Verdades em mim...

São de pequenos instantes que se vive, são das mais ínfimas particularidades que vemos aquilo que é mais verdadeiro, que conhecemos alguém diferente de todo o resto, alguém que nos complementa nos sonhos sonhados, nos dias vividos. Somos complementaridade, humanos que procuram felicidade, quem vivem um amor de variadíssimas formas, das mais diferentes maneiras. Amamos o que temos, o que não temos e isso, isso por vezes faz com que a nossa história seja vazia. Sempre que se procura um algo, um algo que não se tem nem se sabe o que é, procura-se em vão, porque o que é mais verdadeiro, o que realmente faz falta na nossa vida encontra-se nela, encontra-se no nosso viver, no nosso caminhar. Sentimos de forma pura, o problema, o problema é que por vezes pensa-se de mais e descura-se o que o coração nos diz, o que a alma nos mostra com uma claridade que para alguns se torna nevoeiro. Quantos já amamos e tentamos esconder esse sentimento? Quantos quiseram voltar atrás mais permaneceram no orgulho? Quantos tiveram medo de arriscar e, mais tarde, viveram o arrependimento de uma perder? Quantos já tiveram alguém e não lhe deram o devido valor? Acredito que todos nós já tenhamos passado por isso, acredito que já calamos muito, que já desistimos, que já choramos em silêncio, que já sonhamos bem mais do que a realidade que vivíamos. Depende de cada pessoa, de cada um de nós gritarmos ao mundo tudo aquilo que vai no nosso coração. Se amares luta por esse amor, se sentes constrói esse sentir, se sonhas faz com que esse sonho seja realidade, se queres voltar atrás, volta, mas não sigas em frente descurando a felicidade que ficou no passado, se desististe risca essa palavra escreve no seu lugar força, se queres prova-o, se um dia viste que a tua felicidade estava mesmo na tua frente mas, mesmo assim, a acabaste por a deixar fugir, corre atrás dessa oportunidade, dessa fonte de vida. Somente tu tens o dom de mudar o teu caminho, de formar o teu final feliz, de víveres o teu presente tão sonhado...



Comentários

  1. Adoro o teu blog, principalmente a descrição que tens no cabeçalho. Sigo :)

    ResponderEliminar
  2. Como sempre tens uma fantástica maneira de juntar as palavras, fantástica! e como nao podia deixar de ser, sempre criativo na maneira como apresentas tudo, muito estético! gostei das imagens ilustrativas.

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. é mesmo, o amor somos nós que definimos com todas as recordações e momentos passados

    ResponderEliminar
  4. O teu texto está, para não variar, excelente!
    Tens uma maneira única de juntar as palavras e formar frases que transmitem o que realmente sentes. Grande texto.
    O amor somos nós que o definimos, afinal, somos nós que o sentimos!

    Em relação ao teu coment:
    É verdade, vivo este sentimento muito intensamente. Quero muito mesmo.

    Um abraço ;)

    ResponderEliminar
  5. oh, ainda bem!! eu também gostei muito deste :) beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Talvez seja :)
    E para variar gostei imenso , está lindo*
    Um beijinho e Boa Páscoa :))

    ResponderEliminar
  7. Somos nós e são as nossas escolhas que cimentam a estrada a percorrer para continuar a nossa vida, mesmo. Texto ao mesmo nivel de sempre. Abraço Padrinho!

    ResponderEliminar
  8. Oh, obrigada :D
    Sim fica uma recordação, mas não tão forte como anteriormente :) beijinho.
    P.S. Gostei deste ;)

    ResponderEliminar
  9. Olá, antes de tudo é preciso fazer a escolha de ser feliz,
    bjos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário