Num simples parágrafo...

Amor soletrado num poema descompassado, livre amor presente no peito de quem cultivou uma história real. Amantes, amigos, trovadores de uma só voz que caminham de mãos dadas, que sofrem em cada despedida, que agarram em cada chegada. Sol do dia dos dias da gente, poema que se exprime em gestos mudos que tanto dizem, que nada falam. Amor saudoso que apela para ficar, segurar forte que dá proteção, que pede sempre para ficar mais um pouco, mais um segundo. Melodia contende nos rostos de certa gente, um sorrir natural que ilumina um dia, que faz do sonho magia, que ama tanto mesmo sem pedir. Receber de um sentimento presente, ancorado a cada pessoa, vivo em cada peito, caminhar singelo, projectar ambicioso, tudo contemplado em dias maduros de quem sabe o que quer, de quem dá de si para, desta forma, receber. Se é para amar é para amar de verdade, se é para viver é para viver intensamente, humanamente, de forma sonhada, de forma livre, de forma real. O importante é viver e não estagnar nem tropeçar de orgulhos feridos, num cair de arrependimentos calados, num esquecer de amores tatuados...




Se é para QUERER, que se queira de verdade, se é para LUTAR, que se lute até que a força falte, se é para SONHAR, que se sonhe mesmo de olhos abertos, se é para AMAR, que se ame sem medos...



Comentários

  1. como não me deixar envolver por cada palavra que proferes tão de coração? como não me deixar absorver por toda uma beleza contagiante como é a da tua escrita? é simplesmente impossível!!! ADOOOORO!

    ResponderEliminar
  2. óhhh eu agradeço imenso, e também te sigo :)

    ResponderEliminar
  3. E que belo paragrafo :)
    Como alguém disse uma vez: "We stop existing and start living"

    ResponderEliminar
  4. Decididamente, se é para querer.. é para o fazer de verdade. Infelizmente, na vida não temos esse privilégio. Somos magoados consecutivamente. As pessoas entregam-se cada vez menos, mentem cada vez mais.. :/
    Gosto disto por aqui :')

    ResponderEliminar

Enviar um comentário