Palavras mudas...


Ouve-me no silêncio, no silêncio dos teus sentimentos ouve a minha voz, a melodia que ecoa do coração, que te faz sonhar, que te faz acreditar. Tira uns minutos, coloca uma música e guia-te pelo teu sentir, de olhos fechados, sonhando com um novo amanhã. Não faças perguntas, não traces destinos e segue apenas o rumo da tua vontade, da tua verdade, do teu mais secreto segredo. Por momentos vê o que és, dá uma oportunidade para que o teu coração te leve, para que ele te rasgue um sorriso. Deixa o mundo lá fora, apaga a luz e ilumina o teu rosto apenas com o brilho que tens, apenas com esse teu olhar que vê, que sente, que agarra. Hoje embarca comigo nesta aventura dos sentimentos, segue este rio, muda a direcção do vento. Sorri, chora, fica, agarra, sonha, hoje estas palavras são tuas, são minhas, são nossas. Por momentos vê a clareza do teu sentir, não apenas vendo mas olhando, não apenas agarrando mas tocando. Tatua no teu peito a tua simples vontade, o que chamas de amor, a tua maior verdade. Aqui, aqui e agora, ouve apenas a tua vontade, a tua voz, o teu saber, o teu amar. Não esperes, não desesperes, o momento é teu e eu apenas estou a acompanhar-te nesta aventura, estou-te a acompanhar neste pequeno momento em que saberás que rumo seguir, que história construir e que destino viver. Começa a lutar pelo que sonhas, por isso mesmo que agora estás a imaginar, começa a seguir os teus passos, com calma, com vontade, sem prisões. Agora és livre, tu és livre, por isso o que estás aqui a fazer? Tens um mundo lá fora, tens o teu mundo lá fora. Não apresses o tempo mas também não esperes demais, não procures de menos, não te dês de menos. Ama, ama amando de verdade, orgulhando-te do que és, preservando e cuidando do que tens. Ninguém sabe mais de ti do que tu, ninguém sabe o melhor caminho do que tu mesmo(a), ninguém saberá mais de quem amas do que o teu coração porque se apaixonou, porque guardou, porque, mesmo sem quereres, é ele que dá significado à tua vida...


O que faz de ti uma pessoa especial é a tua diferença, a tua vontade, a tua força. O que forma os outros ao teu olhar é o que vês, o que sentes, o que ouves e não o que te contam...




Comentários

  1. Também o acho, ao tentarmos agradar aos outros torna-se impossível sermos felizes connosco próprios. Obrigada (:
    Gostei da tua escrita, e concordo com este texto. Somos livres, por isso temos de lutar por aquilo que queremos, aproveitando a liberdade que nos é dada todos os dias. Vou seguir! :D

    ResponderEliminar
  2. A tua escrita é sempre imensa, queria um dia poder ler um livro teu. Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Adorei. Não tens noção. Hoje choro com qualquer coisa, lol. Os teus textos são sempre lindos!

    ResponderEliminar
  4. Adorei a imagem, faz lembrar as borboletinhas no estomago, o nervoso miudinho de estarmos apaixonados. Tenho saudades disso :)

    ResponderEliminar
  5. Nunca deixas de me impressionar. É a coisa mais linda que podemos fazer por nós mesmos é deixar que o nosso próprio brilho se faça valer em todas as circunstancias e que o nosso sorriso seja sempre a arma mais poderosa que temos.
    E agregado a tudo isso está a nossa vontade de viver, de descobrir, de Ser, de Amar, de nos libertarmos e dar esse tal "significado à vida". Dá a tua própria interpretação à vida e sê eternamente feliz, voando plenos planos mais risonhos que te surjam.

    Um Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. sempre simpático! muito obrigada :) beijinhos*

    ResponderEliminar
  7. apaixono-me cada ves que te leio muito lindo este poste (:

    ResponderEliminar
  8. Bom Dia! :)
    Depois de ler o teu comentário não pude deixar de vir aqui (baldando-me um pouco ao serviço... lol), para te agradecer as tuas palavras. Que ao contrário do que possas ter pensado não as interpretei, em qualquer momento, de forma agressiva. Apenas senti (em alguns momentos, mais iniciais) que foste mais acertivo, quase como na tentativa de me chamar à atenção, de me "puxar" para uma realidade que teimosamente ando a descurar...
    Tens toda a razão!
    Se bem que o que senti, não foi de uma forma totalmente consciente; embora os pensamentos o tenham sido!
    O melhor é mesmo fazer como me tendes a transmitir nos teus comentários e aqui, nos teus post's. O melhor é melhor não querer viver a vida que os outros me querem fazer passar; o melhor é viver aquilo que sinto, de forma despreocupada e da forma mais feliz possível.
    Pois como tu o dizes (e muito bem!) aqui neste post passando a citar:
    "Ninguém sabe mais de ti do que tu, ninguém sabe o melhor caminho do que tu mesmo(a), ninguém saberá mais de quem amas do que o teu coração (...)".

    Acho que ficaria aqui eternamente a escrever e aprofundar os meus pensamentos sobre tudo aquilo que me tentas transmitir e ensinar (ou que eu tento aprender :D). E que eu utilizo como "linhas de orientação", para me guiar e me orientar na minha vida, todos os dias...

    Mais uma vez obrigado por tudo!
    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  9. Hás-de encontrar, certamente! Ainda para mais tu <3 beijinho*

    ResponderEliminar
  10. Gostei especialmente da ultima parte, na verdade apenas nós e nós proprios é que sabemos de nós, das nossas escolhas e dos nossos caminhos.

    Mesmo quando estamos ou parecemos perdidos, estamos certos e sabemos de nós. Mas existem muitos narizes empinados a julgar-se mais que todos e a saber mais que todos, nao é verdade?

    Abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário