Em cada escolha, um resultado...

A vida segue rumos, distantes caminhos que fazem cruzar, separar, ficar ou partir, conhecendo um novo amor, ancorado a um novo lugar. Somos humanos feitos de carne, carne que sente, olhos que vêem e a pele que pede um pouco mais, um pouco mais de nós. Criamos sonhos, fantasias, tanto imaginamos e tanto deixamos por viver pois, a vida, revelou-nos que há batalhas que não devem ser travadas. Somos livres, navegadores de oceanos de sorrisos, de lágrimas, de paixões e daquela maturidade que nos faz dispensar o que não preenche o nosso querer. Se há coisa que a vida nos mostra, é a não pensarmos que tudo está na nossa mão sem nada fazemos para agarrar bem, o que temos, ao nosso coração. Amantes e amados, cuidadores, somos brincadores de nós mesmos, coleccionadores de recordações, de sabores e cheiros, daqueles que nos fazem querer, um tanto mais, um segundo mais. Narramos vontades, tantas cartas são escritas e, outras tantas palavras, ficam por escrever. Procuramos verdade e não atracção em simples formas de ciúme. Quando se procura um grande amor não se procura ele nas histórias dos outros, nas palavras ditas de quem amamos a um outro alguém. Quando se procura amor procura-se disponibilidade, escolha, garra de se dizer, garra de se ter e nunca outros caminhos que deturpam, que fazem perder o interesse. Há tempos para tudo, vivemos da validade de escolhas que preferíamos que fossem eternas, somos os principais ateadores da chama do amor mas, igualmente, os principais causadores de uma partida, de uma despedida, de uma desistência porque, nem sequer, escolhemos, mais uma vez, o caminho certo. Construímos tantos capítulos e em tão poucos não erramos. É isso, isso mesmo que nos faz ver a vida de outra forma, despegada, livre, pois sempre teremos a opção de escolher, de ter, de pelo menos tentar. Acredito que o amor vem nesta mesma onda, quando se quer dá-se, não se dá ciúme, dá-se certezas. Há coisas que nos fazem cativar mas, nem todas as pessoas, conseguem manter o brilho pelo qual um dia nos fascinamos. Seremos sempre resultado das nossas escolhas e são nelas, nelas mesmas, que ora perdemos, ora ganhamos...

so-personal:

my blog may make you smile, laugh and make you think about life♡

A vida mostra-nos o avesso e vemos que é, nesse lado contrário, que encontramos o nosso lado certo...

Comentários

  1. Não podia concordar mais. Mais um texto fantástico. Abraço

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Muito Obrigado pelo comentário,
      Eu passei pelo teu blog mas não está a opção para comentar :)*

      Eliminar
  3. Adorei o texto! Como sempre escreves muito bem, tens dom para a escrita. As tuas palavras envolvem-me, prendem-me e inspiram-me. Sabe sempre muito bem passar por aqui e ler-te. "Somos sempre resultado das nossas escolhas (...)", uma grande frase que nos acompanha a vida toda, somos amanha, o que escolhermos hoje. Um beijinho de boa noite

    ResponderEliminar
  4. E quando não soubermos o que escolher deveremos ter calma... Para escolher com cabeça e coração ;)
    Muitas vezes precisamos de conhecer o tal lado avesso para sabermos qual era afinal o direito...
    Beijinho!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário