Realidades, verdades e tantas outras coisas...


Os caminhos formam-se perante o nosso próprio olhar, somos filhos das nossas acções, dos amores que vivemos, das desilusões que nos fazem aprender. Erramos até acertarmos no que queremos, erramos vezes sem conta mas o erro fará de nós o que somos no presente, fará de nós pessoas mais fortes. Passamos a acreditar nas nossas verdades, a vida ensina-nos isso, a acreditar naquilo que vemos e não no que ouvimos. Fazemos de nós personagens principais do nosso viver e, nesse dia, vemos o que nos faz bem, o que nos faz sorrir e o que chegou a hora de deixar para trás. O passado fará sempre parte daquilo que agarramos, o passado forma em nós história mas o presente determina o nosso futuro, determina o caminho que decidimos seguir. Chega uma hora em que temos de viver, viver o que é nosso, da melhor maneira possível, daquela maneira que nos enche o coração, que nos afasta do negrume da falta de sentimento de alguns. Aprendemos com esta vida a sermos apenas nós, a amarmos quem nos faz bem e isso, isso faz com que as desilusões sejam menos porque apenas vivemos esperando algo de quem nos possa dar e não de quem não o faz. Os sonhos mudam com a vida, os projectos consolidam-se e seguimos rumo em direcção ao nosso bem-estar, aquele em que podemos dizer que somos nós, com quem queremos, da forma que mais desejamos. O agarrar, com o tempo, torna-se mais forte, o sentimento torna-se mais maduro e as horas passam a ser vividas de forma mais adulta, daquela que sente e pensa e não vive somente de especulações. Amar é dos fortes, amar com intensidade, amar hoje, amar uma vida toda. Amar é dos guerreiros, um amor sem barreiras, sem desculpas, entregues somente ao sentimento, aquele sentimento que dá frutos, porque tudo o que nós fazemos bem nesta vida dá frutos, e isso, isso enche-nos de orgulho...




O Que é verdadeiro permanece na tua história, independentemente de vontades, independentemente de lugares, independentemente de tempos. O Verdadeiro reside em ti, ancorado ao teu coração esperando o momento para ser vivido, repartido, deixar de ser sonho tornando-se a tua realidade...


Comentários

  1. Olá,

    Boas tardes, como sempre mais uma vez aqui estou eu e gostei bastante daquilo que li, novamente apresentas-nos um tema bastante interessante com pontos de vista que nos fazem pensar.

    Achei muito interessante esta mini frase: "somos filhos das nossas acções" dá realmente que pensar, e fica uma boa frase, para as "frases ditas".

    Gosto também da referência que fazes aquilo que vemos, e da sua importância e não aquilo que ouvimos, está mesmo interessante.

    Mais uma vez, gostei tambem da escolha musical, um bom grupo, e este cover foi talvez dos primeiros deles xD

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Concordo tanto com estas palavras! Gostei muito.

    ResponderEliminar
  3. Olá! :)
    Aqui venho eu, de forma mais ou menos rápida, e só lendo apenas um dos teu magnificos post, tendo que deixar para trás (com pena minha!) todos os outros que ao longo da semana foste aqui colocando.
    Como aqui referes, o tempo urge, e na esperança de tentar apoveitar cada momento que tenho tem que se fazer certas escolhas (o tempo não dá para tudo!)...
    Há que acreditar no sonho, acreditar que se pode tornar realidade e lutar por aquilo que se quer, apesar das desilusões que se vão vivendo aprendendo ao longo da vida.

    De todo o que li, deste post, há um pensamento que paira em mim... que é "quero acreditar que tudo o que está escrito seja verdade e que tudo o que esteja a fazer de forma verdadeira e figuedina venha a dar os frutos, que não sei quais são" (gostava mesmo que sim! que me trouxe-se algo de positivo há minha vida!)

    Há tempos, nas minhas férias, descubri que a minha personalidade se enquadrava numa unica palavras que desconhecia o seu verdadeiro sginificado... Descubri que era romântico! E talvez por isso queria que minha vida se torne como as palavras que aqui escreves, de forma perfeita!

    Peço desculpa por hoje pouco escrever acerca do teu texto e mais de mim (se bem que sabes que quero e acabo sempre por me rever nas tuas palavras!)

    Um grande abraço!

    PS: Devo ter dificuldades de vir cá, assíduamente, durante as próximas semanas, mas sabes que continuarei a não esquecer de te fazer umas visitas sempre a minha vida se conjugue para tal...

    ResponderEliminar
  4. Ola,
    Boa tarde meu querido amigo!!
    Como te andado essa alma?? Como tem andado o relogio da vida por esses lados??
    Concordo contigo, o passado é sempre parte de um pedaço que sempre iremos agarrar quando tivermos num momento de medo, alegria ou tristeza!! O passado faz parde da nossa vida, e viver faz parte dos planos que temos que ter em mente! Saber viver!!

    Sinto saudade da tua presença no meu espaço!
    Pensando com Arte,
    bllmaescritadeumcoracaoviajante.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário