Vem matar-me o desejo...

Mata-me o desejo que sinto de ti...
Aquele que me faz despir a roupa,
Que me faz entregar,
Que me leva a dar-te tudo aquilo que sou.
Vem...
Sacia o meu corpo,
No meio da cama, tanto e pouco,
No meio de tudo aquilo que somos...
Só nós dois.
Dá-me muito mais do que a tua pele,
Do que aqueles beijos molhados,
Do que aqueles sonhos acordados,
Do que aquela cama desfeita por nós...
Não me tentes negar aquilo que desejo,
Aquela vontade de te ser,
De me perder...
Nos orgasmos que temos os dois,
Na vontade que temos depois...
De voltarmos a repetir só mais uma vez.
Mata-me nesse teu desejo...
Nesse corpo que é meu,
Neste meu corpo que é teu,
Neste Homem que te ama...
Assim como te deseja...
Todos os dias da sua vida.

Imagem relacionada

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Se eu pudesse... trazia-te de novo à vida...

"Dói ver-te ires... para nunca mais voltares."

"Amo-te para além do teu corpo."