O outrora que um dia perdi...


Outrora era apenas um errante, quem fugia de si, quem não sabia o que era amar. Em outros tempos perdia o que mais desejava, fugia com medo de errar, acobardava-me com receio de falhar. Noutro momento era quem nem sequer acreditava, quem partia querendo ficar, quem não falava de amor desconhecendo o que ele seria. Outrora era tudo o que hoje não sou. Aprendi a amar, aprendi por mim a seguir um caminho, a traçar um destino e a sonhar mesmo de olhos abertos. Sou o que não fui, sou o que idealizei e para isso fiz as minhas escolhas, desisti do que não me fazia feliz e agarrei o que me faz sorrir. Tudo mudou porque eu mudei e qual será a melhor forma de mudar? A melhor forma é quando damos o primeiro passo, quando escolhemos por nós, quando amamos por nós, quando lutamos por nós e não pelo que os outros querem. Somos livres, pássaros livres de uma história em construção, todos os dias servem para melhorarmos, todas as horas ensinam-nos que nada se tem sem lutar, que nada se vive sem errar, que nada se ama sem dar. Somos o espelho de nós mesmos, somos o resultado daquilo que fazemos de nós. Outrora pertence ao passando, ao passado que nos compõe mas aquele que deveremos lá deixar. Viver o passado é não viver o presente e isso, isso acaba com um futuro que temos pela frente. O melhor é vivermos, vivermos a intensidade de um beijo, vendo por nós, sentindo por nós e arriscando sem medos, porque o que se perde é porque não era nosso, é porque não deveria ficar em nós. Todos os dias são os nossos dias, só que todos nós preferimos esperar por amanhã sem saber se esse amanhã existirá. Por isso vive, ama, todo o resto, deixa pelo caminho, porque as lágrimas podem tornar-te mais forte, mas as pessoas que as fazem verter são um impedimento para seguires em frente...


O melhor da vida é amarmos todos os dias, sentirmos todos os dias. O que haverá de melhor sem ser sorrirmos sem razão? Agarrar noutra mão? Dar um beijo com paixão? Não há nada, certamente...


Comentários

  1. Reconforto-me ao ler-te! Parabéns, beijinhos

    ResponderEliminar
  2. O bom de errarmos é que depois nos levantamos com mais fortaleza, e no teu caso tives-te coragem de seguir em frente e criar uma vida muito mais sólida e um "EU" muita mais Humano.
    E depois, consegues ser a pessoa que ama e que vive o presente, que é tão capaz de colocar os outros a amar com a delicadeza e coragem das tuas palavras.

    Quanto á musica, é uma das minhas favoritas, gosto tanto :O
    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  3. É importante conseguirmos viver sem olhar para trás, deixar de lado o que nos fez sofrer e continuar a sorrir para o que ainda está para vir. Gostei :)

    ResponderEliminar
  4. Adorei este texto e identifiquei-me com parte dele. Tens uma escrita deliciosa e adoro isso. És uma grande inspiração e acima de tudo uma força de talento. :)

    ResponderEliminar
  5. antes não tivesse sentido (peço desculpa pela ansência )

    ResponderEliminar
  6. Sinceramente, muito obrigada!
    Adorei vir aqui, como sempre. Parabéns <3

    ResponderEliminar
  7. Obrigado pelo teu comentário, alerto que os textos intitulados por "black or white?" são apenas imaginação :)

    ResponderEliminar
  8. é apenas uma personagem criada por mim e estou a contar a história dela como se fosse eu a vivê-la :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário