Hoje vem ter comigo...

Nesta noite vem até mim, nesta noite espero por ti debruçado sobre a janela com vista para o nosso mar. Hoje vens tu ao meu encontro, ruma pelos caminhos e trilhos que tão bem conheces e visita este meu coração. Entra sem pedires permissão, a porta está aberta para ti almejando a tua chegada, contado os segundos de um encontro de destinos cruzados. Entra em passos leves, leves como a brisa que trazes contigo, como esses ideais que me prendem a ti, a uma prisão boa, daquelas onde quero permanecer, entendes? Vem apenas tu, despe-te de tudo o que te rodeia, vem apenas tu, porque és tu que interessas, todo o resto fica à entrada. Olha-me nos olhos e verás que as palavras não são mais ditas, que os gestos entram e, com um beijo, provo tudo aquilo que agora sinto no teu peito. Vem, vem depressa, mas não venhas com tempos contados, seremos apenas tu e eu, nós, quero perder-me como há tanto não me perco, quero ter-te, sentir-te nesta mistura de adrenalina e de um sentimento crescente que não encontra explicação. Ruma para esta direcção, atravessa pontes, cruza estranhas mas não vás por atalhos porque lá eu não vou estar, eu estou aqui e sei que o tempo é apenas um momento para quem te espera uma eternidade. Não me questiones à chegada, não hesites ao toque, vem, vem, que eu sou apenas um homem que aprendeu a amar, que, surpreendentemente, começou a te amar. Espero por ti naquele castelo deitado no areal da praia que nos viu crescer, encontro-te naquele lugar feito de gente marcante, de calçadas polidas e de histórias vividas. Acrescentaremos nós mais uma história a esta terra? Seremos nós capazes de sermos o que nunca ninguém foi? A vontade permanece, o sonho prevalece e a tua chegada acalenta o meu coração. Sei que falta pouco mas que esse pouco se torne em tanto, tanta vida que nos corra nas veias, que nos alimente a alma, que nos faça bater o coração, que nos engula num abraço apertado, num beijo que perdura na eternidade...


Confessa-se a vontade, espera-se a eternidade, pede-se o firmamento, cria-se o momento...


Comentários

  1. hoje saberia particularmente bem estar contigo :)

    ResponderEliminar
  2. :)

    Os teus textos emocionam-me sempre ultimamente.. Beautiful, as always*

    ResponderEliminar
  3. Tens um gosto "invulgar" então xp
    no bom sentido ehehe

    bjo e bom fim-de-semana*

    ResponderEliminar
  4. Os teus textos, mas tuas palavras são mágicas... És fantástico, escreves tão delicadamente, atento sempre aos pequenos pormenores, às mais vulgares descrições, isso torna a tua escrita única e especial. És puro, escreves com coração, com amor. Fazes me voar por sonhos, por lugares imaginados, onde apenas se vive o amor. Dás me inspiração. É tão confrontante ler-te, só é pena quando chego ao ponto final e vejo que o texto acabou! Aguarda-se por mais belas palavrinhas que só tu sabes escrever.
    Um beijinho de boa noite

    ResponderEliminar
  5. Que doçura de palavras, fiquei encantada ao lê-las!
    Beijinhos, nês.

    ResponderEliminar
  6. tens um jeito imaculado para escrever, já estava com saudades de ler algo escrito por ti,
    melhor ainda é ouvir a música ao mesmo tempo que se lê o teu texto.
    adorei*
    beijinho

    ResponderEliminar
  7. "faz bem ao coração" ler-te :)

    faz largar o que há em vão... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito Obrigado Liliana, gosto sempre muito de te ter cá, a tua presença alegra este lugar.

      Um Beijinho :)

      Eliminar
  8. E os teus textos me fazem acreditar que eu possa ser louca ao amar, sem medo de me dar, de me entregar...sem medo... deixar para trás aquela que ficou com medo de sonhar demais e acontecer de menos e que essa pode deixar de existir porque encontrou o homem dos textos que sabe tão bem amar, que sabe que no amor o mais importante é quanto se dá, porque ele espera por alguém que fique para a vida toda, sem medo da distância, das dificuldades, que poderiam viver um grande amor e que esse amor fosse um exemplo. Eu tb sonho com isso, eu apesar de tudo nunca desisti de querer mais e melhor, acreditei sempre que poderia encontrar alguém que me amasse de igual forma, sou apenas uma mulher com medos e inseguranças e este homem despertou-me a sede de saber mais dele... invadiu-me os pensamentos, passou a existir dentro de mim sem querer, eu, mulher do norte e ele homem do sul, por isso "não é a distância que afasta as pessoas quando nasceram para se encontrar". Eu pergunto-me "será ele o homem por quem esperava?", isso só o tempo dirá a certeza, se já o encontrei ou ainda o vou encontrar, mas por alguma razão ele teve que entrar na minha vida. Eu gosto muito do homem dos textos, mas sobretudo quero conhecer o homem que se encontra por detrás dos textos... entrelinhas... porque eu estou pronta para amar, já amando o que vejo, porque sinto-te. :$

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confesso que agora tiras-te de mim as palavras, raramente isso acontece-me, logo eu, que sou um homem que se expressa por palavras. Espero que exista uma oportunidade para veres que está por detrás destes textos, o tempo determina muito as coisas mesmo que nós pensemos que o tempo nada é. Acreditar, lutar, há uma vida por viver e o futuro está nas acções que fazemos, naqueles que criam um destino que tantos acreditam que acontece sem nada ser feito.

      Um Beijo :)

      Eliminar
  9. Viro-te do avesso :D
    Sim, espero ter essa oportunidade...
    Eu acredito no destino e luto no amor.

    Boa noite :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário