Confesso amor...


Olhares cruzados,
Corações unidos,
Instantes vividos,
Momentos partilhados.
Amores em forma de sonho,
Sonhos que uniam corpos,
Almas distantes unidas no sentimento,
Sentimento lutado em dias de contentamento.
Claridade trazia pelos raios de sol,
Praia deserta numa manhã de primavera,
São passos firmes de quem sente amor,
Histórias incompletas de um momento duradouro.
Crente de vida e de verdade,
Beijo sentido em poema roubado,
Instante de desassossego numa vontade de ter,
Rosto conhecido em traços de quem consegue ver.
Silêncio que fala em melodias sentidas,
Compassos descompassados de intensas batidas,
Janela aberta com vista para o amar,
Sou quem te espera num abraço apertado por dar.
Vida em forma de epopeia galopante,
Correria de dias em que o sentimento permanece em palavra ecoante,
Um sol poente em que tanto fica pro dizer,
Há coisas que não se dizem, que apenas se podem ver.
Voraz destino traçado por escolhas,
Contos contados em pétalas e folhas,
Verdade sentida num peito repleto de chama,
Sou quem almeja a tua presença, quem na verdade te ama...


Um pequeno sinal dado em melodias,
Canções cantadas com letras reias,
Passa a ser verdade o que era fantasia,
O olhar não engana o nome que o coração grita todo o dia... 


Comentários

  1. Adoro ler-te e nunca me arrependo de passar por aqui. Dá-me força para enfrentar todos os meu problemas...

    Um beijo*

    ResponderEliminar
  2. Olá André!

    Muito bonito o poema e a imagem escolhida.

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  3. Sinto-me abraçada por ti, ao ler-te. Faz-me querer sair e procurar por alguém como tu, que saiba o que é e que queira amor, sobretudo amor.

    Um beijinho e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Obrigado pelo comentário.

      Um óptimo fim-de-semana :)

      Eliminar
  5. Muito obrigada. Também já ponderei uma pausa, porque ultimamente pouco escrevo. De vez em quando faz bem.
    Texto lindo :)

    ResponderEliminar
  6. Olá André! Pois não tem mal! Eu tenho algum tempo mas a disposição é que não tem sido muita... :c

    Já estive pior. Tu como estás? :)

    Eu gosto de cuidar de flores e de as fotografar depois. Tenho algumas fotografias a rosas e outras flores do meu quintal que ficarão lindas, pelo menos eu gosto. :3

    Ainda bem que gostas do novo design, eu acho que ele se adequa ao que sinto agora também. O renascimento não correu conforme eu esperava e ainda me sinto um bocado perdido e [não diria nas trevas], mas pouco falta...seja como for, estes dias de sol e calor tem ajudado um pouco a combater isso.

    Adorei o poema, muito lindo como sempre! :)

    Vais ao jantar de bloggers no mês de Maio?

    Grande abraço :3

    ResponderEliminar
  7. É exatamente nas mãos de Jesus que devemos nos colocar quando as coisas não vão bem.
    Se a luta está pesada, busque auxílio nele.
    Somente em Jesus encontramos a verdadeira segurança e a verdadeira paz.
    Agradeço o carinho e compreensão pela demora,
    em retribuir sua visita tão carinhosa.
    Deus abençoe seu final de semana .
    Beijos no coração e meu eterno carinho,Evanir..

    ResponderEliminar

Enviar um comentário