Diário de bordo dia 17 de Setembro de 2013

Há muito que esta sensação não era sentida, o dia passou a correr e, eu, sento-me agora aqui, nesta mesa com cheiro a verão, nesta esplanada com areia pelo soalho. Tiro a caneta e começo a rabiscar um presente, tudo delineia-se perante o meu olhar e, sorrindo, recordo o que agora faz parte da história. Avanço, sinto-me livre, a liberdade corre-me nas veias a uma velocidade galopante, constante, errante, ou outra palavra qualquer que me preenche este papel de amante. Gosto de viver assim, de aproveitar os dias, as noites, os beijos dados e os abraços apertados. Gosto, gosto-te, gosto-nos, gosto desta simplicidade em que o destino nos presenteia com a mudança, com a falta de monotonia capaz de encher o corpo de adrenalina. Salto neste abismo, o para-quedas está mesmo, aqui, nas minhas costas e pouco me importa se ele abre ou não, sei que quero é viver, viver-te, viver-nos, arriscando sempre mais, dando esse mais que tão bem conhecemos. Olha-se para o futuro, as pegadas estão presentes na areia, temos o mundo na nossa mão e o queremos é viver nesta ausência de tempo em que o tempo faz de nós história presente de um futuro tão nosso... Somos isto, somos e sempre seremos tanto em tão verdadeiro sentimento que descobrimos, que aprendemos por nós a sentir, por nós a dar e receber...


“Amo-te mesmo antes de te amar e, por isso, o que nos une, por não ter princípio, nunca terá fim..."



Comentários

  1. Encontraste? :O

    :P

    Já não era sem tempo. Espero que a este texto cheio de alegria e vontade de viver esteja associada uma realidade igualmente mágica :)

    ResponderEliminar
  2. Gosto muito da letra da música e da frase "amo-te mesmo antes de amar e por isso, o que nos une, por não ter princípio, nunca terá fim" :) profundo o que está subentendido... :) toda a tua alma se preenche de amor, sentes por inteiro, nunca mudes essa maneira de ser, porque é isso que te torna diferente de muitos outros, tu sabe-lo:)

    beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá novamente Liliana :p

      É sempre muito bom aqui receber-te a sério. Gostava que houvesse outro lugar onde pudesse comentar mais estas palavras mas penso que me tinhas dito que não tinhas blog correcto?

      Um beijinho e uma boa noite :)

      Eliminar
  3. Sim, gosto bastante de escrever, tenho o meu notebook, mas não tenho blog, como uma vez te disse escrevo mais para mim...

    Boa noite para ti também ;)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário