :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Falar é fácil e bonito de se dizer, mas nem sempre agir é um passo que fazemos facilmente, por vezes não encontramos aquilo que tanto desejamos. Mas lutar, amar, viver são verbos que devemos fazer intensamente, só assim seremos feliz, apesar que nem sempre é justo termos de lutar tanto nesta vida.
    Gostei do novo visual do blogue. ;)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Tens razão!
    E este texto deu-me força, obrigada! *

    ResponderEliminar
  6. Foogooo hoje gostei mesmo, é que na verdade nem sei o que dizer, depois de ler isto fico sem palavras e sem saber o que comentar de modo a não parecer repetitivo e superficial é que na verdade ha tanto para dizer e mesmo assim é tão pouco.

    So me resta felicitar-te e incentivar para que continues porque terás sempre a minha presença nos teus textos, adoro mesmo!

    P.s.: Em relação ao meu peixe no balde, tens razão está congelado (são sardinhas congeladas), mas isto porque aquele é o peixe de isco, na verdade é para ser colocado dentro de armadilhas que ficam no mar durante a noite e no dia seguinte temos outros peixes lá, que nem são para comer, são para estudos cientificos xD Amanha mostro uma foto do pescado de hoje à noite :P

    Forte Abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário