Vive por ti, sê tu mesmo (a)...

Faz da tua vida o que quiseres, sê fiel a ti, somente a ti, preservando o teu coração, lutando pelos sonhos. Não mudes, muda por ti se assim for, muda por o que vale a pena e não mudes, somente, pela opinião de um outro alguém. Espera o tempo que tiver de ser, mas não esperes de mais, porque quem te faz esperar é porque não respeita o teu tempo, não quer ver avançada a tua história. Ama e luta por esse amor, dá de ti, mas nunca te contentes com migalhas. Vê o que vales, não te julgues de mais, mas não sejas de menos. Forma em ti vida, dá um tempo ao passado e vive o presente, agradando a ti primeiro e só depois os outros. Não queiras ser mais, não procures de mais, viverás o que é teu, viverás o que faz parte da tua história. Ama, mas não ames quem nem sequer luta por ti, ama, ama de verdade, não te mintas, mas também não mintas a ninguém. Faz de ti uma pessoa forte, mostra a quem já tanto te criticou o que és, no que te tornaste. Não peças de mais, vive sim demais, aproveita cada minuto, cada segundo. Pede perdão, dá o perdão mas não estagnes, não te prendas, não te subestimes, não subestimes os outros. Vive por ti, jamais por alguém que não vale o teu lutar, alguém que não saiba o que é amar...



Comentários

  1. Nunca me arrependo de passar por aqui, mais um texto maravilhoso !
    Um beijo *

    ResponderEliminar
  2. Há semelhança do comentário anterior, eu diria "nem mais!"; pois cada vez que aqui passo a ler (e gostaria de passar com maior frequência!), adoro sempre o que escreves!
    Sinto sempre, como se fosse um "menino" que se senta a ouvir a história que uma pessoa mais velha e sábia, tem para contar e eu atentamente escuto e tento interiorizar (eu cá acho que me ando sempre a repetir).
    Mas bem sabes que neste momento estas palavras, para mim, fazem um sentido ligeiramente ao que tu deves ter colocado inicialmente... E por isso faço (para mim), uma interpretação especial e tento perceber aquilo que aqui escreves, como se me fossem ditas para as minhas razões (não sei se faço bem ou não!?!).

    Hoje queria ler textos mais antigos e comentá-los (se bem que já li um ou outro durante esta semana, sem os comentar). Mas os olhos começam a pesar e o cansaço não perdoa! :D
    Por isso é com pena minha que tenho que deixar para a próxima oportunidade...

    Obrigado pelas tuas palavras! E um grande abraço

    PS: Se conseguir passo por aqui amanhã, e se da mesma forma a ver se coloco um post novo no meu blog, que está na minha cabeça já há algum tempo...

    ResponderEliminar
  3. "Não mudes, muda por ti se assim for, muda por o que vale a pena e não mudes, somente, pela opinião de um outro alguém. (...) Vive por ti, jamais por alguém que não vale o teu lutar, alguém que não saiba o que é amar". Tens sempre no teu texto frases que me marcam bastante, parece que são diretas para mim e isso deixa-me a pensar sempre. Tiro dos teus textos sempre uma lição importante. É muito bom vir aqui e ler fantásticos textos diariamente.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. só sendo nos mesmos, podemos ser alguém na vida!

    ResponderEliminar
  5. Sabes que nestes últimos textos foi o coração que falou :) e como ele se sente bem quando lê as palavras que deixas no meu cantinho ! Dão-lhe tanta força para continuar a escrever.

    Volta. e continua a escrever como sabes fazer tão bem :)

    ResponderEliminar
  6. Ora cá esta outra grande verdade, mas de onde raio vais buscar tanta inspiração e palavras certas? é caso para dizer boca santa xD

    Realmente devemos viver por nós e não pelos outros, nao devemos viver em função de nada nem ninguem a menos que seja os nossos sonhos, porque a vida é curta de mais para perder tempo agradar os outros.

    No entanto é tão dificil seres tu mesmo, quando a sociedade está sempre a esperar mais de ti e a criar espectativas que nem fazem parte dos teus sonhos, gostei. Dá que pensar :P

    Forte Abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário