Rotas...


Sentei-me por um pouco com aquele copo de um whisky que tivera encontrado na garrafeira de casa. Sinto que tudo esta a mudar ou então é a minha visão do mundo que se tivera alterado nestes últimos tempos. Passaram-se tantas coisas, tantos encontros e desencontros, tantas vitórias e derrotas, tantos sonhos vividos, outros adiados e uns tantos que deixei para trás, que se torna inevitável que tudo não tenha surtido algum efeito em mim. Hoje parece o recomeço de mais uma etapa, sinto que as minhas forças se tornam canalizadas para um outro caminho, para um terreno cultivável em que os meus projectos podem crescer conforme o cuidado que tiver com eles. Há uma mudança patente nisto tudo e, agora, vendo o mar e bebendo este copo, vou reflectindo e projectando no imaginário, tanto que irei viver em detrimento do que nem sequer foi vivido. São tempos de mudança aliados a um amor, um amor apenas meu e que tem o dom de dar significado numa vida meio cheia, numa vida que pretendo ver a transbordar. Nunca haverão melhores escolhas do que aquelas tomadas no impulso, sem pensarmos demais, sem racionalizarmos o que tanto queremos. Sigo, assim, este caminho, com pés assentes no chão e todo o resto será um destino erigido sobre as acções e lutas que travarei diariamente. Eu penso assim, eu formei-me homem assim, sonhador por natureza, crente do sentimento que reside nas pessoas, insane quando se fala de amor mas, bastante, racional quando o assunto é preservar o que sou e aquilo em que acredito. Nunca fui de cópias e muito menos de discursos encenados, acredito que o que cativa numa pessoa é a sua forma peculiar e única de ver a vida e eu, eu, não quero ser mais um no meio de tantos. Amo da minha forma, sinto da minha maneira e isso orgulha-me, deixa-me dormir com um sorriso no rosto acreditando que o dia seguinte será sempre melhor que o anterior. Hoje muda-se a rota, amanhã logo se verá como se avizinha o destino. Como já alguém um dia disse “não sei por onde vou, não sei para onde vou, sei que não vou por aí”...





Comentários

  1. estou completamente parva :o este és tu!adorei, um grande beijo*

    ResponderEliminar
  2. Gostei mesmo muito*

    impulsos bons.. podem dar muito bons frutos :)

    ResponderEliminar
  3. Pensamentos de alguém que sabe sempre o que quer... na sua peculiar forma de ver a vida! Costumo dizer que ser diferente num mundo de tantos iguais não é tarefa fácil, mas vale sempre a pena. :)

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  4. R: Muito obrigado. Boa semana, um abraço :)

    E cá está mais um incrível texto. Ler o teu blog é como ler um livro. É uma sensação agradável.

    ResponderEliminar
  5. Orgulha-te de quem és. Tu podes, tu mereces, tu és grande o suficiente para isso. Eu orgulho-me de ter a sorte de te ler.
    E, após o meu fim de semana, este texto poderia ser meu.

    Um beijo e boa semana :)

    ResponderEliminar
  6. Meu Deus! Tudo o que acontece, tem uma razão para assim ser. E temos sempre de pensar no melhor, amanhã será, efectivamente, sempre melhor do que hoje. É com esse espírito que temos de acordar :D Gostei muito!

    Beijinho *

    ResponderEliminar
  7. verdade, tentarei encontrar um titulo que me diga algo :D. Obrigado pela opinião.. =)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário