As palavras que te deixo...


O momento, tudo determinado num momento, num momento em que se parte para numa voltar atrás. É o renascer, é o reconstruir, o aprender a amar de outra forma, outra pessoa, noutro lugar. Vive-se o ponto final, vive-se esse ponto final quando vemos que esperar não é solução, que o tempo passa e o que se quer é uma verdade e não mais uma mentira. Sou dos homens que falam de sentimento, sou desses que mostram a emoção de um beijo, o temer de um abraço e o desejar de uma história feliz. Acredito num amor forte, num passear de mãos dadas e acredito nestas palavras que escreve como espelho dos meus desejos, como desabafo da minha alma, como verdade emanada do meu coração. Vivo de amor, deste amor que me percorre as veias, que me faz acreditar, que me faz sonhar com tudo isto que dá significado à minha vida, que dá destino ao meu caminhar. Não esqueço o que me marca, como não acredito que as pessoas esqueçam o que lhes foi marcante, vivo de recordações porque essas, essas são como tatuagens em mim, como fragmentes de uma história em construção, da minha própria história. Temos o retorno das nossas acções, tudo é o retorno do que fazemos, do que escolhemos, do que lutamos, então viveremos assim, lutando por o que se quer, dizendo o que sente, partilhando o que se sonha, porque somente assim, viveremos o que tanto idealizamos, viveremos num abraço apertado, viveremos numa vida escrita por nós, vivida por nós, determinada por o que sonhamos para nós. Para se viver basta pouco, um pouco de sonho no coração, um pouco de coragem nas acções e um amor de verdade, um daqueles que não passa, que é para a vida...




Vive o que tens, o que a vida te dá, vive o que queres, com quem queres e onde mais desejares mas vive esse teu sentimento, constrói essa tua história, torna real esse teu sonhar.
Há que te ame, quem espere uma vida pelo verdadeiro amor, aquele que tanto procuras...



Comentários

  1. Oh, como gosto do que escreves, refresca-me a alma !

    ResponderEliminar
  2. Ai, não queres ser meu namorado? ADORO *.*
    Já não se fazem homens assim.
    Parabéns pelo teu belíssimo texto :)
    Beijinho e continuação*

    ResponderEliminar
  3. Acho que enganaste nesse sentido e tens prova disso nos comentários no blogue. Há raparigas que compreendem sim e quem lhes dera ter um amor desses arrebatadores. A maioria dos rapazes é que não são de se exprimir muito e tu consegues isso na perfeição, por isso as minhas felicitações :)
    Até porque só conheço apenas um blogue que fala de amor, descreve na perfeição os sentimentos e é escrito por um rapaz. Simplesmente o teu blogue.

    ResponderEliminar
  4. Aconselho-te vivamente a escrever um romance, ias triunfar :)
    Eu por acaso andei a escrever um, mas a motivação e inspiração anda fraca por estes lados, mas espero um dia terminá-lo.
    Por isso pensa nisso, tens talento, aproveita-o.
    Boa noite* :)

    ResponderEliminar
  5. És maravilhoso com as palavras e tão docemente as utilizas para formular este textos tão bem delineados e sentidos.
    Eu também "acredito num amor forte" e sei que mais tarde ou mais cedo todos teremos um. Espero contudo que com tanta audácia de sentir, sejas muito feliz e que tudo te seja retribuido da melhor forma.

    A música tem "pedaços de mim" !
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. adorei as tuas palavras! sigo *

    http://petitsmorceauxdemoi.blogspot.co.at/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário