Desistir...


Hoje deixo-vos um texto diferente, algo que fala de desistir. Será que deveremos desistir ou insistir? Ficar ou partir? Não desistam do que vos faz bem mas também não façam alguém desistir de vocês, somente, porque o vosso silêncio é maior que a vossa vontade. Hoje é um bom dia para serem felizes, não concordam? (Texto ficcional, não é real)

Desisto de ti mesmo tão pouco fazendo,
Desisto de ti, desisto de mim, desisto de nós,
Desisto desta vida meio vivida de palavras em nada sentidas,
Desisto de sinais porque esses teimam em não aparecer.
Desisto do sorriso que outrora me colocavas no rosto,
Desisto da tua forma de ser,
Desisto dos sonhos que um dia coloquei em nós,
Desisto dos silêncios que tanto falavam, do início de uma paixão silenciosa.
Desisto, apenas desisto, e isso torna-me fraco,
Desisto sem mesmo tu saberes, desisto partindo, desisto para não voltar,
Desisto das horas de espera por uma palavra tua,
Desisto da procura de ti, da procura de um toque teu,
Desisto de tudo, desisto porque não sou de ficar sem nada receber,
Desisto do passado, desisto do presente e almejo o futuro,
Desisto de ver em ti o que tantos não vêem,
Desisto apenas disto tudo,
Desisto deste nada,
Desisto,
Apenas e somente desisto...


Não é perder, não é fraquejar, partir faz parte da história, da história de quem percorre a sua própria felicidade. Faz para que as partidas sejam menores, para que os “adeus” sejam evitados, faz por seres feliz e não por imaginares como essa felicidade seria...


Hoje deixei dois textos, sendo o primeiro algo mais descontraído e que foge um pouco àquilo que escrevo, se tiverem curiosidade cliquem Aqui


Comentários

  1. Mais do que nunca, foi muito bom ler este texto, hoje! Tiveram um forte efeito em mim estas palavras :)

    ResponderEliminar
  2. Desiste do que quiseres, mas estás proibido de desistir de escrever/viver! ;o)
    Lamento desapontar-te, mas desistir de alguém por palavras é uma coisa e bani-la do nosso coração é outra muito mais dificil de realizar... E eu que o diga. LOL
    Quando descobrires a solução mágica revela-a ao mundo, e todos te ficarão eternamente gratos. :D
    Um conselho: Desiste daquilo que já não te faz feliz e persiste na tua maneira de colorir o amor e a vida!

    Outro beijinho! :)

    ResponderEliminar
  3. Desistir não é ser fraco, nem sempre é.

    beijo

    ResponderEliminar
  4. Desistir nem sempre é fraqueza, é sinónimo que nos gostamos demais para evitar um sofrimento maior, embora nem sempre seja assim tão fácil.


    Como um dia escrevi, deve andar algures no meu blogue, tudo morre até mesmo os sentimentos que parecem mais fortes.



    Agora é seguir em frente!
    Boa Páscoa
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Diferente mas bom como sempre! não desistas disso, padrinho!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  6. Não desistas de ti. Desiste de tudo o que impede ou diminui de alguma forma essa felicidade.
    Desiste se for preciso. Ás vezes é preciso desistirmos de algo para insistirmos na felicidade. Olha bem para ti. E vê no que precisas insistir e para isso tens que desistir. O que importa são as prioridades. Desiste. Insiste. Mas nunca deixes de ser feliz :) *

    ResponderEliminar
  7. Obrigado a todos mas este texto é uma história e descansem, eu não desisto de mim, nem de nada que me faça feliz.
    Agora vocês não desistam também e se é para desistirem que desistam do que vos faz mal.

    Beijos e Abraços

    ResponderEliminar
  8. Olá André,

    Bem, realmente hoje apresentas-nos algo mesmo diferente, e que fala do amor, como sempre mas de uma outra forma, aqui de uma forma mais dolorosa e melancólica, mas nao quer dizer que o final nao seja igualmente feliz.

    É verdade que o desisitir, pode ser complicado e doloroso, mas porque nao ter uma prespectiva mais positivas sobre a coisa? entao vejamos, o desisitir é o que te leva a mudar de estrada, manter o objectivo, o Amor e a Felicidade, mas por outro caminho, como novos rostos, novas vivencias e novos motivos para sorrir.

    Forte Abraço e bom fim de semana ;)

    ResponderEliminar
  9. desistir poderá ser o começo de um partir... uma tentativa para conhecer novos caminhos e novas aberturas as mundo e às pessoas. Mas esse desistir, não é fechar, renunciar, não continuar, é apenas e sim, o abrir as portas de nós próprios ao mundo. às vezes sinto-me assim tb.

    ResponderEliminar
  10. Lindo! as vezes tb e importante saber desistir :)
    Boa Pascoa

    ResponderEliminar

Enviar um comentário